AÇÕES DA PREFEITURA DE ILHÉUS


Em Ilhéus, temporada de paradas de navios será retomada no dia 1º de dezembro
Equipes de outros estados confirmam presença no torneio de pesca de Ilhéus
Ilhéus realiza projeto de mobilização social contra a dengue
Depois do Triathlon, Ilhéus se prepara agora para a III Corrida Temática Costa do Cacau

***

Em Ilhéus, temporada de paradas de navios será retomada no dia 1º de dezembro

A temporada 2010/2011 de paradas de navios no porto de Ilhéus será retomada no dia 1º de dezembro com a chegada do transatlântico Aidacara. Oficialmente, a nova temporada foi iniciada no dia 12 de outubro, quando o MSC Armonia aportou na cidade trazendo cerca de dois mil cruzeiristas. Até 14 de abril, quando o Aidacara estiver fazendo sua terceira e última visita ao município serão totalizadas 41 paradas, incluindo algumas duplas, que a exemplo dos anos anteriores devem contribuir mais uma vez para promover o aquecimento da economia local, beneficiando lojas, restaurantes e cabanas de praia, além de prestadores de serviços.

No mês passado, em reunião realizada no Palácio Paranaguá, a Secretaria de Turismo apresentou o projeto de receptivo que será oferecido aos cruzeiristas durante as paradas de navios. Entre as novidades, o secretário Paulo Moreira afirmou que os visitantes poderão contar com estande maior, onde será realizada, entre outras coisas, a entrega de folder com os principais pontos turísticos locais. Paulo Moreira disse que “além disso, também teremos um grande mapa da cidade e o trabalho de guia de atendimento, fluente em quatro idiomas, que fornecerá as primeiras informações sobre a história e as principais atrações de Ilhéus”.

Ainda de acordo com Paulo Moreira, o receptivo 2010/2011 conta mais uma vez com a participação de ‘baianas’, ‘nacibs’ e ‘gabrielas’, bem como com a apresentação diária de blocos afro e grupos de capoeira. Outra informação do secretário dá conta de que pela primeira vez na história das paradas de navios em Ilhéus, vans, táxis e locadoras de veículos poderão contar com o suporte de estandes próprios (boxes). “Isso sem falar na utilização de estrutura mínima, que inclui o fornecimento de água, alimentação e outros itens necessários”. Moreira acrescentou que nos dias de navios no porto haverá um preposto da Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito para disciplinar o acesso dos visitantes aos táxis, vans e locadoras de veículos, tornando o processo mais ágil e organizado.

Tarifário – Outra inovação anunciada pelo secretário Paulo Moreira diz respeito à utilização de tarifário que será distribuído ao lado do folder promocional de Ilhéus, preparado especialmente para esta temporada. “Com esse instrumento, todos os cruzeiristas terão a noção de quanto custa cada serviço. Assim, ele saberá, por exemplo, quanto vai gastar em cada deslocamento realizado dentro da cidade”.

Durante cada parada, que normalmente vai das 8 às 18 horas, o turista que chega a Ilhéus por meio dos cruzeiros marítimos gasta em média, US$ 50.00. “A maior parte desse valor é utilizada com transporte, alimentação e compra de souvenires”, noticia o chefe de Serviços Turísticos, Maurício Torres. Já com relação ao destino dos cruzeiristas, Torres informa que em ordem decrescente, os visitantes procuram as praias, o centro histórico e, por último, as fazendas e fábricas de cacau.

Equipes de outros estados confirmam presença no torneio de pesca de Ilhéus

Na reta final para a realização da 27ª edição do Torneio de Pesca da Gabriela, é grande o número de interessados em participar do evento. Nos últimos dias, de acordo com o presidente do Clube de Pesca de Ilhéus (Clupesil), Roberto Cézar Fraga, a procura para formação de equipes cresceu mais de 50%. “Até o momento 20 equipes já garantiram vaga e a tendência é que esse número dobre nesses últimos dias de inscrições“. O evento acontece entre os dias 27 e 28 deste mês, na praia da AABaneb, localizada na rodovia Ilhéus/Canavieiras.

O evento, que integra calendário da Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos, reúne dezenas de pessoas de várias partes do Brasil, como Salvador, Aracajú, Alagoas, Rio de Janeiro, Vitória (ES), além de Ilhéus, Itabuna e de cidades circunvizinhas. O torneio é organizado para comportar até 45 equipes, cada uma delas com três membros. São premiadas as categorias juvenil, máster, sênior, clube, maior peixe, geral e feminino. A duração é de quatro horas, com início no sábado (27), as 13 e término às 17 horas. No domingo (28), às 6 horas e conclusão às 10 horas.

