WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom saude embasa


novembro 2012
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  








Carta do leitor

Rabat, Tudo bem?

Vou me identificar: sou filho de ilhéus, amo demais essa cidade. Não tenho vinculo político com ninguém, não estou morando em ilhéus, não sei quem é governo ou oposição. Apenas sei quem está perdendo com todos os absurdos que vêem acontecendo.

Jailton

Gostaria de aproveitar este espaço para desabafar, como dizem alguns, não vejo como um desabafo, mas sim tentar entender o quê está acontecendo em nossa querida Ilhéus. Indo mais além um pouco, prefiro chamá-la de “Atenas brasileira”

Rabat, em “vendas” a máxima que muitos conhecem é: -“clientes que fazem objeções são aqueles que desejam continuar com o relacionamento ou parceria com a empresa questionada”.

Uma cidade não é uma empresa? Os cidadãos não são seus funcionários, que agora viraram colaboradores. os que não reclamam não são os mesmos que não se importam com os rumos da cidade, empresa? Quando os colaboradores deixam de fazer objeções não é porque deixaram de acreditar na empresa?

Passei o feriadão da república em Ilhéus. Não acreditei quando vi tanto lixo no centro da cidade: O pensamento inicial que tive foi: meu Deus o que é isto!? A tristeza tomou conta da minha alma, meu coração sangrou. Passei uns quinze minutos tentando entender o que estava acontecendo.

Não me lembro de outro momento parecido com esse que a cidade está enfrentando. As perguntas seguintes foram: quem poderia está ganhando com esta situação? Não encontrei respostas para meus questionamentos, apenas a convicção de quem está perdendo com tudo isso.

Rabat, o Natal é época de renovação dos sonhos! Época de pintarmos as casas, comprarmos presentes e renovar os projetos para o próximo ano. Época em que mesmo que as coisas não estejam como planejamos, o brilho da esperança nos olhos não pode se apagar.

Rabat, sei de todos os tributos que os empresários pagam sei dos deverem e obrigações de cada cidadão, mas se eu trabalhasse no centro de Ilhéus, amando Ilhéus como amo, eu roçaria mato, varria a frente da minha loja e procuraria os outros comerciantes para entrar com uma ação contra quem quer que fosse responsável ou irresponsável por tudo isso que vem acontecendo aí.

Rabat, estamos na era da informação todo tipo de informação propaga como poeira ao vento na internet, você sabe do que estou falando. Ilhéus se tornou uma empresa falida onde todos os funcionários só pensam em tirar a ultima gota de sangue ou suor dela. Não sabendo eles que se a empresa fechar mesmo, todos vão perder ainda mais com a falência dela.

Estou usando este espaço para clamar a todos os moradores, filhos, apaixonados, afins, amigos, conhecidos dos conhecidos, ou seja, todos aqueles que gostam de ilhéus, vamos fazer diferente. Sei que muitos têm seus motivos para abandoná-la a própria sorte, mas somos filhos dela, nossa cidade precisa de todos nós agora. A Princesinha do sul que outrora te encantou, agora precisa do vosso amor para resgatá-la do descaso. Se não puder fazer muita coisa, propague as belas paisagens da cidade, os comentários positivos sobre a cidade. Vamos levantar a estima meu povo. Nossa cidade figura entre as mais bonitas do Brasil, ela não merece os filhos que tem, mas ainda há tempo para mudar. Mude!

Ilhéus agradece a colaboração de todos.

Jailton S. Batista – Te amo Ilhéus

1 resposta para “Carta do leitor”

  • raimundo says:

    Parabéns Jailton pelo manifesto e clareza no seu texto.
    Eu também sou Ilheense, mas estou fora de Ilhéus ha algumas décadas.
    Fico muito triste quando ouço por amigos que visitam a nossa cidade, comentários negativos, mas verdadeiros sobre o caos que se instalou na nossa “ex princezinha”.

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia