WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus embasa secom bahia


Janeiro 2012
D S T Q Q S S
« dez   fev »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  








A DISCUSSÃO LEVA A TUDO!

De: Leonardo Garcia Diniz
Assunto: A DISCUSSÃO LEVA A TUDO!

Corpo da mensagem:
Senhor – José Carlos Junior,

Sou seu leitor, admirador, e em muitas ocasiões, grande maioria, concordo com seus artigos e cá do meu cantinho o aplaudo; mas, como agora, neste artigo/assunto, em particular, discordo de você em todos os sentidos eu quero me pronunciar.

Primeiro, discordo do seu posicionamento, bombeiro, porque você não vive nem sente na carne, também, não percebe o dilema de quem trabalha, cotidianamente, com os problemas vividos pelo turismo Ilheense. Não labuta, nem mesmo, com coisas correlatas e adjutórias / coadjuvantes para o funcionamento do trade deste abandonado setor de serviços; você não convive com o turista, suficientemente, para saber com exatidão de suas necessidades, muito menos, desilusões – você meu caro, se muito, é turista em outras terras.

Segundo, porque, por outro lado, o SR. não faz parte do governo e muito menos sabe ou entende do que se passa na Administração de uma Secretaria de Turismo de Ilhéus tocada pelo Sr. Paulo Moreira; e, além, muito menos sabe de como o Sr. Paulo Moreira a vem tocando; sabe, menos ainda, das atitudes extras suas funções tomadas contra um trade que ele deveria defender de unhas e dentes, afinal seu cargo existe tão somente por nossa causa; muitas das vezes o cargo é preenchido por indicação apoiada por nós, como é o caso.

O Estado da Bahia, seja lá por que motivos forem, não tem o direito de ignorar a cidade de Ilhéus e isso meu amigo Zé Carlos, pode até não ser para você, mas para o Trade é imperdoável. O trade tem dinheiro demais investido nesta terra para ser ignorado seja lá por quem for, pelo Estado da Bahia ou por sua própria Secretaria de Turismo Local, já que a secretaria se permite dizer ser responsável pelo setor.

Ilhéus, você sabe disso, por sua história e por tudo que já fez pelo seu Estado Mãe, por Jorge Amado que recém fará seu centenário, não deveria ser esquecida da forma que foi, nem por erro de datilografia ou por erro de imprensa, isso não se admite.

Ao se indignar diante do fato, o trade turístico, através de seu Presidente, pressionado que foi para tanto, Ricardo Miyazato, fez uma correspondência, aberta, de desafronta, onde, reclamava e cobrava providencias para a, devida e imediata, reparação do erro. Na oportunidade cobrou-se, concomitantemente, assunto que diz respeito, também, a secretaria de turismo, sobre a quantidade de lixo espalhada pela cidade. Ora!,… esperávamos que a nossa Secretaria de Turismo, via seu secretário, ao ser alertado para o problema, entrasse no circuito, acesso lhe é permitido, para tal, junto aos órgão públicos do Estado, e procedesse de imediato a correção. Ponto final!

Qual não foi a surpresa do Trade, que esperava, unicamente, a reação da sua representante, Secretaria de Turismo, ante o Estado da Bahia para que se corrigisse o erro e se anotasse o nome de Ilhéus no lugar de destaque merecido, quando, recebemos uma correspondência truculenta, grosseira, desprovida de razões e, por cima ameaçadora, tanto ao trade, a Associação de Turismo, quanto em particular ao Presidente da Associação de Turismo Sr. Ricardo.

A obrigação de um secretário de Turismo que se respeita e respeita a sua cidade não é a de fomentar discórdias, discussões, acusações e, muito menos, a de ameaçar empresários e suas empresas. Ao ameaçar o Ricardo, enquanto presidente da ATIL ele ameaçou a nós todos, ao ameaçar o Ricardo citando o Hotel dele, particularmente, ele ameaçou todo os negócios empreendidos em Ilhéus e que são representados pela ATIL.