Como o material, os pescadores poderão utilizar vara de pesca de tamanho livre, carretilha ou molinete de qualquer tipo ou procedência, até dois anzóis convencionais de ponta única, linha de até 0,62 mm, chumbada de peso livre, bicheiros e puçás, balde e espera livre. Os pontos serão da ordem de dois pontos para cada peixe, mais um ponto para cada 100 gramas. A pesca será efetuada dentro dos boxes demarcados para a equipe (40 metros), não podendo os concorrentes passar para outro box, mesmo que este esteja desocupado (exceto, por exemplo, para o recolhimento de peças fisgadas, quando todos os demais pescadores deverão facilitar a captura do peixe).

Patrocínios – Além do apoio da Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria do Turismo, o torneio conta com patrocínio do governo da Bahia, BahiaPesca, Bivolt, Backdoor, AmazonBahia, Nova Schin, gráfica e editora Lanna, Ótica Boa Visão, polpa de fruta Sabiá, Vida Medi e Posto 2 de Julho, entre outros. Inscrições (que custam R$ 80,00 por equipe). Informações adicionais podem ser obtidas no site do Clube de Pesca de Ilhéus (www.clupesil.com.br) ou através dos telefones (73) 3231-3321 e 9998-5625.

Ilhéus realiza projeto de mobilização social contra a dengue

A secretaria estadual da Bahia, com o apoio da Fundação Luís Eduardo Magalhães, através do grupo executivo de trabalho contra a dengue, executa na Bahia o projeto de mobilização social para a prevenção e o controle da dengue, que abrange inicialmente os municípios de Ilhéus, Itabuna, Salvador, Teixeira de Freitas, Feira de Santana, Irecê, Guanambi, Jequié, Porto Seguro e Senhor do Bonfim.
O objetivo é envolver a população nas ações contra a dengue e formar articuladores que espalhem essa idéia em suas comunidades. Como primeira etapa do trabalho, representantes e funcionários das secretarias da Saúde dos municípios integrantes participaram de oficina de capacitação realizada na sede da Fundação Luís Eduardo Magalhães, em Salvador.

Mobilização social – A oficina serviu como referencial no desenvolvimento das estratégias de prevenção e controle da dengue. E nos dias de atividade os participantes conheceram o projeto e foram informados sobre o seu papel na rede que está sendo construída. O pessoal capacitado irá coordenar a mobilização social em seus municípios e o trabalho envolve a identificação e formação de líderes comunitários que almejem participar como articuladores da mobilização social nos bairros, construindo de forma participativa o plano de ação do município.

Cada um dos 10 bairros selecionados terá cinco articuladores, totalizando 50 articuladores por município. Em Ilhéus, as coordenadoras e representantes do projeto, Heleny Chaves e a coordenadora-adjunta, Daiane Santos, afirmam que os critérios para a seleção dos bairros foram o alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti e a quantidade de casos notificados de dengue. Os bairros participantes em Ilhéus serão os altos do Coqueiro, do Carvalho, da Boa Vontade e da Soledade, além dos bairros do Basílio, Fundão, Teotônio Vilela, Novo Vilela, Nelson Costa e Nossa Senhora da Vitória.

Ilhéus – A próxima etapa do projeto consiste na visita do grupo às cidades participantes. A visita ao município de Ilhéus será nos dias 29 e 30 deste mês. Durante o dia 29, o grupo realiza visita aos bairros participantes, tanto para fazer um levantamento da situação local, quanto para um primeiro contato com os líderes comunitários.
No dia 30, pela manhã, será realizado um seminário com os agentes comunitários de endemia, com o objetivo de demonstrar a importância do projeto e da colaboração destes profissionais junto à comunidade.

À tarde, serão convidados os órgãos governamentais, empresas, associações, sindicatos e sociedade civil, para compor uma rede de parceiros que ofereça apoio às ações. Neste encontro, será realizada uma apresentação do projeto e das atividades a serem desenvolvidas, demonstrando como essa parceria será realizada durante as ações de mobilização na cidade. Essas reuniões serão realizadas no auditório da Justiça Federal, no centro de Ilhéus.

Todos os dados do projeto serão inseridos no sistema de informação da mobilização social, processo informatizado que permite o acompanhamento das ações em tempo real, a difusão de boas idéias pela rede, divulgação na internet, além da troca de experiências entre os municípios. Para conhecer o projeto e obter maiores informações é só acessar o site: www.bahiacontraadengue.com.

