Arestides Baptista | Agência A TARDE

Previsão é que 300 baianas participem da manifestação religiosa

Previsão é que 300 baianas participem da manifestação religiosa

Fiéis celebram o dia do Senhor do Bonfim nesta quinta-feira (12). Desde o início do dia que devotos fazem orações da Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia. Representantes de diferentes religiões chamaram atenção para a importância da paz durante culto ecumênico em frente a igreja.

O padre Valson Santes, vigário da Conceição da Praia disse que hoje é “um dia feliz para todos na Bahia e um momento para acolher a todos” se referindo ao encontro interreligioso.

O representante da Federação Espírita da Bahia, Marcel Mariano, lembrou a tragédia do terremoto no Haiti, que completa hoje dois anos, quando a presidente da Pastoral da Fé, Gilda Arns, morreu.

O vice-prefeito Edvaldo Brito acompanhou o culto ao lado de outras autoridades. O governador Jaques Wagner não estava presente.

Caminhada – Em seguida, foi iniciado o cortejo em direção a Colina Sagrada. Mais de 30 entidades participam da cerimônia, além de 300 baianas. A previsão é que o cortejo chegue por volta de meio-dia na Basílica do Bonfim, quando as escadarias serão lavadas pelas baianas.

A participação dos jegues na festa, que estava ameaçada, foi liberada pela presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), a desembargadora Telma Britto.

Antes do culto ecumênico, atletas participaram da Corrida Sagrada em homenagem ao Senhor do Bomfim.


Da Redação, com informações de Davi Lemos
A TARDE ON LINE