O Fato aqui Sr. Zé Carlos não é de picuinhas e ou de brigas escolares, aqui se tenta dar cor a uma cidade que tem pretensões em se firmar economicamente no turismo; a seriedade deve ser imposta na medida dos investimentos realizados pelo setor e que rodam, quase sozinhos, a economia da cidade durante vários meses por ano. Os investimentos em construções e no fomento de geração de mão de obra e renda são muito fortes/altos para o Sr. Paulo Moreira se achar no direito de fazer o que fez e muito menos de quem quer que seja fazer piadinhas e ameaças sem abalizar de forma profunda e séria os problemas do setor. Aqui se trabalha sério e dignamente; não é por brincadeira que estamos aqui e nem lidamos com nossos negócios da forma que se lidam com as nossas instituições públicas.

Agradeço sua atenção, sua tentativa de passar panos quentes, mas se tivéssemos um Prefeito que realmente se importasse com a unidade do trade turístico, que se importasse com o nome que Ilhéus construiu desde sua fundação como capitania, este Secretário de Turismo já tinha sido exonerado até mesmo como exemplo as outras cidades e ao Estado da Bahia que se não é o primeiro é o segundo maior pólo Turístico do Brasil.

Ademais, uma Secretaria de Turismo numa cidade voltada economicamente para este setor deveria ter sim prioridades sobre as demais secretarias a fim de poder cobrar iluminação Publica, limpeza pública, Transporte publico, e, pra não espichar mais, cobrar por tudo; o Sr. Paulo Moreira não consegue, pelo visto e sentido, comandar nem mesmo suas emoções quanto mais sua Secretaria. Uma pena!,… visto não ser a primeira vez, mas temos certeza será a ultima.

Agradecemos suas impressões, mas, precisamos que nossas verdades sejam de vez esclarecidas, tanto para o senhor, como para a sociedade que nos lê e quiçá para o prefeito que poderá ser informado sobre o assunto.

Quero-o muito bem, sei de suas boas intenções para com a cidade, das suas sempre bem colocadas opiniões, me desculpe a forma mal organizada e intempestiva de me colocar, mas, meus sentimentos estão turbilhonados pela falta de sensibilidade de Paulo Moreira em lidar com assunto tão importante e sério.

Muito obrigado pelo aparte; espero ter feito todos entenderem meus motivos e os do trade,

Boa Noite!

1 resposta para “A DISCUSSÃO LEVA A TUDO!”

  • Wagner Gentil says:

    Senhores do Trade,

    Estava aqui, sentado, depois de filar um cafezinho ali no Portuga, fumar um cigarrinho, sempre ligado no movimento da praça, pensando em com eu poderia participar com minha humilde cota sobre toda esta discussão.

    Gostaria que alguém ai dentre os Leitores do R2CPRESS me respondessem para que eu não fique com cara de paisagem na hora em que meus bonecos me perguntam e possa, então, mais abalizado, dialogar.

    Os mandatários de Ilhéus sempre acreditaram que nós que somos tidos como gente do “POVÃO” não pensa, mas, para vivermos com o pouco que ganhamos é o que mais sabemos fazer, pensar; principalmente, igual agora, quando tem poucos bonecos procurando taxi, e, dai, haja espera e pensamentos.

    Com todo esse problema envolvendo o trade turístico de Ilhéus eu, também, que faço parte dele e que lido diretamente com o turísta, sempre com o turísta mais elitizado, aquele que só viaja de avião, e que por conta disso é quem pega taxi, pois, o que vem em carro próprio não usa meus serviços, gostaria de repassar algumas perguntas; notem que o que vou perguntar aqui são coisas que eu tento responder a meus bonecos e por mais que eu enrrole não cosigo.

    Peguei uma turista, uma boneca galegona, que mora em São Paulo e que estava hospedada lá no Jardim AtlÂntico, ela, dona de uma agência de turismo reclamava com aspereza; sempre os mesmos papos: Lugar lindo! – povo imundo! – gente hospitaleira! – profissionalismo zero! – Reclamou a galega durante toda a viagem de como era que podia uma cidade como Ilhéus não ter um só panfleto, um folder, um cartaz, nem um chaveirinho, cartão de visita, nada, nada para ela pudesse levar para a agencia dela; ela estava horrorizada com a atenção “zero” que recebeu na Secretaria de Turismo de Ilhéus; que lá ninguém sabia de nadica de nada. Isso é normal ou não? – É isso que os cidadãos Ilheenses esperam ser normal que a nossa Secretaria faça com nossos visitantes?

    Noutras oportunidades pego o pessoal dos navios, no ano passado, acho foi, peguei alguns bonecos que vieram naquele navio que afundou lá na Itália. Pois é esses paasgeiros de Navios também reclamam muito da sujeira, do péssimo atendimento no porto, da falta de serviços profissionais, do mal atidimento das cabanas de praias, e dos mendingos que correm em cima deles pedindo de tudo nas imediações do Teatro e do Vesúvio, e que na verdade se decepcionaram com Ilhéus porque vem eles pensando em encontrar aqui na cidade as belezas narradas por Jorge Amado em seus romances; reclamam até do que acho não ser tão ruim assim que é do quibe do Vesuvio.

    Agora a briga ficou séria, empresários e Secretaria de Turismo não se entendem, os Hoteleiros estão revoltados e preocupados, eu também, e fico daqui me perguntado do porque o nome de Ilhéus ficou de fora da indicação da relação das cidades a serem visitadas durante a copa; eu vos digo, é que estamos acostumados a empurrar as coisas com a barriga, é porque o Prefeito pouco se lixa para a cidade e colocou um agente de turismo como secretário que não tem conhecimento técnico, que não acredita em projetos e nem se cerca de gente competente para fazê-lo. Nunca temos uma programação de nada na área de turismo; Estamos acéfalos para tocar um negócio que se morrer, como o secretário parece querer, mata definitivamente a cidade.

    Será que o prefeito terá a coragem de deixar na frente da secretaria de Turismo de Ilhéus para comandar os festejos do centenário de Jorge Amado um homem que foi capaz de deixar o nome de Ilhéus cair da terceira para a quinta posição no turismo no Estado da Bahia. Se Paulo Moreira continuar lá até o fim deste governo caimos para o 10° lugar e faremos fiasco feio no Centenário de Jorge.

    Sr.Prefeito de Ilhéus seu Governo foi o pior governo para o turismo dos ultimos 20 anos, troque com urgencia este secretário senão seu nome eternamente será lembrado como o prefeito que deixou o Centenário de Jorge Amado acontecer dentro de uma lagoa de lixo, rrevoadas de urubus e buracos nas ruas mais que os de um queijo suiço. Que vergonha!

    Gostaria de perguntar, perguntar não ofende, sei atraves do meu note, com que escreveo agora, que o orçamento do Municipio para o Turismo é de R$ 5.300.000, e bábábá de milhões; gostaria até mesmo para manter meu bonecos informados onde seu Paulo Moreira gasta tanto dinheiro já que rola pela internete que ele não paga ninguem direito e tem muitos artistas rolando pela cidade que levaram um toco.

    Qual produto turistico em Ilhéus, de fato, está formatado?
    Qual, durante todo o tempo que está no governo, a não ser a louca idéia, aquela que virou HIT na net, de fatiar o cristo seu Paulo Moreira contribuiu para com a cidade?

    Precisamos todos perguntar mais, querer saber mais, cobrar mais, participar mais, se quisermos uma cidade “MAIS”

    Espero respostas para meus questionamentos e espero que mais pessoas venham contribuir com suas experiencias.

    Wagner Gentil

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia