Enquete

A Câmara Municipal de Ilhéus proibiu imagens e áudios durante as sessões. Você acha que foi:

Resultados

Loading ... Loading ...
Girando

















































Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia – Força Invicta

07 de Janeiro de 2011

Registramos que, no dia 05 de janeiro do corrente ano, o Presidente da Força Invicta, Maj PM Edmilson, e o Maj PM Hilberto, seu Vice-Presidente, visitaram o Exmº Cel PM Nilton Regis Mascarenhas, Comandante Geral da PMBA, oportunidade em que, dentre outros assuntos, expressaram o sentimento de descontentamento da nossa oficialidade com a não efetivação das promoções dos oficiais, mesmo com a existência de vagas desde o mês de maio do ano passado, num total desrespeito ao calendário das promoções dos Oficiais, previsto no decreto nº 28.792/82, que regulamenta a lei de promoções, em consonância com o art. 122 do Estatuto da PM, bem como com o anexo V da Lei n.º 11.356/09 que fixa o efetivo do Quadro de Oficiais da Polícia Militar para o exercício 2010.

A Força Invicta, atendendo aos reclames dos seus associados, já está solicitando uma audiência com o Exmº Sr. Governador do Estado, autoridade competente para assinatura dos decretos de promoção, a fim de expor esta situação e melhor entender o motivo desta procrastinação em relação a concessão dos nossos direitos.


| Postado em Segurança
Imprimir Imprimir | Enviar Enviar | 2.181 visualizações

Dê seu voto:
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (2 voto(s), média: 4,00 de 5)
Loading ... Loading ...


6 Responses to “Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia – Força Invicta”

  • Isto mostra a forma como o governo trata da questão da segurança em nosso Estado.Humilhando nossos policiais,inclusive,negando os seus direitos assegurados na CF88 bem como na Legislação Castrense.
    Fica a pergunta.Até quando vamos suportar esse desrespeito.
    sigamos em frente,buscando a esferal judicial contra omissões de pessoas inescrupulosa e incompetentes na questão da gestão pública.
    Fica aí o meu protesto.

  • anonimo disse:

    Gostaria de ver esse tipo de postura nas associações de praças (soldados, cabos, sargentos e subtenentes). Trabalho em uma profissão que escolhi por vocação e tenho a obrigação de ser perito em varias especialidades como: psicólogo, juiz de pais, padre, parteiro. Tenho de ser exímio atirador e especialista em direito. Vejo pasmo e sem saber o motivo que leva as nossas associações a fechar os olhos para o descaso do governo do estado em descumprir e negar os direitos de profissionais tão cobrados pela complexidade de suas funções. Um erro de um policial pode causar desde pequenos constrangimentos até a perda de vidas. Apesar de tanta responsabilidade com os direitos individuais dos cidadãos me sinto mais vitima da sociedade que seu algoz. Os poucos e quase inexistentes cursos ministrados para policiais são custeados a muita humilhação e castigos físicos. Somos profissionais que tem seus direitos desrespeitados pelos patrões, com entidades de classes inoperantes para não usar adjetivos desrespeitosos, mas, contudo mais condizentes com a representatividade que infelizmente não é exercida. A Força Invicta (Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia) esta brigando pois os oficiais estão com atraso em suas promoções de pouco mais de seis meses, conheço policiais que é soldado há mais de vinte cinco anos. Como o governo acha que esta valorizando um profissional pagando-o mal, sem respeitar o plano de carreira da classe, fora as mas condições de trabalho.

  • Maria Siuzana disse:

    Deixei o Brasil, por motivo de estar farta de ver nosso Brasil cada vez mais regredido. Leis que benificiam somente os poderosos. Moro,na Suisse à nove anos e por ter me casado com um suiço adquirir à cidadadania Suisse, vejo que à estrutura do Brasil, se estagnou, que tem sido politicamente bem divulgada là fora, como um dos paises em vias de grande desenvolvimento, é uma vergonha saber que o salario de um policial, que é um trabalho de risco intenço, é mal pago, e sei dos perigos que correm e da grande responsabilidades e tambem das puniçoes e humilhações que são impostos, pela hieraquia arcaica de nosso pais. O Governador da Bahia deveria fazer uma viagem e ver às condiçoes de trabalho, e o salario pago em paises europeu. Não é à riqueza de um país que faz o salario, mas à renda bem destribuida. Espero que os governantes do nosso Brasil, diminuam seus grossos sàlariosa e melhore à renfda das classes trabaladora e sofredora que tem o serviço público e tambem de nossa policia Militar. Ao qual tenho muita admiração.Mudar e valorisar!!!!!

  • revoltado disse:

    Total falta de respeito para com a Oficialidade,momento difícil da PM BA….

  • stan disse:

    vejam bem esse dereispeitos com todas patentes da policia vem era herrequero os autos escalões quando os subordinados tinham alguma idéia positiva que era levada ao conhecimento do comandante de uma unidade ou até mesmo ao comando geral e essa idéia despértáva a base governamental o governo então afastava imediatamente o gestor do comando da pm e com isso todos temian retaliações desencorajavam todos os sobordinados mas graças a Deus que os tempos mudaram e alguns oficiais e praças tiveram coragem para expressar os seus comhecimentos e pôr em pratica reenvidicatória claro com disciplina mostrando competencia e seriedade nos tocante aos direitos que lhes é devido vamos unir as nossas forças para alcansarmos os nossos objétivo

  • Repudio a omissão disse:

    uma profunda, radical mudança para melhor na situação dos policiais militares e bombeiros, e que não se limita a salários: deve também abranger melhores armas, equipamentos, fardamentos e veículos, melhores instalações, formação e aperfeiçoamento contínuos – e, claro, avaliações periódicas de desempenho, para premiação e, também, eventuais punições.

Deixe seu comentário

Spam Protection by WP-SpamFree