De: Ricardo gomes
Assunto: SOS Ministerio Publico

Corpo da mensagem:
S.O.S Ministério Publico

Funcionários coagidos por uma certa empresa do pólo de informática de Ilhéus ,recorre ao direito oferecido pela nossa constituição.Por isso temos a certeza de que a justiça irá imperar em nossa cidade de uma forma legal e soberana.
O sindicato da classe distribuiu um folheto onde expressava a convenção deste ano( Acordo firmado entre patrões e sindicato).O folheto noticiava um aumento equivalente de 13% ao piso salarial e alguns benefícios,entre eles uma cesta básica no valor de 195,00 reais,mais um ticket alimentação no valor de 14,00 reais o dia.
O absurdo começa no ponto onde deparamos que somos sujeitados a uma péssima alimentação, onde diariamente presenciamos colegas com fortes dores causadas por infecções intestinais, assim também presenciamos a falta de humanidade dos gerentes com o descaso, sem providências a serem tomadas.
Essa empresa nunca prometeu benefícios (citados na tal convenção), tudo não passa de uma grande mentira, subestimando as leis e órgão do Ministério publico.
O pior foi o constrangimento que passamos ao sermos submetidos a uma severa reclamação da responsável do departamento pessoal desta empresa,onde fomos humilhados ,porque nós funcionários nos dirigirmos a sede do sindicato para levar uma carta onde expressamos ,que não permitimos que descontasse a mensalidade mensal ao sindicato dos nossos salários.
Sabemos que temos o direito de não descontar ,mas somos coagidos ,pois o sindicato não aceitou as cartas .
A empresa nos obrigou com ameaças, não explícitas ,mas sabemos que o pau que dá em Chico não dar em Francisco.Necessitamos de trabalho ainda que seja com salários abaixo das nossas necessidades,por isso pedimos o direito de respostas do Ministério Publico.
Agradeço a oportunidade deste meio de comunicação.


Esta mensagem foi enviada através do formulário de contato do site R2CPRESS | A Letra Fria da Verdade http://www.r2cpress.com.br/v1