WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom saude embasa sesab bahia


novembro 2012
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  






:: 7/nov/2012 . 18:25

EBDA participa da Expointerguaraná no Baixo Sul da Bahia

O município de Taperoá, situado no Baixo Sul da Bahia – maior região produtora de guaraná do país – realizará entre 09 e 11, no Parque de Exposições, a Feira da Agricultura e Aquicultura Familiar do Território do Baixo Sul (Expointerguaraná 2012). A abertura do evento contará com a presença do secretário estadual de Agricultura, o engenheiro agrônomo Eduardo Salles e reunirá mais de 60 entidades de agricultores familiares, técnicos agrícolas, empresários, comerciantes, estudantes e sociedade civil, em torno do desenvolvimento local.

Com o principal objetivo de tornar conhecida, nacional e internacionalmente, a Bahia como o maior produtor de Guaraná do mundo, o evento também visa promover a agricultura familiar, no contexto da cultura do guaraná e de outras culturas regionais, e ainda incentivar a comercialização da produção de pescados, artesanatos, e demais produtos produzidos na região.

No evento, a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria de Agricultura, que é parceira e patrocinadora da iniciativa, também vai expor, em cinco estandes, os trabalhos desenvolvidos com a pecuária, mandioca, apicultura, fruticultura, cana-de-açúcar e outros produtos, trabalhados com tecnologias apropriadas para a região. “Pretendemos, nessa oportunidade, firmar parcerias, divulgar o trabalho da EBDA com a agricultura familiar e expor os produtos dos nossos agricultores”, disse o técnico da EBDA, em Taperoá, Gerval Teófilo.

Guaraná na Bahia

Como a maior região produtora de guaraná do país, a Bahia conta com uma área plantada de 7600 hectares de guaraná, com média aproximada de 400 kg/ha, de produtividade. A principal característica dessa cultura, no Baixo Sul, é que a produção é feita em pequenas áreas de agricultores familiares.

Segundo Gerval Teófilo, um ponto a se destacar é que os campos produtores não apresentam ocorrência de doenças e pragas, e na sua maioria, o cultivo é orgânico. “O guaraná tem sido a principal fonte de renda de cerca de cinco mil famílias no Baixo Sul  baiano”, assegurou o técnico.

A feira é uma extensão do Planejamento Estratégico da Cadeia Produtiva do Guaraná da Bahia, realizada pela Câmara Setorial do Guaraná da Bahia, com o apoio da EBDA, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) – responsável pela articulação com compradores internos e externos -, da Superintendência de Agricultura Familiar (SUAF) da Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), e da Secretária Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semade).

 

Boletim Eletrônico da Agência Câmara de Notícias

Manchetes do dia

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

DIREITO E JUSTIÇA

DIREITOS HUMANOS

ECONOMIA

EDUCAÇÃO E CULTURA

POLÍTICA

SAÚDE

Prefeito eleito discute problema da dengue com o secretário de Saúde

Menos de 24 horas depois da visita de cortesia que fez ao prefeito de Itabuna, Capitão José Nilton Azevedo, no Centro Administrativo Firmino Alves, o prefeito eleito Claudevane Leite, Vane do Renascer, esteve reunido com o secretário de Saúde, Geraldo Magela, quando discutiu o problema da dengue que exige ações imediatas das autoridades municipais para minimizar a ameaça que representa para a população nos meses de janeiro de fevereiro do próximo ano.

Vane disse que o dialogo com Magela foi cortês e cordial, tendo o secretário demonstrado sua disposição em cooperar com os esforços da Comissão de Transição que planeja as ações do próximo governo. “A Secretaria de Saúde estará aberta aos técnicos que vou indicar e o seu atual titular concordou com o diálogo permanente que queremos estabelecer para que não haja descontinuidade administrativa numa área tão sensível na prestação de serviços à população”, afirmou o prefeito eleito.

No contato, o secretário Magela prestou informações sobre o projeto do Ministério da Saúde de ampliar as ações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgencia (Samu – 192) que passará a contar com mais viaturas de serviço e pessoal para atender à população regional. Além disso, também informou ao prefeito eleito sobre a implantação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 Horas) no próximo ano, tendo lhe sugerido que inicie estudos quanto à sua localização.