Depois do Triathlon, Ilhéus se prepara agora para a III Corrida Temática Costa do Cacau

Depois do sucesso alcançado pelo Festival Ilhéus de Triathlon, ocorrido no sábado (13), quando centenas de pessoas prestigiaram o evento, o município se prepara agora para receber outra realização esportiva. Programada para o dia 12 de dezembro, pela terceira vez consecutiva, acontece em Ilhéus a Corrida Temática Costa do Cacau. O coordenador e diretor da Costa do Cacau Comunicação e Assessoria, Afonso Maria Zeni, informa que o evento conta com o patrocínio máster da Bahia Mineração e com o apoio da Prefeitura de Ilhéus, Ceplac, Intervig e Easy Turismo, além de vários outros apoiadores e co-patrocinadores.

Com largada prevista para as 8h30min, a corrida terá o seguinte percurso: saída da praça da Catedral São Sebastião, avenida Soares Lopes até a concha acústica, retorno pela própria avenida, contorno pela praça Rui Barbosa, seguindo pela rua coronel Paiva e avenida 2 de Julho, entrando na segunda rua à esquerda em frente ao posto local, sentido Bataclan, seguindo para a praia do Cristo e continuando até a praça da catedral São Sebastião. De acordo com a coordenação serão duas voltas de cinco quilômetros. Ao lado da corrida, também será realizada a III Caminhada Temática Costa do Cacau, em parceria com o Lions Clube de Ilhéus-Centro, Lions Clube de Ilhéus-Norte e Lions Clube de Ilhéus-Pontal. O percurso de 2,5 quilômetros acontece na Soares Lopes, com a inscrição sendo realizada através da entrega de duas quilos de alimentos não perecíveis que serão destinados a instituições sociais.

A inscrição para a corrida rústica pode ser realizada até o dia 8 de dezembro, Loja Costa do Cacau (aeroporto de Ilhéus Jorge Amado) e banca Ilhéus Revista (Largo Cultural). Já a inscrição online pode ser feita no site www.costadocacau.com.br. Além de dois quilos de alimentos não perecíveis a taxa custa 15 reais nos postos fixos e 19 reais através da internet. Já a inscrição para a caminhada temática poderá ser realizada no dia 11 de dezembro (sábado), a partir das 10 horas, na Clínica Unifísio, avenida Soares Lopes, com a entrega de dois quilos de alimentos não perecíveis.

O kit de participação da corrida temática, que pode ser retirado no dia 11 de dezembro, a partir das 10 horas, também na Clínica Unifísio, inclui camiseta, número de peito e chip de cronometragem (que deverá ser amarrado ao cadarço do tênis, sendo obrigatórios o seu uso e a devolução do mesmo ao final da prova). Já os participantes da caminhada, receberão, no ato da inscrição, uma camiseta comemorativa. Além de troféus e medalhas de participação, a corrida temática distribuirá cerca de 8 mil reais em prêmios.

Segundo – A corrida de rua, que cresce a cada ano no Brasil, já o segundo esporte mais praticado no país perdendo apenas para o futebol. Na opinião de Afonso Maria Zeni, o sucesso das edições anteriores da corrida, inclusive com repercussão em mídia nacional, como o Programa ‘Vamos Correr’, da Emissora ESPN/Brasil, deve refletir no aumento de participantes. Como uma modalidade altamente democrática, prossegue o coordenador do evento, “a corrida de rua permite a confraternização esportiva, abrangendo juízes, médicos, empresários, trabalhadores do comércio, funcionários públicos e atletas profissionais e amadores vindos de várias cidades da Bahia (Porto Seguro, Jequié, Camacan e Salvador) e até mesmo, de outros estados, como São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina, entre vários outros”.

A III edição da Corrida Costa do Cacau conta com a aprovação da Federação Bahiana de Atletismo, entidade que destaca o crescimento dos clubes de corrida, formados por profissionais de educação física, com especialidade em atletismo. A organização da prova é feita pela empresa Costa do Cacau Comunicação, que oferece a parte operacional, incluindo kit participação, hidratação e alimentação, além de premiação em dinheiro. Inscrição e outras informações pelo portal www.costadocacau.com.br, com formulário online a partir de 15 de agosto e divulgação posterior dos locais de inscrição. A corrida segue com o regulamento da federação, bem como com o termo de responsabilidade dos atletas, seguro e congresso técnico. O evento já tem como parceiros confirmados a Unifisio, Médico Center, Ilhéus Praia Hotel, Liga de Atletismo de Ilhéus e Associação Itabunense de Atletismo.