Ações da Prefeitura de Ilhéus


Diversas obras realizadas em Ilhéus vão melhorar a qualidade de vida da população
Entidades de assistência social têm até dia 29 para realizar recadastramento
Ação comemora dia do dentista em Ilhéus
Prossegue em Ilhéus trabalho para avaliar a qualidade da água das praias

Diversas obras realizadas em Ilhéus vão melhorar a qualidade de vida da população

Em parceria com os governos federal e estadual, um conjunto de obras de infraestrutura se encontra em execução no município de Ilhéus. Na sua maioria, são intervenções voltadas para aumentar o número de habitações populares, aperfeiçoar a estrutura física da rede municipal de ensino e melhorar a vida das pessoas que residem nos morros. Os recursos, que também estão sendo utilizados para melhorar o aspecto visual de Ilhéus chegam aos 100 milhões de reais.

Entre as obras emergenciais destacam-se a pavimentação e a recomposição da drenagem pluvial da avenida Itabuna, a limpeza e a desobstrução do canal do bairro Teotônio Vilela e as obras de infraestrutura em vários altos, envolvendo pavimentação, contenção de encostas e construção de rampas e escadarias. Na seara educacional, além da restauração de diversas unidades escolares, várias escolas estão sendo beneficiadas por serviços de manutenção corretiva e preventiva, como o IME, Pequeno Príncipe, Themístocles Andrade, Paulo Freire e Perpétua Marques.

Já no que concerne à construção de moradias populares três projetos estão em andamento. No projeto “Minha casa, minha vida”, com conclusão prevista para o próximo ano, 1.276 habitações deverão ser erguidas, beneficiando mais de 5 mil ilheenses. As obras, que se encontram em ritmo acelerado no quilômetro 5 da rodovia Jorge Amado, nas proximidades do bairro Banco da Vitória, vão gerar três condomínios: o Morada das Brisas, com 496 unidades, o Morada das Águas, com 488 e o Moradas do Porto, com 292.

Ainda na área das moradias populares, o município também está sendo beneficiado com a construção de 272 casas no bairro Teotônio Vilela, visando beneficiar famílias que vivem em áreas de risco e de preservação permanente. O projeto, que já possui 45% da obra concluída, promove intervenções estruturais, como água, esgoto, contenção de encostas, edificação de ciclovia e pavimentação de ruas. Outro trabalho em andamento é o Habitar Brasil, que agiliza a construção de mais de 126 casas, acompanhada de pavimentação, instalação de energia elétrica, equipamentos de lazer e recuperação de áreas degradadas.

Outras intervenções – Um serviço de drenagem pluvial e restauração de pavimentação se encontra em curso na avenida Soares Lopes, ruas Osvaldo Cruz e Vereador Marcus Paiva. No alto Boa Vista (Pacheco), a prefeitura executa drenagem pluvial, contenção de encostas e pavimentação em paralelos. Já na zona sul, com recursos federais, o projeto Orla Sul promove a drenagem, urbanização e revitalização do trecho entre o quilômetro zero da rodovia Ilhéus/Canavieiras até o loteamento da Ceplus. Tudo isso sem falar na recuperação e construção de praças, como a praça Ruy Barbosa e a recomposição da pavimentação asfáltica de diversas ruas de Ilhéus.

Entidades de assistência social têm até dia 29 para realizar recadastramento

Os conselhos municipais de Assistência Social e da Criança e do Adolescente promovem até esta sexta-feira (29) o recadastramento das entidades que prestam serviços na área de assistencial social em Ilhéus. Os interessados devem comparecer ao 1º andar do Anexo de Secretarias (rua Santos Dumont, centro), das 8 às 14 horas, para realizar o procedimento. Além de ter acesso ao número de instituições que prestam serviço nessa área, o recadastramento ainda tem o objetivo de acompanhar a atuação e regularizar a documentação das entidades.

No caso das entidades já cadastradas é necessário apresentar estatuto, ata da atual diretoria, relatório das atividades de 2009, plano de ação 2010-2011, entre outros documentos. Já para as entidades que ainda não possuem cadastro nos conselhos é preciso levar duas cópias da ata de fundação, CNPJ e estatuto da diretoria. Informações adicionais podem ser obtidas através do telefone (73) 3234-3613.

