WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


outubro 2012
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  






:: 27/out/2012 . 21:03

Hans Schaeppi em H O T E L A R I A E T U R I S M O

por Hans  Schaeppi

Hans Schaeppi

Hans Schaeppi

H O T E L A R I A

       A taxa de ocupação dos hotéis, pousadas e albergues de Salvador e Itararé, caíram respectivamente de 13,8% e 12,1%  no período de 2009 a 2011, segundo dados da Federação do Comércio do Estado da Bahia (FECOMÉRCIO). Enquanto isso, outras cidades do interior cresceram, como Lençóis (117%); Mata de São João (57,2%); Porto seguro (31,3%); Morro de São Paulo (11,2%);  e Guarajuba (5,72%). Segundo o parecer do coordenador da CET, setor encarregado da pesquisa, Salvador está perdendo espaço, principalmente devido ao mau desempenho do segmento turístico de lazer.  Segundo ele, faltam produtos turísticos de destaque, pois praia e sol sempre foi o destaque da capital, mas hoje as praias se encontram ao léu, cheia de ambulantes e sujas. Dados da Bancorbrás mostram que Fortaleza ultrapassou Salvador nos últimos 12 meses.

ITACARÉ

       A queda da ocupação de pousadas e hotéis em Itararé já era esperada, pois a cidade teve uma subida muito rápida, atraída pelos bons resorts, algumas praias; e pela prática de esportes náuticos como surf, canoagem e outros, que consegue atrair turistas jovens, em busca de aventura. A cidade em si, não tem muito o que mostrar; e a tendência dos turistas propriamente ditos, é de se afastar, querendo mais.

ILHÉUS

       Ilhéus não foi citada na pesquisa, mas se o fosse também mostraria que teve queda. Apesar de possuir atrativos, como 86 quilômetros de praias, Lagoa Encantada, Rio do Engenho, Olivença, Baía do Pontal, Centro de Convenções, Teatro, Ceplac, fazendas de cacau, bons resorts e hotéis; mas, parece que se esqueceu de formatar esses produtos; e de promovê-los. Por outro lado, ruas, praias e avenidas sujas, esburacadas e mal iluminadas, têm ajudado a afastar os turistas. “Uma cidade que não é boa para o cidadão, não é boa para o turista”. Uma pena…

HOMENAGEM A EDMUNDO

:: LEIA MAIS »

PSICOMUNDO <> APAGÃO NA BAHIA DE TODOS NÓS

Vários Estados do Nordeste em nosso País foram afetados desde o final da noite de quinta-feira (25), perdurando pela madrugada da sexta-feira (26), continuando a Bahia num visível abandono, deixando qualquer baiano, pensativo e imaginando a quem pedir as necessárias providências para que sejam sanadas tantas irregularidades administrativas.

Bastante patética a análise do ministro interino Márcio Zimmermann (Minas e Energia) admitindo nesta sexta-feira (26) que não é normal que falhas no fornecimento de energia
ocorram repetidamente no país. Apagão atingiu também na Bahia a Embasa, Hemoba, SAC e o funcionamento de outros serviços essenciais ao atendimento público.

Segundo notícias veiculadas nos meios de comunicações, o apagão que afetou os nove estados do Nordeste e parte do Pará, Tocantins e Distrito Federal. Foram atingidos os estados da Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Alagoas, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, além de parte do Pará, Tocantins e Distrito Federal.

A população de comerciantes de Salvador sofreu e amargou enormes prejuízos com a perda de vendas devido ao apagão. Pensando bem, não entendemos que nesse momento de desarmonia de forma geral que foram causados aos comerciantes e clientes, muitos gente se aproveitando da situação, ficou constatados os calotes praticados por certas pessoas que estavam sendo servidos nessas casas, e após tal inconsequente incidentes, alguns indivíduos, infelizmente sairão de fininho, pois não eram frequentadores habituais, então jamais seriam posteriormente reconhecidas!

:: LEIA MAIS »

Alfredo Amorim da Silveira em: Contra FOTO não há argumento

Estranhos veículos antigos


Para ver em TELA CHEIA clique onde estão as 4 setinhas (lado direito).


Enviada por Risomar Lima.

Abrigo São Vicente / Eduardo Chalhoub

O Abrigo São Vicente de Paulo de Ilhéus solidariza-se com a família Chalhoub pela perda de um ente tão querido não só dela, mas de toda sociedade ilheense, pelo seu dinamismo social visando somente ajudar, colaborar, proporcionando ao outro – mais carente – alegria e bem- estar.Fica uma lacuna não só no Lions, mas em todas as instituições por onde Eduardo Chalhoub passou e deixou seu toque de amor ao próximo, carinho, humanidade, determinação e perseverança. Temos certeza que estás nos braços de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Diretoria do Abrigo

Nenhum laço foi cortado

Walmir Rosario / Foto by Waldir Gomes

Walmir Rosario / Foto by Waldir Gomes

Nestes últimos cinco anos o município de Ilhéus vem passando por um período de pobreza extrema. Não sei se é justo comparar, mas lembra muito a crise desencadeada pela introdução da vassoura-de-bruxa na região cacaueira da Bahia. Só que desta vez a miséria não reinou absoluta como antes, maltratando perversamente todos os segmentos da economia regional, mas atingindo diretamente o setor público, responsável pelo desenvolvimento social da comunidade.

E Ilhéus reunia todas as condições econômicas e políticas para se transformar na “bola da vez” do Sul da Bahia, voltando a desfrutar do título de “Princesinha do Sul”, da época dos coronéis do cacau, quando esbanjava riqueza, histórias e estórias. Pasmem os senhores, reunidas todas as condições favoráveis, a exemplo de ser destacada nas revistas econômicas como uma dos 100 melhores municípios para receber investimentos e, ainda por cima, sediar megaempreendimentos como o Complexo Intermodal do Porto Sul e suas variantes, Zona de Processamento e Exportação (ZPE), dentre outros projetos.

Como já disse acima, com as variáveis e pontos fortes favoráveis nas áreas econômicas e políticas, as autoridades de Ilhéus não conseguiram “cortar nenhum laço de fita” para inaugurar uma só obra, por mais ínfima que fosse. E não foi por falta de amizade, afinal, o prefeito Newton Lima sempre foi ressaltado pelo governador Jaques Wagner como um correligionário de primeira hora, daqueles que “comeram poeira na estrada”, um companheiro comprometido com as causas de Ilhéus, a cidade mais bonita da Bahia, como se referia costumeiramente o governador Wagner.

E olha que o “dever de casa” foi feito com todo o carinho pelo prefeito Newton Lima e retribuído pela população ilheense com uma avalanche de votos, contribuindo diretamente para alçar Wagner a cargo de mais alto mandatário da Bahia. E a história se repetiu – mesmo não sendo em forma de farsa – na eleição seguinte, o que garantiu sua permanência no cargo com novo mandato. Diversos compromissos de retribuição da generosidade ilheense foram prometidos, porém todos eles em vão, sem qualquer reciprocidade. Mão de via única.

:: LEIA MAIS »





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia