WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



Abril 2018
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  








No LEIAMAIS.BA / POSTAGEM FIXA

SOARES LOPES VAI SEDIAR FEIRA DE ADOÇÃO DE CÃES E GATOS

O Instituto Planeta dos Bichos vai realizar mais uma feira de adoção de cães e gatos em Ilhéus. O evento está marcado para o dia 6 de maio, das 10h às 16 horas, perto da Catedral São Sebastião, na Avenida Soares Lopes. A iniciativa tem o apoio da prefeitura.

Na feira, para adotar um animal, o futuro tutor deverá apresentar documento de identidade e comprovante de residência.

A presidente do Instituto Planeta dos Bichos, Maria da Conceição Barbosa (Ceiça), explica que um dos objetivos da feira é proporcionar um lar aos bichos resgatados nas ruas de Ilhéus. “Ações como essa ajudam a conscientizar uma parcela da população sobre a responsabilidade de se ter um animal”. Informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone (73) 99119-2101.

DO BLOG DO GUSMÃO

HERALDINHO E TIP TOP PARCERIA DE SUCESSO

Grande brother!!!

Posted by Fábio Sparrow on Friday, April 20, 2018

Ipiaú: suspeitos mortos em suposta disputa de facções eram de Ilhéus

O corpo de mais uma pessoa morta num confronto sangrento, ocorrido em Ipiaú no último sábado (21), foi encontrado por trabalhadores rurais, na manhã dessa segunda-feira (23), na região da Água Branquinha, zona rural daquela cidade. Trata-se do ilheense, Cosme Santos da Silva, de 39 anos.

O primeiro a ser localizado, ainda no sábado, foi Alexandre Balbino dos Santos, de 33 anos, também natural de Ilhéus. Quando a Polícia Militar chegou ao local, o homem ainda estava vivo. O ilheense foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de dar entrada no Hospital Geral de Ipiaú. Ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas e era foragido da Justiça.

Os dois homens, segundo informações iniciais, eram suspeitos de integrar um dos grupos envolvidos numa perseguição “regada” a muitos tiros. A polícia acredita que o que aconteceu foi uma disputa entre facções criminosas rivais. O caso continua sendo investigado.

BAILANDO NA CHUVA

Anísio Cruz – abril 2018

E ali estava ela maravilhada,

Dançando em êxtase entre poças d’água,

Com os pingos frios a lhe lamber o corpo desnudo.

Sorria zombeteira ante olhares ávidos,

Que a seguiam por detrás dos vidros.

Na noite molhada que lentamente escorria,

Da sua alma penada.

Dançava rindo, e sozinha girava.

Cantava a música que só ela ouvia.

Inebriada, ainda bailava,

Quando a luz do dia a amanheceu mulher.

VEM SÃO JORGE ACUDIR A TEU POVO!

HINO DE SÃO JORGE

  1. Ó valente soldado romano, mais valente soldado da Cruz!

Tu venceste os ardis do tirano, deste a vida por Cristo Jesus.

Vem São Jorge acudir o teu povo, contra a insídia do fero Dragão.

Refalsado ele ataca de novo, na heresia e no culto pagão.

  1. O teu sangue orvalhou Nicomédia, arrancando-a ao poder de Satã.

E na Ilíria e Dalmácia e na Média floresceu a seara cristã.

  1. Quatro séculos já se escoaram, desde o dia no qual nossos pais

a São Jorge esta Igreja sagraram em tripúdios de fé sem iguais.

  1. Teu louvor nunca foi interrompido, Santo Mártir,

no povo de Ilhéus fiel sempre e cristão destemido, pois que velas por ele nos céus.

  1. Teu constante favor, tua benção, este povo bem sente e bem vê.

Sê, tu, a guarda à pureza da crença e ao tesouro divino da Fé.

 —

Por Paulo Costa

PASCOM – Diocese de Ilhéus

Mais um corpo encontrado em Ilhéus

Na manhã desta segunda-feira um segundo corpo encontrado na cidade de Ilhéus, dessa vez boiando debaixo da ponte Lomanto Júnior, localizada no bairro Pontal.

LUIZ CASTRO EM: DECOLORES

História de Ilhéus

A história de Ilhéus remonta a época das capitanias hereditárias, quando D. João III doou vasta extensão de terra, 50 léguas de largura, ao donatário Jorge de Figueiredo Correia, escrivão da corte real. Instalada em 1535 na Ilha de Tinharé, antigo domínio da Capitania de Ilhéus, a sede administrativa logo se mudou para a região da Foz do Rio Cachoeira, a chamada Baía de Ilhéus. Ainda que se falasse da terra as maiores maravilhas, o donatário da Capitania preferiu o luxo e o fausto da corte, enviando o déspota espanhol Francisco Romero para representá-lo na admini- stração da capitania, ademais, enfrentar e depois pacificar a bravura dos índios tupinambás.

Vila de São Jorge dos Ilhéus Logo, a amizade dos colonizadores com os nativos tornou possível a fundação cultural da Vila de São Jorge dos Ilhéus, que se transformou em freguesia em 1556 por ordem de D. Pero Fernandes Sardinha. Considerada por Tomé de Sousa como “a melhor coisa desta costa, para fazenda” a região se tornou produtora de cana-de-açúcar e ganhou muitas construções. Mas, com a chegada dos ferozes índios Aimorés, que passaram a atacar as plantações, Ilhéus sofreu o declínio econômico que resultou em decadência. No século XVIII com a importação de mudas de cacaueiros da Amazônia e sua notável adaptação à condições climáticas da região, Ilhéus viu brilhar diante de si um novo eldorado. O cultivo do cacau passou a gerar um número sem fim de histórias, receadas de cobiça, amores e lutas pelo poder, formando um terreno fértil para os romances de Adonias Filho e Jorge Amado, onde narram as paixões desenfreadas dos coronéis por dinheiro, mulheres e terras.

Doação da Capitania de Ilhéus – 1534 A carta da doação da Capitania de Ilhéus a Jorge de Figueiredo Correia foi assinada em Évora a 26 de junho de 1534. O donatário mandou em seu lugar o preposto Francisco Romero, que primeiro se instalou na ilha de Tinharé, onde fica o Morro de São Paulo e depois, quando descobriram o que seria mais tarde a Baía do Pontal, se encantaram e fundaram a sede da capitania, dando o nome de São Jorge dos Ilhéus, uma homenagem ao donatário Jorge e Ilhéus, devido à quantidade de ilhas que encontraram no seu litoral. Além das que existem ainda hoje, como a Pedra de Ilhéus, Ilheusinho, Pedra de Itapitanga e a Ilha dos Frades, os morros de Pernambuco e o atual Outeiro de São Sebastião também eram ilhas. :: LEIA MAIS »

Corpo encontrado na praia da avenida Soares Lopes

Vulgo Paulistinha foi encontrado morto na praia da avenida Soares Lopes, conhecido nas mediações do Centro de Ilhéus, por tomar conta de carro na frente no cinema.

 

 

COMO VENCER NA VIDA FAZENDO FORÇA.

Luiz Ferreira da Silva

Engenheiro-Agrônomo e Escritor

[email protected]

Em 1964, Shephered Mead publicou o livro – Como vencer na vida sem fazer força – mais tarde transformado em peça teatral de sucesso. Por ilação, deve ser o manual de cabeceira da maioria dos políticos brasileiros. Mas com certeza, jamais o foi de Maurício de Sousa, “bipai” da Mônica.

Digo isso depois de ler o livro – Maurício, a história que não está no gibi – gentilmente a mim enviado no final de 2017. Uma leitura gostosa de ler; uma lição de vida para se aprender; um manual para a juventude se orientar.

Peço permissão ao Maurício de Sousa, doravante Maurício, para socorrer grande parte dos jovens que se encontra desnorteada, idolatrando Neymar e Aniita, sem se aperceber o mundo exigente e cada vez mais requerente de pessoas mais capacitadas.

Para se vencer na vida é preciso ter talento. E Maurício possuía nas mãos – habilidade – e na cuca – criatividade, dando ao desenho uma vida ao gosto, sobretudo das crianças, incentivando-as à leitura.

Mas esse dom é importante, porém não é suficiente. Seu pai o tinha, entretanto lhe faltava o que o filho dispunha de sobra. É preciso a decisão, traduzida em força de trabalho – suor, persistência e foco. Talento sem vocação não provoca efeitos positivos. São interdependentes e convergem ao foco fixado. Maurício nos prova com maestria.

Além desses dois “inputs”, há que se munir de uma base para alavanca-los, facilitando a sua sinergia. E o Maurício não perdeu tempo, buscando conhecimentos através de uma base literária e desenvolvendo a arte da escrita, que lhe permitiu atuar em jornais e desenvolver textos para o seu objetivo de ser um profissional de qualidade. :: LEIA MAIS »

Terror no ônibus em Itabuna: bandidos armados e violentos roubam e agridem passageiros

O bairro Nova Itabuna parece ser mesmo um dos  “points” mais “badalados” do crime. O local tornou-se palco, mais uma vez, da ação de bandidos, que espalharam pânico dentro de um ônibus da empresa Sorriso da Bahia. O veículo, que fazia linha Hospital de Base/Nova Ferradas/Jubiabá/Gabriela, transportava uma média de 30 pessoas.

Segundo testemunhas, três criminosos, armados e muito nervosos, entraram no ônibus quando este parou no ponto do Nova Itabuna. Daí, foi apenas questão de alguns minutos para anunciarem o assalto, já próximo ao bairro vizinho, Urbis IV.
Cerca de 20 passageiros foram saqueados. Tiveram bolsas, carteiras e celulares roubados pelos assaltantes, que estavam bastante agressivos. Eles chegaram, inclusive, a agredir fisicamente um rapaz e uma moça. Após promover a “sessão” de terror, os acusados desceram nas imediações da Rua de Palha.
 
“Estou com medo de sair de casa”
As vítimas, incluindo o motorista e o cobrador, foram para o Complexo Policial, onde, indignadas e ainda traumatizadas, registraram queixa. Rosiclea Santana Cruz, de 59 anos, está entre os passageiros-alvos do “arrastão”. A mulher, em entrevista ao Verdinho, contou que entrou no ônibus no Centro Comercial. Estava indo para o Condomínio Gabriela, onde mora. “Eu estava cochilando, quando eles puxaram minha bolsa com meu celular, cartão de passe livre, identidade e chaves do meu apartamento. Agora estou com medo até de sair de casa”, desabafou.
Já Ubiratan, motorista do ônibus assaltado, representa toda uma classe de rodoviários, que trabalha assustada com a onda de violência. Nunca sabem o que esperar de um dia de trabalho. O que vão encontrar em cada parada. Quem vai entrar, pois em transporte coletivo ladrão não tem “rosto”, nem perfil. Todos, até descobrirem o contrário, são mero passageiros. “Os bandidos estão muito ousados. Estão fazendo a gente de brinquedo”, indignou-se Ubiratan.
Os assaltos a ônibus atinge índices cada vez mais altos. Volta e meia, registra-se uma ocorrência do tipo, seja nos perímetros urbanos de Itabuna ou nas rodovias, próximo a municípios vizinhos. Ônibus que circulam para Buerarema, por exemplo, são muito “castigados” por assaltantes.
Do verdinho

PSICOMUNDO <> ENCONTROS PELOS CAMINHOS DA VIDA

O que significa ter “vida independente” em uma sociedade produtiva e caracterizada, dentre outros atributos, como a “sociedade da comunicação”? Não importam os desenlaces entre o amor e a ausência da paz, ou mesmo, os desencontros entre a verdade e a mentira, pois os caminhos são os mesmos para se chegar ao denominador comum das necessidades humanas. O certo na observação da necessidade pessoal de cada pessoa, não é somente aos deficientes, mas também aos que pouco acredita na prosperidade da vida. Necessitam manifestar a força na busca do seu próprio ideal, embora tenha alguns que acham difícil!

Existe sempre a fórmula de levar uma vida com autonomia de poder fazer escolha em todas as esferas da vida, desde a roupa que quer vestir, a comida que deseja comer e até exercer seu papel de forma ampla e irrestrita, com manifestações magníficas dando suportes de qualidades da sua harmonia, tirando a individualidade nas ajudas que devem ser recíprocas e verdadeiras na sociedade em que vivemos. Lamentar que os artifícios das incompreensões humanas vivessem inesperadamente nas patologias mentais de seres humanos, pouco vale. É preciso a sustentabilidade das nossas boas ações no sentido de fazer a nossa parte salutar que traga sustento ao Universo do qual nascemos e vivemos.

Na prestação de serviços e pela tecnologia assistiva, podemos verificar as diferenças entre dependência e independência, quando vemos mais ainda, muitas pessoas sem deficiências físicas nada fazer em beneficio da sociedade em que vive! É muito significante quando podemos observar a salutar vida de pessoas que alcançam o milagre da independência física. E assim como exemplo, verificamos quantos atletas em diversas modalidades de esportes, profissionais liberais, administradores de empresas, e em outras atividades, estão tendo continuidade em sua vida trabalhando e trazendo benefícios para si e para o mundo. :: LEIA MAIS »

ROBERT LIRA EM MAIS UMA PRODUÇÃO DE SUCESSO

Tutorial da AREZZO e Débora Lofty.

Vamos abusar nesta Estação? Está tudo aqui:

Poá, couro, vinil, espamba..vamos arrasar?

Vamos fazer o seu tutorial?

Contato: 73991595173 Robert Lira





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia