WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa


novembro 2012
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  






:: 27/nov/2012 . 18:17

SEGURANÇA/ILHÉUS

SEIS NOVAS VIATURAS PARA O DEPARTAMENTO DE POLÍCIA TÉCNICA DE ILHÉUS – DPT.

PostDateIcon 27/nov/2012 . 17:20 | PostAuthorIcon Autor: O Sarrafo

O Deputado Mario Negromonte Junior (PP), comemorou bastante o atendimento de sua reivindicação, feita ao Governador Jaques Wagner, dotando o DPT de Ilhéus de 6 novas viaturas.

Quem ficou bastante feliz foi o Prefeito Eleito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, ainda Secretário Geral do Partido Progressista, em ver o seu partido apoiando e sendo prestigiado pelo Governo da Bahia.

As viaturas já chegaram em Ilhéus, tem poucos instantes.

MINUTO MAÇÔNICO

por José Everaldo Andrade Souza .’.

Tolerância

Ir.’. Everaldo.

O verbo tolerare significa, em latim, suportar. Dá-se-lhe atualmente o sentido de consentir, condescender, relativamente aos pontos de vista alheios. É também uma atitude de indulgência no julgar a outrem e de compreensão para com as suas fraquezas.
Na tolerância, contudo, não há adesão, existe apenas condescendência, isto é, permite-se ou compreende-se que alguém pratique determinada coisa sem que por isso se tenha desejo de praticá-la também.
A característica da Maçonaria foi a mais absoluta tolerância em matéria de religião e de política, assuntos cuja discussão proscreveu de suas Lojas, diferenciando-se, nesse particular, de qualquer agrupamento religioso, político ou de qualquer outra índole.
A Maçonaria não tem pretensões a qualquer espécie de poder temporal; é, no entanto, intransigente defensora da Liberdade e da Democracia, por ela consideradas como os maiores bens conquistados pelo homem.
A Loja maçônica é um lugar em que se devem reunir homens tolerantes de boa vontade, que amem a justiça e a nobreza, homens possuidores de corações puros e sem mancha, desejosos de serem úteis aos outros e que tenham uma verdadeira compreensão dessa maravilhosa palavra que se chama FRATERNIDADE.

C O N V I T E

A Estrada Comprida

 por Cyro de Mattos

Em oito de dezembro deste ano completo cinqüenta anos de formado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia. Nessa estrada de ganhos e poucas perdas caminhei olhando para a direita e para a esquerda. Às vezes parei e olhei para trás. Como faço agora quando procuro achar no fumo do tempo  aquele período de cinco anos em que cursei a faculdade,  em Salvador de Bahia.

A fotografia que tenho em mãos está amarelecida. Registra a despedida de nossa turma ao professor Mário Barros, depois de encerrada a última aula de Direito Comercial. O ilustre professor mostra-se descontraído ao lado da sorridente aluna Marietinha. As  moças Inessa, Lícia, Rute Bendochi, Isaurinha, Ebe e Lucy estão à direita do nosso simpático professor. Rapazes e moças mostram na expressão tranqüila de cada rosto que se sentem aliviados com o fim da jornada pelos campos universitários. Todos eles estão convencidos do dever cumprido como acadêmicos de direito.  Vários desses colegas já se foram desse mundo. José Aguiar, Otávio Vilas-Boas, Artur Caria, Teopisto, Jair Sampaio, João Berbert, Davi, Ronald, Durval, Cid, Ildásio Tavares  e Rute Pondé. Lembro de mais dois, Edvaldo, apelidado de Vadinho Turgulê, meu primo, e Seu Barbosa, um taxista sexagenário, o mais idoso da turma.

