Girando




Busca por Data
outubro 2011
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Dia 14/out/2011

Um Mestre Maçom chamado Luiz Gonzaga

Clique para AMPLIAR.

O Rei do Baião, Luiz Gonzaga, Pernambucano de Exu-PE, viu a Luz na Maçonaria no dia 03 de abril de 1971, na Augusta e Respeitável Loja Simbólica Paranapuan nº 1477, Oriente da Ilha do Governador – RJ, do Rito Moderno ou Francês.

No dia 14 de dezembro de 1971, foi Elevado ao Grau de Companheiro Maçom e no dia 05 de dezembro de 1973, foi Exaltado ao Grau de Mestre.

Nos Graus Filosóficos, foi Iniciado no Grau 04 em 10 de agosto de 1984, no Sublime Capítulo Paranapuan, jurisdicionado ao Supremo Conselho do Brasil do Rito Moderno.

A música Acácia Amarela foi composta em 1981; o Irmão Luiz Gonzaga achou oportuno fazer uma homenagem a Maçonaria e elaborou a letra e o tema musical.

O Irmão Orlando Silveira deu algumas sugestões e harmonizou a melodia. Encerrado os trabalhos a música foi incluída no CD “O Eterno Cantador” do selo BMG-RCA, com arranjo de Orlando Silveira e vocal de Luiz Gonzaga.


Colaboraram nessa pesquisa os seguintes Maçons:
Antonio Profeta; Charles ; Enault Freitas; Sergio Elvis.

Governo apresenta Porto Sul para mídia baiana

Governo apresenta Porto Sul para mídia baiana (Foto: Filipe Nobre).

Com objetivo de apresentar o projeto Porto Sul para a mídia baiana, a chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Eva Chiavon, o secretário da Indústria Naval e Portuária, Carlos Costa e o chefe de gabinete da Secretaria de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, receberam, na manhã desde sexta-feira (14), na Governadoria, diretores e equipes de reportagem dos veículos de comunicação da Bahia.

Dúvidas em relação à modelagem, viabilidade econômica, os impactos ambientais e sociais e as ações mitigatórias previstas foram esclarecidas. Segundo a secretária Eva Chiavon, a construção do Porto Sul representa não apenas a oportunidade de dotar o interior do Estado de uma grande estrutura de transportes, mas também a chance de viabilizar novas políticas públicas. “O avanço que o Porto Sul representa, através de sua conexão com a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), é extremamente positivo para a logística de escoamento da produção agro mineral da Bahia”, disse. “Juntamente com uma ferrovia e um porto, são necessárias políticas públicas”, frisou, completando: “Nossa proposta é descentralizar o desenvolvimento do estado, levando para o sul uma estrutura que transformará economicamente aquela região, beneficiando comunidades na área de influência do projeto, com implantação de novas indústrias, melhorias na infra-estrutura, saúde, educação, habitação, saneamento, emprego e qualificação de mão-de-obra”.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Ilhéus (Ba) / 28º TORNEIO DE PESCA DA GABRIELA

Clique para AMPLIAR.


Clique para AMPLIAR.


Clique para AMPLIAR.

Marli Gonçalves em: Tique-taque, tique-taque… E la nave va

Mãos ao alto! Você está sendo roubado, mas o ladrão diz que é bonzinho e tem motivos. Vão nos roubar uma hora, e ela só será devolvida depois que o Carnaval chegar e passar. 60 minutos, 3600 segundos. Como se o nosso tempo, já incontrolável tempo, também estivesse nas mãos de quem detém o poder. Porque essa tão propalada economia não é visível tanto quanto é a mudança nas nossas cabeças?

Tic, Tac, Tique-taque, tic, tic, tic . Como tudo muda, mudam também os nossos relógios nesta vida e nos fazem pensar no inspirador tempo, cantado em versos e prosas demoradas. Só não muda o barulho infernal do relógio que não arrancamos do cérebro. Chegou de novo o horário de verão que acontece na primavera. Mas isso apenas nos torna mais lentos, instáveis, diferentes do sincronismo constante e do barulho irritante do tique-taque que nos leva um pouco de vida e viço diariamente. Pare. Ouça. Está lá: tiquetaque, tic-tac.

O tempo não para, mas o governo resolve ano após ano engatar a marcha-a-ré. O tempo só estanca para quem morre ou parte – e que muitas vezes leva junto o tempo de quem ficou contando minutos para ir também. Tudo tão relativo que deixa atônito quem se atreve a pensar sobre ele, limitado, diferente às vezes – dependendo de onde se está – e ao mesmo tempo tão igual dia após dia.

