No momento da conversa, gravada à 1h46 de sábado (hora local, 22h46 de sexta-feira em Brasília), o capitão do Costa Concordia já havia deixado o navio. O comandante Gregorio Maria De Falco, da Capitania do Porto de Livorno, ordena que ele volte ao local do naufrágio e informe quantas pessoas precisam de resgate. Schettino tenta se esquivar e irrita a autoridade marítima. “Você está se recusando?”, pergunta De Falco. “Volte a bordo, c***!!”. Segundo a Capitania dos Portos, o comandante foi para um rochedo às 00h30. De acordo com testemunhas, ele não voltou mais ao Costa Concordia para comandar o resgate, que prosseguiu até as 6 horas.