A principal matéria do Jornal A TARDE de hoje, 08.01.2012, tem o título “O Mapa do Emprego na Bahia” e informa que os 50 principais investimentos industriais em implantação no estado devem gerar 27.758 oportunidades de emprego na capital e no interior até 2015, de acordo com protocolos assinados com a Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração..

O interessante é que a reportagem traz notícias sobre o aquecimento do setor automotivo com a geração de mais de mil empregos diretos pela Ford, além da implantação de uma fabrica de motores; informa que o setor de biocombustíveis vai estar em alta com a instalação de duas novas fábricas e deve gerar mais de 3,2 mil empregos para os baianos; que quase 20 novas empresas serão implantadas em Camaçari e outras 5 sofrerão ampliação, e informa também a geração de 50 empregos em Itabuna, tendo em vista a ampliação da Unidade Industrial da Nestlé. No entanto, para nossa estranheza, na matéria, nenhuma referência é feita à instalação ou ampliação de empresas no Pólo de Informática e Eletroeletrônica de Ilhéus, nem aos empreendimentos a serem implantados na nossa ZPE – Zona de Processamento de Exportações.

Trata também a reportagem do “bom momento para a mineração” com investimento de R$ 2 bi pela Bahia Mineração, que espera contratar 1,3 mil pessoas em Caetité, no interior baiano. E aqui, já que a notícia informa sobre vagas a serem geradas até 2015, mais uma vez estranhamos não ser feita nenhuma referência aos empregos a serem gerados por novas indústrias que devem ser atraídas com a implantação do Projeto Porto Sul.

Será que o pessoal do Jornal A Tarde, além de ignorar o Pólo de Informática e a ZPE, deixou de levar em consideração também os novos empreendimentos industriais atraídos pelo Complexo Intermodal Porto Sul? Ou será que Ilhéus não tem mesmo muito a esperar em termos de investimentos em industrialização, até 2015?

Carlos da Silva Mascarenhas

[email protected]