WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


novembro 2012
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  






:: 15/nov/2012 . 15:08

PONTO FACULTATIVO / 13ª CIRETRAN / ILHÉUS

A 13a. CIRETRAN não estará funcionando SEXTA-FEIRA, DIA 16, já que foi decretado ponto facultativo.
Apenas os seguranças e o SEGUAV (Setor de Guarda de Veiculos Apreendidos) estarão laborando.
As atividades normais serão retomadas na SEGUNDA-FEIRA (19) a partir das 08 horas.


Com informações de José Antonio Ocké.

A PRINCESA DESTRONADA

Ilhéus, outrora rica e próspera, tinha no cacau – o fruto de ouro – seu alicerce, seu sustentáculo. Época da fartura, dos coronéis, da riqueza, do luxo e do esbanjamento. Dinheiro corria solto e aquecia o comércio. Extravagâncias eram corriqueiras, a maioria, custasse quanto custasse, paga em dinheiro vivo, guardado nos colchões. Pode-se até dizer que a classe média daquela época estava mais para rica do que para média. A Princesa do Sul chegou ao ponto de querer separar do estado da Bahia, pois se achava autossustentável não só como município, mas também como um novo estado, o de Santa Cruz. Não bastasse a riqueza material, o que dizer das riquezas naturais? A cidade efervescia em meio às plantações de cacau, à terra fértil e à exuberância da então abundante Mata Atlântica, num clima maravilhoso sem muito calor ou muito frio; como se tudo isso não fosse suficiente, ainda o azul do mar e as belíssimas praias de areias finas e brancas. Autêntico Eldorado, bucólico paraíso.

Recordar pode ser bom, mas depende das circunstâncias. Reviver um passado que não se estendeu ao presente não enche barriga, principalmente quando esse presente é antagônico.

Hoje, o dinheiro pouco circula, o comércio é morno, as belezas naturais estão maltratadas e a cada dia encobertas pela sujeira, lixo e entulho. As lavouras de cacau reduzidas, corroídas pelas pragas. Da Mata Atlântica pouco resta. A classe média, mais para pobre. Falta atividade econômica, faltam empregos e a Terra da Gabriela foi abandonada, largada à própria sorte pelos que deveriam administrá-la. Não precisa ir longe, o próprio R2CPRESS serve como termômetro. Foram diversas matérias relacionadas a uma Ilhéus decadente e deteriorada em apenas dois dias. Falou-se da situação do Hospital São José, do protesto do comerciante que se acorrentou na sede da prefeitura, dos professores que não recebem salários, das ruas esburacadas. Nos últimos anos, milhares desistiram e foram tentar a vida em outras cidades. A maioria insiste e acredita num futuro melhor sem sair daqui. Nesses eu me incluo, não por simples e vago otimismo, mas por estar num lugar onde enxergo um manancial de perspectivas e oportunidades de crescimento, desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida. É uma luta árdua e os adversários são poderosos e presentes em todas as instâncias: maus políticos, maus gestores e a malfadada burocacia.

Nilson Pessoa

Celebração ao Dia da Bíblia

APPI participará da audiência para escolha da Ouvidoria Cidadã em Ilhéus

A diretoria da APPI-APLB-Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, estará participando na próxima segunda-feira, dia 19, da Audiência Pública para discutir sobre a escolha dos representantes de Ilhéus no Grupo Operativo da Ouvidoria Cidadã da Defensoria Pública do Estado da Bahia. O encontro acontecerá às 9 horas da manhã, na Câmara de Vereadores, e vai reunir representantes de entidades que compõem a sociedade civil organizada, com atuação em áreas afins às de competência da Defensoria Pública da Bahia, interessados em integrar o Grupo Operativo da Ouvidoria.

A APPI já participa do Grupo Operativo da Ouvidoria Cidadã da Defensoria Pública do Estado da Bahia, tendo como representante o professor Pascoal João dos Santos, que vem desenvolvendo atividades para aproximar a sociedade da Defensoria Pública onde os cidadão tem acesso a informações acerca de seus direitos e deveres. Os novos representantes do Grupo Operativo da Ouvidoria Cidadã serão eleitos num processo de discussão com representantes de organizações sociais e com o cidadão comum, em diversos municípios do Estado, na tentativa de promover a necessária aproximação entre as expectativas do povo e a administração pública.

