A Bahia registrou queda de 58,7% nos casos de dengue no início de 2012, segundo relatório do Ministério da Saúde divulgado nesta segunda-feira (13). Foram registrados 2.743 casos da doença, contra 4.669 (2011) entre os dias 1 de janeiro a 11 de fevereiro.

O alerta vermelho de municípios com risco de surto de dengue foi dado em 22 cidades baianas. São elas: Araci, Candeal, Candeias, Conceição do Coité, Guanambi, Ilhéus, Ipirá, Jequié, Madre de Deus, Monte Santo, Presidente Dutra, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Sebastião do Passé, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Uibaí, Valente e Vitória da Conquista.

AÇÕES – Como parte das medidas de combate à dengue, o Ministério da Saúde fez repasse adicional a 1.159 municípios brasileiros de R$ 92,8 milhões para ações de prevenção e controle da doença. O repasse ocorreu no fim de 2011. Também foram adquiridas 2.500 toneladas de larvicidas e 350 mil litros de inseticidas para distribuição aos estados e municípios

O Ministério da Saúde ainda adquiriu 12.717 kits de diagnóstico suficientes para processar mais de um milhão de amostras, intensificou a campanha de prevenção na mídia, disponibilizou no site da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) a atualização do Guia de Manejo e Classificação de Risco do Paciente com Dengue, distribuiu aos estados e municípios 450 mil cartazes da Classificação de Risco do Paciente com Dengue.

MONITORAMENTO – O Ministério da Saúde, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais, desenvolveu em 2011 uma ferramenta que captura na internet rumores relacionados à ocorrência de dengue. Esse sistema  é utilizado de forma complementar ao sistema de vigilância tradicional para alertar os gestores sobre o possível aumento de caso de dengue no município. Estão sendo monitorados, semanalmente, todos os municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes.


Tiago Nunes
No TRIBUNA DA BAHIA