Assessoria de Comunicação
Gabinete do Prefeito Eleito

transito ilheus

Tudo que foi dito pelo agente de transito ai é a mas pura verdade enquanto tivermos um secretario que não sabe trabalha isso vai ter todo dia ate janeiro tirou pra escala que tinha muita gente trabalhando todos os dia a de 12 por 36 que todo dia tinha 26 agentes trabalhando nas rua diz ele que foi ordem do prefeito e deixo uma que é mas cara de 24 por 72 que são 16 agentes que nunca vc os ver nas ruas porque  não tem locais de trabalho e nunca é visto bom exemplo a no sábado dia do Enem só tinha uma na rua e nada podia fazer só fosse em tempos atrás esse secretario q não entende de transito já tinha saído só sabe persegui todos mesmo sem poder paga os que ta ai ainda manda chama mas 43 isso pode 

……………………….

PONTAL/SAPETINGA – DENTRO OU FORA DA LEI?

Dentro ou fora da LEI?

No dia-a-dia, passamos despercebidos de certas leis, códigos, etc., que fazem parte de uma cidade, nos três níveis: Municipal, estadual e federal.

Chega um determinado momento, que a situação ocorre ali na nossa vista. Neste caso, não temos como notar, que alguma coisa está errada.

Ontem ao trafegar no sentido bairro da Sapetinga/Av. Lomanto Júnior, paramos exatamente na faixa (“meio apagada”), limitando a nossa espera, até o semáforo permitir o nosso deslocamento. Nesse instante, um coletivo dentro da legalidade de trânsito manobra da Av. Lomanto Júnior/Sapetinga e a situação foi inédita para nós, tivemos que engatar a ré, para que o coletivo pudesse executar a sua manobra, ou seja, teve que invadir a pista da esquerda, pois o que se apresenta naquela esquina, pelo que entendemos, é a edificação do prédio ora em construção indo além do limite permitido, ou a prefeitura aprovou um projeto dento de um novo código que desconhecemos. Se for assim, está tudo certo. Nem a construtora tem culpa de nada, e nós é que estamos errados.

Vejam pela foto, que o outro prédio da esquina, construído na década de 70 ou 80, obedeceu por certo, rigorosamente o que o código ou lei municipal exigia naquela época, ou seja, fez o devido recuo. “Angulando” o muro e a calçada que, além disto, ainda deixou uma largura de mais ou menos 3,00m, para maior visibilidade e circulação dos pedestres.

Agora vejam pela foto, que o prédio em construção, não seguiu a mesma regra. Volto a dizer se é que existe um novo código ou lei, que permita isto. Se isto existe, nós em vez de avançarmos na mobilidade urbana, retrocedemos há mil anos.

Só me resta ficar na minha dúvida e deixar, que se alguém tem resposta pra isso, que o faça, para que a maioria possa entender e compreender, “o inexplicável”!

Rezende

FEIRA DE NEGÓCIOS ATRAIU MILHARES DE PESSOAS, NA FACULDADE DE ILHÉUS

A sétima edição da Fenopo (Feira de Negócios e Oportunidades) da Faculdade de Ilhéus atraiu a visitação de cerca de 17 mil pessoas, entre os dias 24 e 27 de outubro, durante a exposição de produtos e projetos de empreendedorismo, palestras, mini cursos, festival gastronômico, competições escolares e atrações artísticas e culturais. O evento, em caráter especial, foi comemorativo pelo aniversário de 10 anos de fundação da instituição, e no encerramento contou com desfile de moda, eleição da Garota Faculdade de Ilhéus e um grande show musical com as bandas Lordão e Estakazero.

A Feira é promovida, há sete anos. Conforme o diretor geral da Faculdade, Almir Milanesi, o objetivo de estimular a cultura empreendendora, o desenvolvimento de estudos, o apoio à inserção de novas empresas e oportunidade de negócios, além de promover a integração da comunidade acadêmica com a comunidade em geral. Aberto ao público, este ano, o evento teve sua programação ampliada nas áreas científica, cultural e de lazer.

:: LEIA MAIS »

Pauta da Reunião Ordinária do mês de novembro

Senhores e Senhoras,
O Conselho Municipal de Saúde de Ilhéus tem a honra de convidar os conselheiros titulares e suplentes a participarem da Reunião Ordinária que acontecerá no dia 13/11/2012 às 17h30min, no Auditório da 6ª DIRES, na Avenida Canavieiras, 253, 1º andar, Centro, Ilhéus, com a seguinte pauta:
                                          
1-      Informes;
2-      Leitura de Ata;
3-      Apresentação do PAM 2012 – Coordenação Municipal DST/AIDS;
4-      Prestação de Contas do 1º, 2º e 3º trimestre financeiros de 2012;
5-      Apresentação de Relatório do 1º quadrimestre de 2012;
6-      O que ocorrer.