A Ouvidoria Externa da Defensoria Pública da Bahia é a segunda no país com esse caráter, porém a primeira a desenvolver uma metodologia que prima pela aproximação das pessoas no seu processo de tomada de decisão, instituindo um grupo de aconselhamento oriundo de representações com atuação comprovada no seio do movimento social. O trabalho é feito através de ações descentralizadas, que atendem as características e necessidades regionais, além de atentar para as peculiaridades sociais, étnicoraciais, de gênero dos sujeitos, além de outras variantes. Durante a audiência pública em Ilhéus os representantes da Ouvidoria Geral do Estado da Bahia estarão fazendo a apresentação institucional da Defensoria Pública, da Ouvidoria, bem como do conteúdo do edital publicado no dia 07 de novembro convocando para a escolha dos novos representantes.

APPI-APLB/Sindicato – Delegacia Sindical Costa do Cacau

Parecer favorável do Ibama ao Porto sul é uma vitória de Ilhéus

Newton Lima e José Viveiros, presidente da Bamin – Foto José Nazal

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, comemora a informação sobre o parecer favorável do Ibama à implantação do Porto Sul. A notícia foi dada ao prefeito Newton Lima pelo governador Jaques Wagner, na noite desta quarta-feira (14), e deverá ser publicada no Diário Oficial da União na edição desta sexta-feira (16).

Segundo Newton Lima, o Porto Sul representa a volta de Ilhéus ao desenvolvimento econômico e social, somente comparado à época do “boom” da cacauicultura quando permitiu que o município desfrutasse de grande crescimento, liderando o comércio e a indústria de grande parte da região cacaueira da Bahia.
Para o prefeito, as gestões empreendidas pelo Poder Público Municipal em torno da implantação do Complexo Intermodal do Porto Sul começam a dar os primeiros frutos, o que demonstram que todo o esforço empreendido está seno recompensado. “Desde o início acreditamos na viabilidade desse megaempreendimento o que demonstra que nossa participação foi acertada”, vibra.

Newton Lima participou ativamente de todas as gestões em torno da implantação do Complexo Intermodal Porto Sul, inclusive com sua presença em todas as audiências públicas realizadas pelo Ibama. “Sempre entendemos que após a cacauicultura, esse projeto seria a principal matriz econômica capaz de soerguer a economia de Ilhéus”, destacou o prefeito.

Em todos os eventos que participou, o prefeito Newton Lima fez questão de dizer que a Bahia Mineração (Bamin) era a maior parceira do Município de Ilhéus, implantando projetos com a finalidade de conscientizar e preparar a sociedade para o novo projeto. “Hoje temos profissionais preparados para assumir as demandas dessa nova atividade, além de dos investimentos da Bamin junto às comunidades próximas do empreendimento”, justifica o prefeito.

C O N V I T E

PROJETO DE EXTENSÃO EM CRACK, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ

CENTRO REGIONAL DE REFERÊNCIA

FORMAÇÃO PERMANENTE DE PROFISSIONAIS DO SUS E SUAS PARA O ENFRENTAMENTO DO CRACK E OUTRAS DROGAS

PROJETO DE EXTENSÃO EM CRACK, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

       Ilhéus, 14 de novembro de 2012.

 ATT.  Roberto Rabat

Em resultado aos cursos de atualização em Crack, álcool e outras drogas, ofertados pelo CRR da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC apresentamos como resultado a aprovação do projeto: “Espaço de Convivência para prevenção do uso indevido de drogas na adolescência”, no município de Ilhéus a serem financiados pela Associação Mário Tannhauser de Ensino, Pesquisa e Assistência – AMTEPA em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas – SENAD.

No entanto, os integrantes do referido trabalho juntamente com a UESC vem planejando momento de “Apresentação da proposta do 1º Espaço de Convivência para Prevenção do Uso Indevido de Drogas na Adolescência, no município de Ilhéus”. O evento tem por objetivo expor aos gestores locais, lideranças comunitárias e grupos sociais toda a problemática da droga e como o Espaço de Convivência colaboraria enquanto dispositivo para o enfrentamento dessa problemática.

A apresentação da proposta terá a participação da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – SESAB, da Superintendência de Prevenção e acolhimento aos usuários de drogas e apoio familiar – SUPRAD, SENAD e palestrante do Centro de Estudos e Terapia de Abuso de Drogas – CETAD.

O evento será realizado no dia 20/11/2012, às 13h30, na Igreja Filadélfia, localizada na Av. Governador Paulo Souto no Teotônio Vilela, município de Ilhéus – Bahia.

Desde já, agradecemos a atenção dispensada e aguardamos confirmação do comparecimento.

Atenciosamente,

 Hilda Mendes

Equipe Técnica

Projeto de extensão em Crack, álcool e outras drogas

Curso de Atualização CRR – UESC

























WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia