A Associação Comercial de Ilhéus viveu uma noite histórica na quinta-feira (29) na comemoração de seu primeiro centenário. O evento contou com a presença do governador Jaques Wagner, o ministro dos Transportes Paulo Sérgio Paiva, secretários estaduais, deputados federais e estaduais e dirigentes empresariais, e das áreas de educação, saúde e cultura do Sul da Bahia. As comemorações do centenário da ACI foram abertas com o descerramento da placa comemorativa na entrada do prédio da entidade.


A solenidade, realizada no Salão Nobre, foi aberta pelo presidente da Associação Comercial de Ilhéus, Nilton Cardoso da Cruz. “Esse é um momento histórico para Ilhéus e a região, porque neste primeiro centenário da ACI, podemos presenciar o início de um novo ciclo e desenvolvimento, com a Ferrovia Oeste, o Porto Sul, o novo aeroporto de Ilhéus”, disse Nilton. Ele citou o empenho do ex-presidente Lula, da presidenta Dilma e do governador Jaques Wagner, “que estão promovendo grandes transformações sócioeconomicas no Brasil, da Bahia e na nossa região”.
HOMENAGENS

Em seguida, a ACI entregou placas-homenagens a personalidades que contribuíram e contribuem para o desenvolvimento de Ilhéus. Entre os homenageados destacam-se os empresários Antonio Lino Pereira Campos, Hans Tosta Schaeppi e Roque Lemos dos Santos, Antonio Osário Carvalho e Silva, Roque Oliveira Fraga, o médico Jorge Viana, a ex-reitora da Uesc Renée Albagli, a reitora da Uesc Adélia Pinheiro, a educadora Adélia Maria Carvalho de Mello e o diretor presidente da Bahia Mineração eo prefeito de Ilhéus, Newton Lima. A Associação Comercial de Ilhéus também prestou homenagens póstumas ao seu ex-diretor Eduardo Challoub, e ao cacauicultor, industrial e banqueiro Manoel Misael da Silva Tavares, um dos nomes mais importantes da construção da civilização cacaueira. Além das placas, o governador Jaques Wagner e o ministro Paulo Sérgio Paiva também receberam títulos de sócios-beneméritos da ACI.
CACAU, TURISMO, PORTO E FERROVIA
O ministro Paulo Sérgio Passos fez uma explanação sobre os investimentos em logística e infraestrutura no Sul da Bahia, como o Porto Sul e a Fiol e garantiu que a duplicação da rodovia BR 415 (trecho Ilhéus-Itabuna) será iniciada em 2013. “Esses investimentos vão permitir a circulação de riquezas na região, trazendo emprego, renda, progresso, desenvolvimento”, afirmou o ministro. Segundo ele, “o Complexo Intermodal trará benefícios para todo o Sul da Bahia, pondo fim a uma crise que já dura duas décadas. Esse é um compromisso do Governo Federal, em parceria com o Governo do Estado, que estamos honrando com uma região que tanto contribuiu com a Bahia e o Brasil”.
O governador Jaques Wagner agradeceu as homenagens, disse que fez questão de estar em Ilhéus para participar do Centenário da ACI e que “o Sul da Bahia tem o turismo, tem o cacau e agora terá o Porto Sul e a Ferrovia Oeste Leste, que não são atividades conflitantes, e vão trazer desenvolvimento para uma das mais belas e importantes regiões da Bahia, que estão no coração dos baianos e dos brasileiros”.
Wagner falou da importância dessa junção passado-presente-futuro. “Ao mesmo tempo em que lembramos os pioneiros, temos os olhos voltados para as novas oportunidades que surgirão com o porto e a ferrovia”, disse. Durante a solenidade, Jaques Wagner assinou a autorização para a licitação da nova ponte Ilhéus-Pontal, que terá investimentos de R$ 120 milhões. “Não e trata de uma simples ponte, mas de um projeto arquitetônico à altura das belezas de Ilhéus e desse presente da natureza que é a baia do Pontal”, ressaltou o governador.