Rabat

Hoje pela manha, ao passar pela praça da Prefeitura a situação em que se encontra o lixo em nossa cidade, bem frente ao antigo Colegio Afonso de Carvalho, não só lixo, como entulhos provenientes de alguma reforma em imóvel do comercio. Ao lado tinha um táxi com o radio do carro ligado no programa de Gil Gpmes, este radialista falava também do problema do lixo, o que me chamou a atenção para programa do mesmo, era que a voz parecia do Jabes e parei para ouvir. O mesmo reclamava do lixo, culpava a Prefeitura, seus Secretários e também as entidades de classe ACI e CDL pelo problema.Esta certo o Gil Gomes! Realmente as nossas duas entidades do comercio maior estão omissa com relação ao problema. Se o Poder publico não esta conseguindo resolver o problema do lixo, porque não estas entidades tomarem para sim o problema e tentar resolver. Meus amigos Newton Cruz e Nadja Argollo vamos arregaçar a manga e conclamar o comercio para resolver o problema. Vamos chamar o Benilson, o Newton, o Bahia e ver se juntos podemos resolver este problema que afeta diretamente o nosso comercio. Nao adianta ficarmos criticando, falando nos blog´s devemos é agir e cada um tem que fazer sua parte. Por exemplo: na minha rua a Conselheiro Dantas, hoje, a maioria das casas deixaram de ser residencia e passaram a funcionar como imoveis comerciais. O Restaurante Rosa Restaurante hoje paga para que o seu lixo seja coletado, isto inclusive me causou um problema com D.Rosa, pois eu procurei o rapaz que estava coletando o lixo dela e deixando o meio sem retirar, fotografei o fato, falei que iria denunciar a Prefeitura, mas depois a Rosa me explicou que fazia isto porque não podia deixar o lixo na porta do seu estabelecimento e esta pessoa que coletava o lixo fazia num horário fora da sua jornada de trabalho. Fui injusto naquele momento e peço desculpa a Rosa pela falta. Depois disto também faço minha parte, procuro colocar o lixo no horário certo e quando o vejo espalhado, eu vou la pego a vassoura e tento arrumar as coisas. Também hoje pela manha encontrei o Gilberto Tavares, proprietário do Ilhéus Hotel, no mesmo local, em frente a Prefeitura, e o mesmo me falou que estava fazendo o mesmo, inclusive sua esposa pegava na vassoura para varrer o entorno do seu hotel… Veja Senhores a que ponto chegamos, mais não vejo nada demais, não me tira nenhum pedaço, alguém me ver com uma vassoura na porta da minha casa, tentando manter o ambiente limpo. Vamos agora nos ajudar e tentar cada um fazer sua parte. Nao podemos mais esperar pela Prefeitura, nesta altura, pois as pessoas que vem de fora para nos visitar, não irão falar só do poder publico, mas de todos nos. Eu vou fazer a minha parte… E você?

Eduardo Carvalho – Siri