Diante da suspensão do pagamento dos salários dos professores em greve, inclusive dos oito dias efetivamente trabalhados, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), UESB (Universidade Estadual do Sudoeste), Universidade Estadual da Bahia (UNEB) e UEFS (universidade Estadual de Feira de Santana), pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia, medida extremamente autoritária e incoerente, a direção da CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (Regional Sul da Bahia) expressa total repúdio a tal atitude ao mesmo tempo em que reafirma apoio à luta dos professores, funcionários e estudantes destas instituições de ensino.

Consideramos que o diálogo e o respeito mútuo podem gerar um entendimento no sentido de restabelecer o pleno funcionamento das universidades estaduais da Bahia que precisam de autonomia e democracia para desempenhar dignamente o papel de agentes geradores e reprodutores do conhecimento.

Negociação Já!
Pelo ensino público, gratuito e de qualidade
“Trabalhadores de todos os países, uní-vos!” – Karl Marx

CTB – CENTRAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL