AÇÕES DA PREFEITURA DE ILHÉUS


Alunos de curso de segurança pública participam de operação conjunta com a PM
Sábado é dia de Campeonato Brasileiro de Triathlon em Ilhéus
Prefeitura e Defesa Civil realizam ação preventiva
Projeto de formação em teatro e cidadania será lançado em Ilhéus no dia 1º de julho
Prefeitura revitaliza praças e melhora aspecto visual

***

Alunos de curso de segurança pública participam de operação conjunta com a PM

Um total de 80 guardas municipais – alunos do curso de formação em segurança pública promovido em parceria entre o Instituto de Promoção da Segurança Pública Municipal (Prosem) e Prefeitura Municipal – participou, na tarde da última sexta-feira (27) de uma operação conjunta com policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Cacaueira). A ação foi simultânea e realizada em dois pontos da cidade: no distrito Industrial, no bairro do Iguape e no entorno da Central de Abastecimento do Malhado.

No Distrito Industrial, o grupo realizou abordagem a veículos e orientações à população. Segundo explicou o coordenador do curso em Ilhéus, Glauber Guirra, a operação também teve caráter preventivo e corresponde a parte prática de algumas disciplinas ministradas no curso como “ordenamento de trânsito” e “Abordagem”. Já na Central de Abastecimento, a ação teve como foco a observação do espaço público e atividades de preservação ambiental. Foram realizadas entrevistas com a população do entorno, objetivando um levantamento dos crimes ambientais mais frequentes naquela área e as principais necessidades urbanas do local.

A operação foi denominada Sangue Azul, uma referência à farda dos guardas municipais e ainda na opinião de Glauber Guirra demonstra a integração dos guardas municipais com os órgãos de segurança pública, a exemplo da Cipe-Cacaueira, e com a comunidade. “A capacitação vem sendo de extrema importância para que os guardas municipais possam atuar como agentes de segurança pública, auxiliando de maneira mais efetiva na segurança no município”.

As aulas são ministradas por técnicos do Instituto Prosem e são realizadas na Fundação Cultural e também na Cipe, onde as turmas, com cerca de 40 alunos, cada, recebem aulas teóricas e práticas. Durante a formação, que teve início no dia 14 de março e segue até o próximo dia 8, os guardas municipais terão aulas de defesa pessoal, técnicas de abordagem, uso legal e progressivo da força, primeiros socorros, segurança patrimonial, além de participar de simulações em vias públicas, entre outras disciplinas.

A capacitação é realizada por meio de um convênio entre o governo municipal e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), que garantiu a liberação de recursos na ordem de R$ 680 mil, voltados para a aquisição de veículos e equipamentos, realização de diagnóstico para a formação do Plano Municipal de Segurança Pública e curso de formação de Segurança Pública para os guardas municipais. O curso está embasado na matriz curricular proposta pela Senasp e disponibilizado gratuitamente aos guardas, que recebem fardamento e material didático, além de certificado, no final do curso.

Sábado é dia de Campeonato Brasileiro de Triathlon em Ilhéus

Boa parte da estrutura da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Triathlon Olímpico, que acontece em Ilhéus neste sábado (4), ficará pronta até quarta-feira (1º). A informação é do secretário municipal de Turismo, Paulo Moreira, que acrescenta que 45 atletas já estão na cidade para treinar e fazer o reconhecimento do circuito. Ainda de acordo com Moreira, entre vários outros itens, a estrutura inclui a montagem de arquibancada, pódio, palanque e estandes de hidratação e atendimento médico, além de um pavilhão de sucos e frutas.

De acordo com os organizadores, postos de atendimento médico serão instalados em pontos chaves do percurso e estarão sempre à disposição de atletas e do público em geral. Além disso, mudanças serão implementadas na área de transição, que ficará na praia do Cristo, com afastamento da estrutura em relação à areia, permitindo, assim, que o público consiga fluir no sentido Dois de Julho/Catedral de São Sebastião sem a necessidade de utilização da pista do circuito. “No entanto, aqueles que desejarem chegar à área de transição devem fazê-lo antes da largada, que acontece por volta das 13 horas”, chama atenção o superintendente de esportes, Alberto Kruschewsky. Até o momento, cerca de 160 atletas já se encontram inscritos para a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Triathlon.

A prova, que utilizará a Praia do Cristo, a avenida Soares Lopes e a avenida Dois de Julho, terá percurso de 1.500 metros de natação, 40 quilômetros de ciclismo e 10 quilômetros de corrida. A expectativa é de que a etapa, que oferecerá R$ 8 mil aos cinco primeiros colocados (masculino e feminino), consiga atrair centenas de atletas.

Hotéis e pousadas – Para a realização do certame, que recoloca o município na rota dos grandes eventos esportivos nacionais, o governo municipal definiu a adoção de diversas medidas, como o recapeamento do percurso, a abertura de postos médicos, o fechamento do tráfego, o disciplinamento de entrada e saída de pessoas, e a instalação de palco, grades e arquibancadas. “Em função da importância desse evento, capaz de atrair esportistas e desportistas de todo o Brasil, não podemos esquecer o incremento na ocupação de hotéis e pousadas”, diz Paulo Moreira.

O congresso técnico será realizado no dia 3 de junho, no Opaba Hotel, na rodovia Ilhéus/Canavieiras. Para os atletas da elite, o congresso começará às 18 horas, enquanto que, para os atletas das respectivas categorias, por volta das 18h30min. A entrega de kits será realizada a partir das 16 horas no mesmo dia e local do congresso. O evento é resultado de uma parceria envolvendo a Federação Baiana (Febatri), Confederação Brasileira (CBTri), Bahiatursa e Prefeitura Municipal de Ilhéus, através da Secretaria de Turismo e Superintendência Municipal de Esportes.

Prefeitura e Defesa Civil realizam ação preventiva

Na última semana a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano realizou a demolição de uma marquise localizada na rua Nossa Senhora Aparecida, bairro Malhado. Em péssimas condições, a marquise faz parte de um prédio e vinha oferecendo riscos aos pedestres. Solicitada depois de pedido feitos dos moradores do local, a operação foi acompanhada pelo coordenador da Defesa Civil de Ilhéus, engenheiro Plínio da Hora.

Segundo explicou Plínio da Hora, a construção oferecia risco eminente de desabar, o que foi determinante para realizar a preventiva demolição da marquise. O proprietário do local já havia sido notificado, porém, a secretaria, junto com a defesa civil, ambas motivadas pelo apelo da população do entorno, entendeu que a demolição imediata seria a melhor forma de evitar possíveis acidentes e maiores prejuízos tanto para a população quanto para o proprietário do imóvel.

Também no Malhado, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano notificou um outro imóvel, que também possui marquise com as mesmas características. “O trabalho preventivo vem sendo prioridade visando evitar, principalmente, acidentes de qualquer ordem”, explicou o responsável pela pasta, Carlos Freitas.

Projeto de formação em teatro e cidadania será lançado em Ilhéus no dia 1º de julho

O projeto Forteatro-Sul (Formação em Teatro e Cidadania do Litoral Sul da Bahia) será lançado em Ilhéus no próximo dia 1º de julho, na sede da Sociedade Filarmônica Capitania dos Ilhéos, sediada no bairro Nelson Costa, na zona Sul da cidade. Criado e realizado pela própria Sociedade Filarmônica, o objetivo central do projeto é promover formação em teatro e cidadania. A iniciativa, que possui apoio cultural da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e do Fórum de Agentes Empreendedores e Gestores Culturais do Litoral Sul da Bahia (Faeg Sul), será financiada pelo Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Cultura e Secretaria da Fazenda.

