Festa começou com missa na Basílica de Nossa Senhora da Conceição.
Depois, imagem seguiu na Galeota Gratidão do Povo até a Boa Viagem.

Imagem Bom Jesus dos Navegantes chega ao mar (Foto: Jairo Gonçalves)

A igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia ficou lotada de fiéis que foram à Cidade Baixa, em Salvador, no primeiro dia do ano para homenagear Bom Jesus dos Navegantes. Em uma cerimônia presidida pelo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil Dom Murilo Krieger, os devotos agradeceram bênçãos alcançadas no decorrer de 2011 e aproveitaram o momento para renovar os votos de fé.

Logo após o encerramento da missa, as imagens de Nossa Senhora da Conceição e de Bom Jesus dos Navegantes foram retiradas da igreja e levadas até o 2º Distrito Naval na Capitania dos Portos em uma procissão terrestre. Em seguida, a imagem do Bom Jesus se despede de Nossa Senhora da Conceição e embarca na Galeota Gratidão do Povo, em uma procissão marítima, com destino à Igreja da Boa Viagem.

O transporte realiza três paradas no trajeto pelo mar, sendo uma na praia da Barra, depois no Armazém 2 da Codeba e, por fim, em Monte Serrat. Após a realização do trajeto marítimo, a imagem de Bom Jeusus dos Navegantes participa de uma nova procissão terrestre. Desta vez, ela é levada para o interior da igreja de Boa Viagem, local de onde foi retirada na última quinta-feira (29).


Para realizar o transporte da imagem, são necessários mais de 20 homens que carregam sob os seus ombros o andor com a imagem do grande homenageado do dia. Entre eles, está o atleta de remo Sílvio Farias, que há dois anos participa da procissão. ” Eu acredito muito no poder do Bom Jesus. Depois que comecei a participar da procissão consegui muitas coisas graças a ele. E por ele, hoje estou muito mais voltado para as coisas de Deuas. Ele mudou bastante a minha vida” relata Sívio.

O interesse do atleta pela festa de Bom Jesus é tradição que herdou do pai. Segundo ele, o mesmo integra a “Equipe da Praia”, como é conhecido o grupo de homens que transporta a imagem, há 22 anos e ele sempre teve vontade de fazer o trajeto. “Pra mim é muito inmportante homenagear Bom Jesus e fazer isso ao lado do meu pai é maravilhoso”.

Entre os muitos fiéis que estiveram na igreja da Conceiçao da Praia, o aposentado Osvaldo Oliveira, 77 anos, frequenta a festa de Bom Jesus há 40 anos, hábito que herdou da mãe quando ainda morava na cidade de Coaraci, no interior da Bahia. Ele ainda relata que através do Bom Jesus alcançou muitas graças, inclusive a cura de uma doença no pulmão. “Eu coloquei minha vida nas mãos dele e disse que estava aqui para servi-lo. Ele me curou”, acredita.

Participar da festa todo ano é um atividade que o aposentado pretende realizar ainda por muitos anos,. “Peço a Deus que ele me conceda a graça de estar aqui [na igreja] por mais 30 anos. E não duvide porque eu posso conseguir. Meu Bom Jesus é poderoso demais”, diz.


No G1 BA