Os peliciais tentaram várias vezes definir com o governador da Bahia, Jaques Wagner, prazo para os devidos acertos com a categoria. O governador, segundo as entidades representativas dos policiais, fez pouco caso dos pleitos. A categoria, mobilizada, decidiu pela greve. Assim que a greve foi anunciada um taxista conhecido como CHICO DA PRAÇA foi assassinado. Os taxistas desencadearam uma manifestação que fechou o centro da cidade. Nas palavras de ordem todas as cobranças estão direcionadas para o governador. As palavras são duras como a dor da familia e dos companheiros de trabalho.
As categorias (policiais e taxistas) prometem mais manifestações…
O governador está, politicamente, em situação bastante delicada.