O rapaz vinha andando tranquilo. Talvez tivesse vivido um bom feriado. Teria ele ganho presente do dia das crianças? Que planos fazia a caminho do trabalho? Um segundo e o tempo dele acabou, quando voou aos ares junto com o restaurante que explodiu no Rio de Janeiro esta semana. Vi e sofri. Me arrependo porque a imagem ficou muito gravada pelos meus olhos. Acabei vendo ainda dezenas de outras vezes pela tevê aquela calçada arborizada, da rua tranquila na sua normalidade de mais um dia carioca. O garoto vinha andando decidido para sentar na sua cadeirinha no banco onde trabalhava, camisa branca (terá sido passada cuidadosamente pela sua mãe naquela manhã?) quando voou e explodiu – dizem, pedaços dele e de tudo foram arremessados a mais de 50 metros de distância. Um segundo, dois, três? Quando visivelmente até as árvores se deslocaram pela explosão ele deve ter achado que era terremoto. Qual foi seu último pensamento, teve tempo?
•| MATÉRIA COMPLETA »

ANTECIPARAM 2 DE NOVEMBRO

Não tem jeito, faltando um ano para as próximas eleições e o rebuliço dos políticos está dando o que falar.

Nesta sexta-feira, numa reunião meio etílica, entre um e outro assunto, a conversa não poderia deixar de ser política.

Lá pras tantas, vários nomes foram citados, muitas gozações e algumas opiniões de quem fez, de quem não fez nada, de quem deixou mais precatórios, de quem deixou a cidade à míngua, quem tem ficha suja, enfim, de um tudo foi discutido.

Nessas horas todas as opiniões têm que ser ouvidas, mas ninguém saiu zangado ou ofendeu alguém.

Era um bate papo de uma sexta-feira.

Mas vamos aos fatos. Na relação abaixo consta os nomes de pessoas demais conhecidas, principalmente o perfil político.

Fala-se que muitos da dita relação ainda têm pretensões em voltar a comandar os seus municípios, fica a cargo do povo e dos eleitores decidirem a sorte dos mesmos.

Orlando Filho – Buerarema (Macuco).
Gilka Badaró – Itajuípe (minha amiga e colega dos tempos da Escola de Professora Edelvira Pita).
Jabes Ribeiro – Ilhéus (depois da merda em que deixou a cidade, passando o bastão para um maluco das minas gerais e agora o menino do Outeiro de São Sebastião, aparece como salvador da pátria). É mole ou quer mais?
Fernando Gomes – Itabuna (é demais).
Cedraz – Vitória da Conquista.
Armando Uzêda – Ubaitaba.
Zequinha da Mata – Camamú.
Zé Pretinho – Una. (caraca)
Almir Melo – Canavieiras.
Jânio Natal – Porto Seguro.
Paulo Dapé – Eunápolis.
Monalisa – Ibicaraí.

Para governador da Bahia, apareceu um coveiro e indicou Waldir Pires (pqp).

E passando a régua como diz Tom Cana Brava, Collor de Melo (aquilo roxo) para presidente do Brasil (essa foi demais), sai do recinto e mandei todo mundo pra porra.

ZÉCARLOS JUNIOR

1º TORNEIO DE PESCA DE CANAVIEIRAS

Clique para AMPLIAR


Clique para AMPLIAR.

Deputado federal Zezéu Ribeiro (PT) declara apoio à Reorientação da CEPLAC

(E) Zezéu Ribeiro e representantes do Conselho de Entidades Representativas dos Servidores da CEPLAC

O Secretário de Planejamento do governo do Estado da Bahia, deputado federal José Eduardo Ribeiro, Zezéu Ribeiro (PT-BA), em reunião ocorrida no final da tarde dessa quinta (13), no Auditório da Escola Politécnica da Bahia, com os representantes do Conselho de Entidades Representativas dos Servidores da CEPLAC, se dispôs a integrar o batalhão de parlamentares, em apoio ao processo de reorientação da CEPLAC, cujo projeto, em curso na esfera federal (Ministério do Planejamento), necessita concluir seu trâmite até chegar à Casa Civil da Presidência da República.

A reunião fez parte de uma série ocorrida nos últimos dias e visa à arregimentação de forças políticas para formação de um bloco de apoio à reorientação da CEPLAC. Já declararam apoio a esta movimentação os deputados federais, Geraldo Simões e Josias Gomes ambos do PT/BA e conta com a anuência da secretária da Casa Civil do Governo do Estado da Bahia, Eva Maria Chiavon.

“Precisamos dar ênfase ao caráter de como será a nova CEPLAC e seguir alinhados com as políticas públicas do governo Dilma, que tem como objetivo reduzir as desigualdades e a erradicação da pobreza e da miséria. Entendo que não foi boa a quebra do tripé que formava a CEPLAC, por meio da Educação, Pesquisa e Extensão, nós perdemos muito com isso, mas alinhados com as políticas de governo, consolidem a proposta e terão o nosso apoio e, quando necessário, iremos ao governador”, afirmou o Secretário Zezéu Ribeiro.

Visão conceitual afinada

•| MATÉRIA COMPLETA »

Festa das Crianças anima Zona Sul da cidade

Festa das Crianças anima Zona Sul da cidade

Em clima de muita distração e alegria, as comunidades dos bairros Ilhéus II e Nossa Senhora da Vitoria, realizaram na ultima quarta feira, dia 12, juntamente com o vereador Edvaldo Nascimento (Dinho Gás), uma grande festa em comemoração ao Dia das Crianças. A realização ficou por conta das Associações de Moradores dos Bairros Ilhéus II e N. Sr.ª. Vitoria e funcionários do posto de saúde da Família.

Um grande evento foi organizado para todos os baixinhos, esforços e boa vontade das comunidades foram o combustível essencial para o desenvolvimento da festa. Cerca de mil crianças participaram de inúmeras brincadeiras como corridas, dança das cadeiras, cabo de guerra e torneio de futebol masculino e feminino.

Também fizeram parte deste dia de muita descontração um grande banquete com cachorro quente, refrigerantes, doces e guloseimas. Sendo um dia tão especial os presentes não iriam ficar de fora, cerca de mil senhas foram entregues para a alegria dos baixinhos. O evento agradou e encantou a todos os presentes, que de imediato fizeram seus bons e inúmeros comentários sobre a festa e agradeceram ao presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Dinho Gás, que prometeu realizar uma festa ainda melhor no ano seguinte.


A Assessoria de Imprensa da CMI não encaminhou a autoria da foto (como ela própria – AI – exige) por isso a inexistência do crédito.

Itabunense participa de certificação nos Estados Unidos

Equipe de artes marciais do treinamento em Kettlebell, comanda por Phill Ross

O bacharel em Educação Física itabunense João José Rosário participou, no período de 30 de setembro a 2 de outubro, na cidade de Filadélfia, nos Estados Unidos, da certificação em RussiahKettlebellChallenge(RKC). João José foi o único brasileiro residente no Brasil a participar deste evento, que desenvolve técnicas do treinamento de força e condicionamento físico.

Essa certificação em RKC é considerada a mais difícil e rigorosa em todo o mundo, devido aos processos classificatórios, compostos dos testes de força (barra fixa, clean, agachamento, swing, press e snatch), profissionalismo (ética), assimilação e compreensão das técnicas e habilidade pedagógica. O curso foi ministrado pela empresa Dragon DoorPublicationsInc, e contou com a participação do russo Pavel Tsatsouline, considerada a maior autoridade nesse tipo de atividade física.

João José e o russo Pavel Tsatsouline

Segundo João José, okettlebell movimenta todo o corpo exigindo uma constante ativação dos músculos do core (quadril-pelve-lombar, coluna torácica e cervical) além de proporcionar maior flexibilidade, aumento de força, resistência muscular, potência, grande gasto calórico, mecanismos de prevenção de lesões. Ao iniciar um treinamento regular em pouco tempo o praticante já percebe mudanças significativas no corpo.

Usado corretamente se alcança resultados que por outras ferramentas só poderiam ser alcançados com a combinação de outras atividades. João José ressalta que o kettlebell é eficiente quanto aos resultados e seguro em sua prática somente 8,8 por cento dos membros do RussianNational Team e outros times relataram lesões durante treinos ou competições.

Uma bola de ferro parecida com uma bala de canhão com uma alça em cima, o kettlebell é um dos mais efetivos instrumentos para um corpo forte e saudável. Apesar de ser considerada uma novidade há relatos do uso do kettlebell em dicionários russos de 1704. Originalmente contrapeso de balanças em mercados, no final de cada dia de trabalho “as bolas de ferro” eram usados para demonstrações de força, resistência e coordenação.

João José Rosário é bacharel em Educação Física pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) de Itabuna e atualmente desenvolve suas atividades profissionais em Joinville (Santa Catarina). Além de atuar na Academia WS Fitness, é o preparador físico da equipe Júnior Aguiar de MuayThai e MixedMartialArts (MMA), que lidera o ranking brasileiro. Na próxima semana, a equipe participa do campeonato mundial de MuayThai, na Macedônia.

II CONFERÊNCIA LITORAL SUL

Prefeitura Municipal de Ilhéus

Plano emergencial de interdição de tráfego para o Simulado de Incêndio
Mais uma rodada do Campeonato Interbairros de Futebol acontece neste sábado em Ilhéus
Ilhéus sedia o II Congresso Norte/ Nordeste da Micro e Pequena empresa e do Empreendedor Individual
Ilhéus oficializa candidatura à CTS durante realização do V Fórum Regional Copa Bahia 2014
II Campanha de Jejum e Oração em Prol da Família será aberta no próximo dia 22
III Primavera Gospel promove o espetáculo O Som do Coração neste sábado em Ilhéus

•| MATÉRIA COMPLETA »

Empresa Brasil de Comunicação / R2CPRESS – Agência de Notícias

Greve dos bancários segue causando transtornos à população

A Federação Nacional de Bancos e o comando nacional dos bancários retomam na manhã de hoje as negociações salariais.

