Olá,
Depois de muitas negociações o BARÃO DE POPOFF aceitou dividir o seu acervo com os leitores do R2CPRESS.
Popoff tem a história de Ilhéus em fotografias, recortes, enfim, o que se passou por aqui ele tem. Independente do histórico ilheense povoará a nova coluna do R2CPRESS eventos e ou momentos fora de Ilhéus mas, relacionados (de alguma forma) com seu povo, suas personalidades.
Agradecemos a confiança e temos certeza que os leitores serão presenteados – e com alguns desafios – todas às terças-feiras sempre às 20 horas com boas recordações.
Saúde e Paz …
Grande abraço e fique com DEUS (Sempre!).
Rabat & Banda


CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR

SAPATOS CANOA,
Nesta foto o nosso inesquecível Dr Álvaro Figueiredo exibe os seus SAPATOS CANOA adquirídos nas CASAS ARNALDO … Você sabe o nome dos demais?

DR-ALVARO-FIGUEIREDO-E-OS-SAPATOS-CANOA-COMPRADOS-NAS-CASA-ARNALDO-ANOS-40.jpg

CORAL (ANOS 30)
Você está neste coral ou reconhece alguém nele?
É o coral da Professora Amélia Sá.

Coral da Professora AMÉLIA SÁ nos anos 30

1938 / COLÉGIO DOS MARISTAS (SALVADOR)
Eu, Circélio, Dai Soub, Chão, dentre outros e, aqui, se destaca uma figura nacionalmente conhecida. Você seria capaz de dizer onde o Antonio Carlos Peixoto de Magalhães (ACM) está nessa foto? Duvido. Pode chutar …

COLEGIO DOS MARISTAS SALVADOR ONDE VC VAI VER POPOFF _ CIRCÉLIO_DAI SOUB_JOSE CALDAS CHÃO E ANTONIO CARLOS MAGALHÃES_ACM EM 1938_DOIS_

1906 / ARMAZÉM NO RIO DO BRAÇO

Rio do Braço era entroncamento da estrada de ferro Ilhéus – Conquista. Por isso exitia lá: Delegacia, Correio, Cadeia, Cartório e Cabaré.
Em 1914 veia a guerra, veio a enchente de 14. Coronel Gabino com a crise – pois o cacau caiu para 500 réis – começou a fazer o escambo. Trocar suas mercadorias por cacau pois o dinheiro estava curto. A família dizia: Gabino enloqueceu.
Terminou a guerra em 17 e Gabino estava com 200 mil arrobas em armazéns, à ordem e o cacau, nessa época, foi a 17 mil réis.
Enriqueceu rapidamente com essa operação que, quando iniciada, foi reprovada por familiares.
Eu nasci no Rio do Braço e Gabino era meu avô

Veja, no anúncio publicitário, o que era vendido. Um item vai chamar a sua atenção.

Armazém _1906_do avô de popoff no rio do braço onde popof nasceu_

“BIRIBANO”
Aposto que essa você não sabia.
Você sabia que a palavra BIRIBANO é uma exclusividade da cidade de Ilhéus? e sabe a origem dela?
Fique sabendo.
No porto antigo a madeira usada para essas construções era BIRIBA. Os meninos na época ficavam pulando dessas pontes no rio Cachoeira (bem no centro da cidade). O pessoal passava para o comércio, para o trabalho e via os meninos “desocupados” fazendo as suas estripulias. Aí sentenciavam: são uns biribanos (por conta da biriba) que não querem nada com o trabalho. Daí virou sinônimo de desocupado, de quem não quer nada …

BIRIBANO_ORIGEM DA PALAVRA

VOCÊ ESTÁ AQUI?
Nesta eu estou com a eternamente simpática PROFESSORA BERTA e a foto é do acervo de Ronaldo Policarpo. Estamos na porta do Clube Social de Ilhéus (anos 70/80)

A PROFESSORA É A ETERNA BERTA_ACERVO RONALDO POLICARPO

COMEÇOU CEDO
Por muitos anos o nosso Roberto Rabat foi editor de esportes do DIÁRIO DA TARDE. Vale lembrar que aos 13/14 anos de idade dividia a mesa da Rádio Cultura com Armando Oliveira, Juarez, Ady, Veloso…
Aí está uma lembrança para esse velho repórter voltar no tempo.


Abraços POPOFFIANOS e até terça.