O mais jovem da turma é  Antonio Luís. Parece pensativo,  logo atrás do magrelo  João Pedro, de temperamento irrequieto,  um dos mais inteligentes da turma. Usava constantes óculos escuros. Mais na frente, Álvaro Perez, o filosofo existencialista,  de sangue espanhol. Dizia-se que Rute Bendochi nutria lá suas fortes afeições pelo discípulo de Sartre.  Bem na frente de todos, olha lá, o pequeno admirável Cícero Brito de Magalhães. Seria  também meu colega de serviço militar, que prestamos no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR),  cujo quartel ficava em Água de Meninos. Raul Ferraz, o mais alto da turma, colocou a mão esquerda com os dedos abertos  acima da cabeça do Vadinho. Ele está sorrindo de contente, certo de que a  vítima, alheia à brincadeira,  só irá descobri-la e revidar com lambança depois que a fotografia for   revelada.

:: LEIA MAIS »

Prefeitura Municipal de Ilhéus


Começa em Ilhéus o sorteio das unidades habitacionais do “Minha Casa, Minha Vida”
Estado e Prefeitura garantem empenho para construção do novo hospital em Ilhéus
Estudantes participam da I Feira Cultural do Projovem Urbano de Ilhéus

:: LEIA MAIS »

‘Onda de violência’ foi tema preferido no Vestibular da Faculdade de Ilhéus

Os candidatos a uma vaga nos cursos superiores de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Nutrição e Psicologia, que fizeram vestibular no último domingo, optaram, em sua maioria, pelo tema “Onda de violência” para desenvolverem a prova de redação. Dois outros temas foram enunciados, a condenação do núcleo político do chamado “Mensalão” e a Ética nas relações interpessoais.

A prova do vestibular foi realizada das 8 horas ao meio-dia, na sede própria da Faculdade, na rodovia Ilhéus-Olivença, km 2,5, bairro São Francisco, na zona sul da cidade, com a participação de centenas de candidatos, e transcorreu em clima de total tranquilidade. Estiveram presentes candidatos de várias cidades, inclusive de outras regiões, como Alagoinhas, Itanhém, Itamaraju, Vitória da Conquista e Itapetinga, entre outras.

A estudante Suzana Cardoso, 28 anos, fez vestibular para Enfermagem e escolheu o tema violência porque é um assunto que está em foco atualmente. “Isso é a chave de tudo hoje. Foi bom falar sobre o assunto”, afirmou. O vereador eleito Ivo Evangelista é aluno do curso de Administração e prestou vestibular para Direito. Ele também optou pelo mesmo tema para a redação. “Precisamos dar um basta na questão da violência em nosso país e em nossa região”, disse.

Para João Gabriel de Souza, 18 anos, a violência “é um tema que influencia a gente, são coisas que afetam o ser humano. Como em São Paulo, onde policiais têm sido mortos, e se espalha pelo País. É um tema que tem a ver com nossa realidade”, afirmou o estudante que pretende cursar Direito. O mesmo tema foi escolhido por Marcius Vinicius Dantas de Melo, 39 anos, que também quer o curso de Direito. Maxwell Antunes, de 18 anos, disse ter escolhido o tema “Onda de violência” para redação porque o estudou.

Ética – A candidata Edileusa Santos Souza, 17 anos, escolheu como tema de redação “Ética nas relações interpessoais”. Ela concorre a uma vaga no curso de Direito e afirmou que a ética “é um tema interessante porque está na ordem do dia e nós não sabemos aplicar”.

ENEM – O resultado do processo seletivo deve ser divulgado nos próximos dias, através do site www.faculdadedeilheus.com.br. Vale ressaltar que no item 8.2, do respectivo Edital do Vestibular 2013.1, a Instituição se reserva ao direito de utilizar os resultados do ENEM 2012, para efeito de preenchimento das vagas remanescentes, caso todas as vagas não sejam preenchidas, assim como realizar novo processo seletivo vestibular, caso necessário.

Instalação do Capitulo Pórtico de Ouro da Ordem DeMolay em Alagoinhas – Ba

Veja FOTOS clicando AQUI e depois na seta para AVANÇAR.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia