Uma senhora residente em nossa cidade, relatou a nossa reportagem que está muito preocupada com a segurança das pessoas em Ilhéus, e que todos os dias às 5 horas da manhã, vai até o terminal rodoviário de transporte coletivo, no centro da cidade levar o seu filho de 19 anos de idade, para ele pegar o ônibus para sua ida ao trabalho.
Hoje, um homem se aproximou deles e pediu que fosse aberta a mochila do rapaz dizendo que queria olhar o que ele estava levando. Ela não permitiu e falou que seu filho tinha que pegar o ônibus para trabalhar. Ela, desconfiada, pediu a identificação dele, pois ele havia dito que era delegado. Porém, o citado homem disse que não tinha problema e que fossem adiante, pois estavam liberados.
Ela imediatamente foi até a Delegacia de Policia e falou com o delegado de plantão e ele afirmou que existiam alguns prepostos da policia fazendo essas abordagens nas ruas em Ilhéus.
Já pensou com a quantidade de malandros espalhados pelas ruas de Ilhéus, abordar todas as pessoas dessa forma? Pedimos um esclarecimento com mais transparência da nossa policia civil, a fim de evitar dúvidas nessas abordagens.