Cadastrada, a entidade está apta a participar de ações e programas desenvolvidos pela secretaria municipal de Assistência e Trabalho, em parceria com os governos estadual e federal. Uma dessas é o programa Nossa Sopa, que beneficia mais de 1.200 pessoas todos os meses em Ilhéus. De acordo com o coordenador do programa, Marcos Marion, o programa é voltado para pessoas com carência nutricional imediata e além da distribuição de sopas, realiza o acompanhamento nutricional de cada beneficiado. “Atualmente, três entidades recebem semanalmente 30 pacotes de sopa. A cada seis meses, outras entidades passam a participar do programa, garantindo mais contemplados”.

O programa Leite Fome Zero também é iniciativa que conta com o apoio do governo municipal e leva 1.252 litros de leite diariamente para crianças de 2 a 7 anos que estudam em 42 unidades escolares e creches da rede municipal durante 20 dias úteis do mês. O objetivo é incrementar a merenda escolar das crianças.

Marcos Marion afirmou ainda que “por descaso da antiga gestão, Ilhéus foi prejudicado e perdeu grande parte da cota que era destinada para as escolas e creches. Porém, com o empenho do prefeito Newton Lima, o município vem recuperando essa cota, possibilitando uma alimentação mais saudável para cada vez mais crianças”.

Ação comemora dia do dentista em Ilhéus

O dia 25 de outubro é o dia nacional do cirurgião-dentista e para comemorar a data, o departamento de Saúde Bucal da Secretaria da Saúde de Ilhéus realizou um evento nesta segunda-feira (25) na praça J. J. Seabra. Segundo o cirurgião-dentista e coordenador de Prevenção Bucal, Bolívar Landi, a principal proposta desta ação é a divulgar a prevenção do câncer de boca.

Foi oferecido atendimento à população por dentistas para a identificar os sintomas do câncer de boca, além de palestras e cartazes sobre as formas de prevenção e a realização do auto-exame, uma das maneiras de se descobrir possíveis lesões. Foram entregues também panfletos com explicações das etapas do tratamento.

A unidade móvel odontológica (Odontomóvel), que tem a função de levar serviços odontológicos de qualidade e gratuito para bairros e localidades distantes participou da ação realizando excepcionalmente atendimento no centro da cidade. A unidade foi responsável pelos atendimentos de limpeza bucal e profilaxia. Participaram da ação cinco cirurgiões-dentistas que se revezaram nas funções de palestras, atendimentos e esclarecimento de dúvidas dos pacientes.

O câncer de boca é um tipo de enfermidade que geralmente ocorre nos lábios, dentro da boca, na parte posterior da garganta, nas amígdalas ou nas glândulas salivares. Os principais fatores de risco são o tabagismo, o consumo de bebidas alcoólicas associadas ou não a trauma crônico (uso de próteses dentárias mal-ajustadas) ou má higiene oral.

O auto-exame deve ser feito em local bem iluminado, diante do espelho. O objetivo é identificar lesões precursoras do câncer de boca. Devem ser observados sinais como mudança na cor da pele e mucosas, endurecimentos, caroços, feridas, inchações, áreas dormentes, dentes quebrados ou amolecidos e úlcera rasa, indolor e avermelhada. Para prevenir o câncer de lábio deve-se evitar a exposição ao sol sem proteção, manter uma dieta saudável, rica em vegetais e frutas e consultas periódicas ao dentista.

Prossegue em Ilhéus trabalho para avaliar a qualidade da água das praias

Em parceria com a Embasa, a Prefeitura de Ilhéus promoveu mais uma rodada de coleta de material visando identificar os níveis da qualidade da água das praias do município. O secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Freitas, disse que a coleta é feita desde Olivença até as praias localizadas na zona norte. Com a participação de representante do governo, a ação é executada por duas técnicas da Embasa que, após a coleta encaminham o material para o laboratório da empresa.

Júlio Gomes, um dos fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, explica que a ação visa combater a poluição das águas por lançamento irregular de esgotos na rede pluvial. “Em inúmeros casos as pessoas constroem e ao invés de ligar seus esgotos na rede da Embasa realizam o entroncamento na rede de águas pluviais, contribuindo, dessa forma, para um imenso problema ambiental”. Segundo Júlio, a tiragem das amostras deve prosseguir até o fim do ano, quando os resultados serão divulgados, “sendo possível, a partir daí, traçarmos um perfil das águas das praias de Ilhéus”.

O compromisso foi assumido pelo prefeito Newton Lima, durante reunião realizada em maio passado com representantes do Ministério Público, Procuradoria Ambiental de Ilhéus, Embasa, Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) e polícias Militar e Ambiental, dentre diversos outros órgãos. Ainda de acordo com Júlio Gomes, o trabalho leva em consideração desde o controle da emissão de esgotos residenciais, passando pelo tratamento e disposição final dos resíduos, até a verificação da qualidade das águas marinhas.