Composto por seis etapas que também serão desenvolvidas em outros 16 municípios do Território Litoral Sul, o projeto durará três dias em cada cidade. A Etapa 1 consiste no Projeto Piloto, programado para o bairro Nelson Costa, com a participação de 120 alunos, selecionados entre estudantes e membros de grupos culturais.

A Etapa 2 contará com a realização de várias oficinas, entre as quais as de interpretação, cenografia, música de cena, produção cultural, iluminação e maquiagem. Já a Etapa 3 implicará na montagem de um espetáculo baseado no resultado das oficinas, tendo como pano de fundo a história do município. Por sua vez, a Etapa 4 dará ênfase ao processo de gestão, estimulando a criação de novos grupos ou o fortalecimento dos existentes, que serão acompanhados durante um ano.

Por fim, a Etapa 5 será marcada pela apresentação do espetáculo “Teodorico Majestade”, do grupo Teatro Popular de Ilhéus. A proposta é abrir um canal de diálogo entre o elenco com os alunos do Forteatro-Sul. Concluindo o trabalho, haverá ainda a Mostra Litoral Sul de Teatro Amador, esforço que terá a participação de, pelo menos, um grupo de cada uma das dezessete cidades envolvidas em todo o Projeto.

Estimular – Para Anderson de Melo, representante da Secretaria de Cultura no Território Sul, o Forteatro-Sul será um marco no desenvolvimento cultural do Território, “uma vez que os espaços de discussão que serão criados e fomentados a partir dele poderão estimular a organização e a participação social no campo da cultura”, acrescenta.

O coordenador pedagógico do projeto, Pawlo Cidade, enfatiza que o teatro é um instrumento de reconstrução, cidadania e transformação social: “Queremos o teatro como meio e não como um fim em si mesmo. O Teatro como espaço de diálogo, de debate e descobertas. O Forteatro-Sul é um conjunto de tudo isso”, comenta.

Já o coordenador técnico do trabalho e diretor da Filarmônica Capitania dos Ilhéos, Letto Nicolau, chama atenção para o fato de que, pela primeira vez, “um projeto desta amplitude é proposto e executado por empreendedores culturais do próprio Território de Identidade”. Na visão dele, “a utilização do teatro como prática educacional, o fortalecimento da história do município, a promoção da arte e da cidadania, a aprendizagem de uma profissão, a prevenção às drogas e combate à ociosidade, a descoberta de novos talentos e a multiplicação da metodologia em grupos são alguns dos benefícios que terão as cidades participantes com o recebimento do Forteatro”.

Prefeitura revitaliza praças e melhora aspecto visual

ASecretaria de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura de Ilhéusrealizou novas intervenções empontos distintosda cidade. Uma equipe revitaliza a praça do largo da avenida Belmonte, com ações voltadas para assentar novos bancos de praças no local, pinturaem todo o espaço eno final vai colocar plantas que ajudarão a compor a sua ornamentação.

Já na praça de São João Batista, no bairro do Pontal, foi feita a poda em algumas árvores.Ea rua Guanabara também foi beneficiada com a retirada de lixo que era depositado e no local vai ser construída uma praça. O secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Freitas, garantiu que todo o projeto é supervisionado pelo pessoal da secretaria, responsável pela manutenção de praças e jardins do município.

O secretário de Desenvolvimento Urbanoinformou que a força-tarefa faz poda em árvores que atrapalham a passagem de veículos e de pedestres ou que possam criar empecilhosem outras atividades do cotidiano necessárias ao desenvolvimento da cidade. Carlos Freitas contou que intervenções idênticas foram aplicadas em duas árvores do bairroHernani Sá (ex-Urbis) e na rua Tobias Barreto.

Rodovia Ilhéus-Canavieiras – Após concluir estas ações no bairro Hernani Sá as frentes de trabalho foram estendidas até a rodovia Ilhéus-Canavieiras e chegaramainda aos bairros Sapetinga e Nelson Costa. Carlos Freitas explicou que as podas parciais foram aplicadas para possibilitar um melhor aspecto visual e na passagem de carros de grande porte.