EBC/Ricardo Araújo

C O N V I T E

Segue anexo convite para o evento QUINTA LEGAL, realizado no auditório da Justiça Federal de Ilhéus, no dia 27 de outubro, às 15h30minh, realizado pelo advogado e professor Luiz Carlos Souza Vasconcelos.
Aproveito a oportunidade para sugerir o evento e lançamento do livro ACESSO À JUSTIÇA, do Juiz Federal Wilson Alves de Souza, como pauta. (Currículo de Dr. Wilson Alves de Souza no convite, em anexo).

Quinta Legal

Em sua nona versão, o evento nasceu em dezembro de 2008, com o objetivo de socializar o conhecimento da área jurídica. Promovido pela Justiça Federal de Ilhéus, tem sempre temas atuais e variados, além de ser uma grande oportunidade para lançamento de livros dos palestrantes, geralmente professores, juízes, promotores, advogados, etc.
A comunidade abraçou a idéia e participa de forma fundamental, lotando o auditório com uma média de 300 pessoas por evento. A entrada do público, que é feita mediante a doação de 1kg de alimento não perecível, cumpre o papel social da instituição.

SIP debate violência contra a imprensa

Relatório dos países serão apresentados na assembleia-geral a partir de domingo; Brasil relata assassinatos, prisões, agressões e casos de censura

Gabriel Manzano / ENVIADO ESPECIAL / LIMA – O Estado de S.Paulo


A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), que reúne cerca de 1.300 jornais, começa nesta sexta-feira, 14, em Lima, a sua 67.ª Assembleia-Geral, marcada por um dado preocupante: 21 jornalistas foram assassinados no exercício da profissão nos últimos seis meses – desde o encontro anterior da entidade em San Diego, nos Estados Unidos.

Veja também:
link Reunião do ano que vem será no Brasil

Esse número torna os cerca de 30 relatórios nacionais – a serem lidos e discutidos a partir do domingo – o item mais importante do encontro, ao qual devem comparecer cerca de 500 editores e jornalistas de 30 países.

O documento sobre o Brasil, a ser apresentado por Paulo de Tarso Nogueira, vice-presidente da Comissão de Liberdade de Imprensa da entidade, deve ser um dos primeiros. Nele, o total de crimes e violações contra a liberdade de imprensa chega a 23. São 4 assassinatos, 2 prisões, 8 agressões e 6 novos casos de censura determinada por juízes de vários Estados do País.

Presidida pelo guatemalteco Gonzalo Marroquín, editor da revista Siglo 21, a assembleia será formalmente aberta apenas na segunda-feira, com um discurso do presidente peruano Ollanta Humala. Desde sua campanha presidencial, e nas decisões como presidente, ele tem defendido, como prometera, a liberdade de expressão no País. Dois ex-chefes de Estado também participarão do encontro – Carlos Mesa, da Bolívia, e Alejandro Toledo, do Peru – para um painel sobre as relações entre jornalismo e política.

Mas outros temas estão no programa dos próximos cinco dias. Os participantes, que divulgam informação para um total de 44 milhões de leitores, do Canadá à Patagonia, vão debater também, em vários painéis, problemas como o papel do celular na criação de novos públicos e novas fontes de receita e mecanismos legais que os governos têm utilizado, em tempos recentes, para pressionar a mídia e criar novas formas de censura.

Programação. Dois momentos “quentes” da agenda devem ocorrer na segunda-feira. No primeiro, o criador do WikiLeaks, Julian Assange, participará por teleconferência de uma discussão sobre sua atuação na divulgação de dados sigilosos de governos.

No www.estadao.com.br

PF prende 11 em operação contra jogo ilegal na Bahia

Pelo menos 11 pessoas foram presas hoje, em Ilhéus, no sul da Bahia, durante a Operação Shutdown, da Polícia Federal. A ação da PF busca a repressão ao jogo ilegal nas cidades da região cacaueira do Estado.

Mais de 125 policiais federais estão cumprindo 25 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão, em residências e estabelecimentos comerciais localizados nos municípios de Ilhéus, Itabuna, Floresta Azul e Canavieiras.

Os investigados pela Operação Shutdown serão indiciados por formação de quadrilha, contrabando ou descaminho e também com base na Lei de Crimes Contra Economia Popular. Somadas, as penas podem chegar a 9 anos de reclusão.

Agência Estado
No A TARDE ON LINE

Páginas: 1 2 Próximas