Francisco Viveiros

“Temos total confiança nas instituições baianas e brasileiras. A decisão da Justiça sobre a audiência pública mostra que todas as obrigações legais estão sendo cumpridas pelos parceiros do empreendimento”, destacou o presidente da Bahia Mineração,

Francisco Viveiros. A declaração foi feita após a Justiça Federal de Ilhéus indeferir o pedido do Ministério Público que solicitava a realização de audiências públicas do Ibama em Itacaré e Uruçuca, para a liberação da Licença Ambiental do Porto Sul.

O Governo da Bahia, responsável pela implantação do Porto Sul juntamente com a Bahia Mineração (Bamin), aguarda a decisão do Ibama sobre a licença ambiental, que possibilitará a autorização para o início das obras. O Porto Sul será construído em Aritaguá, litoral norte de Ilhéus, com cais offshore, a 2,5 quilômetros da costa. Os investimentos para a realização da obra são de R$ 3,5 bilhões.