Clique para AMPLIAR.

A comissão que executa o programa “O MP e os Objetivos do Milênio” em Ilhéus realizou na manhã desta terça-feira (04) visita a duas escolas da rede municipal de ensino: a Escola Pólo Nossa Senhora das Neves (Aritaguá I), na localidade rural de São José e no Grupo Escolar do Iguape. Coordenada pela promotora de Justiça, Karina Cherubini, a ação tem como principal objetivo fiscalizar a gestão das verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), com ênfase nos 40% destinados à manutenção e desenvolvimento do ensino.

Com um total de aproximadamente 900 alunos, a Escola pólo N.S da Neves foi a primeira a ser visitada. Equipes do Corpo de Bombeiros, do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea-Ba), Vigilância Sanitária, Associação de Professores Profissionais de Ilhéus (APPI) e dos conselhos municipais de Educação, Saúde, Alimentação Escolar, Transportes, Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) realizaram a vistoria e munidos de questionários, realizaram pesquisas junto aos funcionários da unidade.

Voltada para atender estudantes de educação infantil, fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) a unidade conta com mais 11 espaços nucleado. De acordo com a secretária municipal de Educação, Lidiney Campos, o governo municipal já finalizou projeto que prevê a ampliação da escola, visando agregar novas salas no espaço da escola sede. “A previsão é que a intervenção seja iniciada no mês de dezembro, durante o período de férias escolares”. Ainda segundo Lidiney Campos, a ampliação da escola seguirá os padrões exigidos pelo Ministério da Educação para as duas creches-escolas que deverão ser construídas em Ilhéus neste mesmo período.

O mesmo procedimento foi executado pela comissão no Grupo Escolar do Iguape, onde estudam cerca de 400 alunos, em turmas de educação infantil e anos iniciais. Desta quarta-feira (05) até a próxima sexta-feira (07) diretores das últimas seis escolas que receberam a visita da comissão participam de encontro com a promotora Karina Cherubini, sempre às 15h, no Instituto Municipal de Ensino (IME) Eusínio Lavigne. “Durante essas reuniões, buscaremos confrontar as informações contidas nos relatórios com as dos representantes das escolas para formar um relatório mais completo, que servirá de base para a solicitação das melhorias, caso seja necessário. Daí, será dado um prazo de 90 dias para que cada unidade se adeque ao que foi pontuado nessas reuniões.