Yolando de souza – Presidente do CMSI

Engenho de Santana em debate no Improviso, Oxente! desta quinta

O projeto de debates Improviso, Oxente! segue com a pesquisa histórica para montagem do próximo espetáculo do Teatro Popular de Ilhéus (TPI): 1789 – Engenho de Santana – Uma Revolução Histórica. Nesta quinta-feira (08), o grupo recebe o arqueólogo Elvis Barbosa, que falará sobre “O Engenho de Santana – sua dinâmica e suas estruturas no período colonial”. As discussões, sempre acompanhadas de música e improvisações artísticas começam às 19 horas, na Casa dos Artistas de Ilhéus. A entrada é franca.

No último Improviso, Oxente! o historiador Arléo Barbosa abordou “A Capitania de São Jorge no contexto do comércio açucareiro”. Ele fez uma contextualização histórica de como o açúcar era um artigo valioso na Europa do século XVI e como a capitania de Ilhéus foi uma das pioneiras no cultivo de cana-de-açúcar no Brasil colonial.

O professor explicou que, na época da revolta dos escravos do Engenho de Santana, no século XVIII, a produção açucareira estava se recuperando de um período de queda. “Em Ilhéus, deveria ser produzido milho e farinha para abastecer os engenhos do recôncavo. Mas, com a decadência da produção de cana no Caribe, o Engenho de Santana ressurgiu com pujança”, informou.

Além de Arléo Barbosa, o projeto Improviso, Oxente! também contou com a participação do historiador Marcelo Henrique Dias, que será um dos consultores do TPI ao longo da montagem do espetáculo histórico. Ele falou que esteve recentemente no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Portugal, revendo correspondências e documentos jesuíticos relacionados ao Engenho de Santana. Com a orientação do pesquisador, o Teatro Popular de Ilhéus poderá compreender o clima de tensão da época da primeira greve feita brasileira, organizada pelos escravos do engenho que existiu por 300 anos.

Mas o Improviso, Oxente! não fica apenas restrito às falas dos convidados. O grupo afro Dilazenze, juntou-se aos músicos e artistas do Teatro Popular de Ilhéus, para abrilhantar ainda mais o encontro. O grupo faz parte do Terreiro Matamba Tombenci Neto, que também está envolvido na montagem do TPI.

O espetáculo

1789 – Engenho de Santana – Uma Revolução Histórica foi um das contemplados pelo edital setorial de teatro do Fundo de Cultura da Bahia. Entre mais de 200 propostas apresentadas, foi a única selecionada do Litoral Sul. No ano passado, o esboço do texto, escrito por Romualdo Lisboa, venceu o edital de Apoio ao Desenvolvimento de Textos Dramatúrgicos no Estado da Bahia, promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia. A previsão é que a estreia seja em março de 2013. O diário da produção está disponível no blog engenhodesantana.blogspot.com.br.

“Tradição é TRADIÇÃO …”.

Bastou a Loja Maçônica Elias Ocké anunciar a FESTA DAS BAIANAS que a procura está superando a do ano anterior e saiba que a AABB ficou lotada. O repertório da banda, a comida servida, o ambiente de alegria, confraternização e novas amizades, a peça de teatro que este ano vai surpreender (os ensaios provam que vai surpreender mesmo), a distribuição das mesas área externa e interna, o preço acessível R$ 120,00 (R$60,00 por casal), o dobro da quantidade de garçons em relação ao ano passado, a coreografia das baianas também sendo guardada a sete chaves, enfim, maçons ou não estarão sendo brindados com uma festa que tem admiradores nos 4 cantos desta Bahia.

Reserve esta data: 24 de novembro a partir das 21 horas.

Você não vai se arrepender

Ney Latorraca segue internado em CTI com restrição de visitas

Ator apresenta quadro inflamatório generalizado, segundo o boletim médico.
Ele está hospitalizado desde 25 de outubro em clínica da Zona Sul do Rio.

O ator Ney Latorraca (Foto: Reprodução TV Globo)

O ator Ney Latorraca, de 68 anos, segue internado, nesta quarta-feira (7), no CTI da Casa de Saúde São José, no Humaitá, na Zona Sul do Rio, com “quadro inflamatório generalizado”. Ele respira com o auxílio de aparelhos e precisa de medicamentos para manter a pressão arterial. Segundo informações da assessoria do hospital, devido ao quadro clínico do ator, ele está com restrições de visitas.

Em boletim divulgado na noite desta terça-feira (6), a diretoria médica da Casa de Saúde São José informou que o ator Ney Latorraca apresentou o quadro de inflamação generalizada, após ser submetido a uma cirurgia no dia 31 de outubro.

O ator está internado desde 25 de outubro. Ele deu entrada na unidade com obstrução e inflamação nas vias biliares.

Amigos rezam por recuperação

:: LEIA MAIS »

Não vai ser por falta de aviso …

A situação do General Osório já é por demais conhecida. O abandono do prédio público por parte da administração é um fato inquestionável. Por conta desse abandono a coisa saiu do controle, ele foi invadido e a quantidade de “moradores” no local está de dar medo. Se você passar por alí vai ficar com o coração na mão. Acendem fogueira, usam drogas, dividem o espaço por voz de comando, enfim, o medo dos passantes e dos residentes naquela área (Bento Berilo e Visconde de Mauá) está demais.

Os gritos e gestos amalucados indicam que é arriscadíssimo passar por alí. Quem tem necessidade de pegar ônibus (alí tem um ponto) fica com o coração na mão e os que já foram assaltados estão indignados porque nenhuma providência foi/é tomada.

Fica mais um registro para se somar aos tantos outros já feitos tanto aqui quanto em outros veículos.

Infelizmente nossas autoridades passa por alí de carro …

PRECISAMOS FORTALECER NOSSAS INSTITUIÇÕES

GCM NASCIMENTO

A cidade de Ilhéus atualmente vive umas das maiores crises de sua história. Podemos dizer que uma crise generalizada. Crise política, crise econômica, crise social, crise de lideranças, etc. Entretanto para mim, a pior crise em que vivemos nos últimos tempos é a crise de nossas instituições. Retrato de uma cidade onde a moral e a ética estão “jogadas ao lixo”. Corrupção na Prefeitura, corrupção na Câmara de Vereadores, corrupção nas Associações, corrupção nos Sindicatos, etc.

Ao tomar como ponto de partida a crise que toma conta de nossas instituições, inicio a minha reflexão por “dentro de casa”, ou seja, pela Guarda Civil Municipal de Ilhéus. O estopim desta crise sem precedentes e de conseqüências enormes, em um futuro próximo, para os seus representantes, se inicia quando uma decisão judicial destituiu toda a diretoria do SINSEPI – Sindicato dos Servidores Públicos de Ilhéus, determinando a inelegibilidade dos atuais diretores e estipula prazo de 30 (trinta) dias para convocação de novas eleições. O Sindicato tem em seu presidente uma referência na luta e conquistas para os servidores. No tocante a GCMI – Guarda Civil Municipal de Ilhéus, liderou de forma brilhante conquistas como: a unificação da escala, o aumento no Vale Alimentação e a histórica Batalha da Regulamentação. Muitos servidores indagam: “o que seria do SINDGUARDAS-BAHIA sem o SINSEPI na cidade de Ilhéus?”. Entretanto entendo que, o principal problema em nossas instituições não é apenas ético, mas também estrutural. As instituições precisam refletir sobre diversos assuntos como: a qualidade de vida do trabalhador, a saúde, o lazer, a qualificação profissional, as condições de trabalho e acima de tudo sobre a transparência com a coisa pública.

Hoje à noite, os Guardas Civis Municipais de Ilhéus se reunirão em Assembléia para fundar o SINDGUARDAS-ILHÉUS – SIGMI, fruto da inércia do Sindicato atual. A insatisfação dos Guardas Civis Municipais com as instituições que diz nos representar (AGMI e SINDGUARDAS-BAHIA) gera um forte sentimento de mudança entre seus integrantes, sejam eles, participativo dos debates ou não.

Os servidores e a população de Ilhéus como um todo, precisam entender que uma cidade com instituições fortes e uma sociedade civil organizada, conseguem obter resultados significativos e duradouros. A necessidade de fortalecer nossas instituições para que sejam valorizadas e respeitadas, é um dever de todos. Só assim o “eu”, do Sindicato, da Associação, ou da Prefeitura de um homem só, passará a ter um papel secundário na nossa cidade.

GCM Nascimento – Guarda Civil Municipal de Ilhéus
www.gcmnascimento.blogspot.com.br





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia