Assinatura de Convênio com a Santa Casa-Foto Mary Melgaço

Um convênio que visa garantir a manutenção dos serviços prestados pelo pronto-socorro do Hospital São José foi assinado na manhã desta segunda-feira (5) entre o prefeito de Ilhéus, Newton Lim, e o provedor da Santa Casa de Misericórdia – entidade mantenedora da unidade hospitalar e da Maternidade Santa Helena –, Eusínio Lavigne. A solenidade foi realizada no Palácio Paranaguá e foi também contou com a presença da coordenadora administrativa da Santa Casa, Naide Silveira, e dos secretários municipais, entre eles o responsável pela pasta da Saúde, Alexandre Simões.
Na opinião do secretário Alexandre Simões, a assinatura do contrato para auxílio financeiro vai permitir tanto ao Município como à Santa Casa uma melhor gestão dos recursos, já que o convênio também conta com um plano operativo, um instrumento muito importante regulamentar a parceria e de acompanhamento das metas de avaliação e de atendimento. Já o provedor da Santa Casa de Misericórdia, Eusínio Lavigne, a contratualização vai permitir uma maior abrangência dos serviços prestados pelo pronto-socorro, beneficiando toda a população. A chegada do verão também foi outro ponto destacado pelo provedor Eusínio Lavigne. “O pronto-socorro é reaberto num período em que Ilhéus costuma ter sua população aumentada com a chegada de visitantes”.
O pronto-socorro da unidade voltou a funcionar normalmente na última quinta-feira (1º) após passar um período fechado devido a dificuldades financeiras e dívidas com servidores e fornecedores por parte da Santa Casa de Misericórdia. Para o prefeito Newton Lima, a reabertura do pronto-socorro e a assinatura do convênio consolidam um esforço comum em melhorar a condição dos serviços de saúde prestados à comunidade não só de Ilhéus, assim como de cidades circunvizinhas, além de ajudar a desafogar o atendimento do Hospital Geral Luis Viana Filho.
Após o verão, a unidade de pronto-atendimento daquela unidade hospitalar entrará em reforma durante um período de 60 dias. Graças a outro convênio firmado em outubro deste ano, durante solenidade realizada no Salão Nobre do Palácio Paranaguá, a empresa Bahia Mineração custeará toda a reforma. As obras serão iniciadas em março de 2012 e, segundo explicou Eusínio Lavigne, visam não prejudicar o atendimento aos pacientes durante o verão. Além do custeio das melhorias na infraestrutura do pronto atendimento, a Bahia Mineração se comprometeu em custear a alimentação fornecida a pacientes e funcionários durante o período de um ano.