O Conselho Municipal do Meio Ambiente realizou sua 93ª reunião no auditório da Fundação Cultural de Ilhéus. Na pauta, a análise do processo de licenciamento de um empreendimento empresarial da construtora Cicon, a ser construído no bairro Cidade Nova, cuja licença ambiental foi concedida durante plenária. Outro projeto discutido entre os conselheiros foi o referente à fábrica da Cargil, localizada no Polo Industrial, no bairro Iguape.
O secretário municipal de Meio Ambiente e vice-presidente do conselho, Harildon Machado, explicou que a Cargill possuía licenciamento ambiental expedido pelo Governo do Estadual. Porém, ficou a cargo do Conselho Municipal deliberar a cerca de novo licenciamento, já que o Estado concedeu a Ilhéus o nível máximo para deliberar o licenciamento ambiental de empreendimentos de grande porte e/ou de grande impacto, conhecido como nível 3. Após um dos integrantes do conselho pedir vistas ao processo, a decisão foi transferida para a próxima reunião, prevista para o dia 12 de março.
Ainda durante a reunião, o conselheiro José Nazal Soub apresentou os últimos avanços dos estudos realizados junto à Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais do Estado da Bahia (SEI) nos municípios de Ilhéus, Itabuna e Uruçuca, visando definir novos limites territoriais. Nazal acredita que haverá mudanças nos limites das cidades em questão. “Os representantes de cada município estão participando ativamente do processo de redefinição e todos estão empenhados a chegar num consenso justo”. Após a fase de campo, a análise segue para a etapa de compilação dos dados.