Newton Lima recebe homenagem da Associação Comercial de Ilhéus
Prefeito comemora pacote de obras inauguradas pelo Governo do Estado
Galeria do Teatro expõe telas de Jane Hilda e Marlove Quadros a partir de segunda-feira

***

Newton Lima recebe homenagem da Associação Comercial de Ilhéus

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima foi homenageado na noite desta quinta-feira (29) pela Associação Comercial e Industrial de Ilhéus (ACII) pelos relevantes serviços prestados às atividades econômicas do Município. O evento comemorativo do centenário da instituição, que contou com a participação do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, do governador da Bahia, Jaques Wagner, vice-governador Otto Alencar, deputados federais e estaduais, empresários e convidados também prestou homenagem a outras 14 personalidades vivas e in memoriam.
Segundo o prefeito Newton Lima, este foi um dia marcante pela comemoração do centenário da Associação Comercial de ilhéus, e ele disse se sentir honrado em estar representando os ilheenses nesse momento de festa, mesmo conhecendo a dificuldade que o município atravessa. “Festejar o centenário da associação comercial, especialmente com as presenças ilustres do nosso governador Jaques Wagner, dos ministros Paulo Sérgio Passos e de tantas outras personalidades importantes aqui presentes é lembrar o ideal daqueles que enfrentaram todos os desafios para tornar realidade o sonho de crescimento de ilhéus e da região”, ressaltou.
A homenagem ao prefeito Newton Lima foi entregue pelo presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado da Bahia, Clóvis Cedraz. Antes de iniciar a solenidade da entrega das homenagens, o presidente da ACII, Nilton Cardoso Cruz, lembrou que a entidade sempre foi uma trincheira de lutas e responsável pelas transformações econômicas e sociais de Ilhéus. “Se hoje lutamos pela implantação do Complexo Intermodal do Porto Sul, na nossa história está presente a implantação da agência do Banco do Brasil, da Mesa de Rendas Alfandegada, o Porto do Malhado, dentre outras contribuições para o desenvolvimento de Ilhéus”, disse.
Passado e presente – Newton Lima destacou que comemorar o centenário da ACII, é estender a homenagem aos seus fundadores, seus diretores e servidores, a exemplo do empresário Misael Tavares, que foi grande investidor no progresso, Álvaro Mello Vieira, que por muitos anos dirigiu os destinos da entidade, bem como o grande poeta belmontense, Sosígenes Costa, amigo de Jorge Amado e responsável pela formação da biblioteca da ACII. “Dentre os dirigentes da última geração, lembro o saudoso amigo Martial Câmara, que muito lutou para o engrandecimento dessa cidade”, destacou.
O prefeito de Ilhéus também estendeu a homenagem por ele recebida aos diretores que atualmente são responsáveis pelos destinos da associação, em nome de José Leite de Souza, pois é testemunha de sua luta diária, juntamente com tantos outros que não se deixam levar pelo pessimismo, e dentro de suas respectivas áreas de atuação, sempre buscam garantir novos avanços visando o bem comum. “Esse esforço demonstra a o esforço de cada um desses diretores e tenho a convicção de que, se hoje infelizmente, enfrentamos uma forte crise, por outro lado temos todas as nossas portas abertas para que este quadro ganhe novas conotações de desenvolvimento e de justiça social. E este é um fato concreto, que nem o mais pessimista pode refutar, porque não são conjecturas e sim, a realidade”, afirmou.
Newton Lima diz que se considera um otimista e que no exercício da vida pública sempre buscou dar todas as garantias para que os empreendimentos voltados para o nosso progresso tivessem total apoio do município. Para ele, com o advento do Complexo Intermodal do Porto Sul, Ilhéus se transformará numa grande metrópole regional. “Presidente Nilton Cruz, precisaremos do contínuo apoio da nossa Associação Comercial, que, por sua história e tradição, sempre honrada por todos que aqui já passaram, tem todas as prerrogativas de se inserir e muito contribuir para que alcancemos este objetivo que visa unificar nossas forças, acima dos interesses particulares, para, aí sim, podermos avançar dentro dos preceitos da distribuição correta de renda para todos os ilheenses”, concluiu.

Prefeito comemora pacote de obras inauguradas pelo Governo do Estado

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, comemorou as obras inauguradas e anunciadas pelo governador da Bahia, Jaques Wagner, durante visita à cidade na tarde desta quinta-feira (29), considerando os investimentos e serviços como fundamentais para o desenvolvimento do Sul da Bahia, além de garantir mais emprego e renda e oferecer mais conforto, segurança e comodidade para os ilheenses e turistas. De acordo com o prefeito, essas obras confirmam mais uma vez o compromisso do Governo do Estado com a cidade, fruto de uma parceria firmada com a Prefeitura para promover o desenvolvimento de Ilhéus.

Newton Lima acompanhou o governador Jaques Wagner desde o aeroporto, seguindo para o centro da cidade onde foi inaugurado o Departamento de Polícia Técnica (DPT), uma unidade ampla e com estrutura para os serviços de perícias criminais e médicas legais, vistoria em veículos, engenharia legal, balística, além de um moderno laboratório para análise de drogas. O equipamento foi entregue juntamente com 48 viaturas para as polícias Técnica, Civil e Militar. Além de garantir mais segurança para a cidade e a agilidade nas perícias criminais, o prefeito destaca ainda que o equipamento vai diminuir os transtornos para os ilheenses, que antes tinham que encaminhar os corpos para a cidade de Itabuna para a realização de necropsias. “Só quem sente na pele o problema e os transtornos pode saber a necessidade e a importância do DPT”, complementou.

O prefeito participou ainda da inauguração do Terminal Pesqueiro de Ilhéus, uma obra onde foram investidos recursos de aproximadamente R$ 10 milhões e que vai beneficiar cerca de 20 mil pessoas que vivem da pesca na cidade. O terminal pesqueiro dispõe de estrutura para atracar embarcações de pesca oceânica de pequeno e médio porte, com até 30 metros de comprimento e capacidade de estocagem de 90 toneladas de pescado por viagem, por um período de 30 dias. Além de garantir gelo e combustível para os pescadores, o novo terminal oferecerá também espaços para o beneficiamento dos pescados e estocagem do produto, agregando mais valor aos peixes e assegurando assim mais renda para os pescadores.

Nova Ponte – Jaques Wagner também anunciou a autorização da licitação para a construção da ponte ligando o centro ao Pontal, uma obra que ele prometeu iniciar antes de findar a gestão do prefeito Newton Lima. A ponte terá 497 metros de extensão, conectada a um sistema viário de acesso entre o Aeroporto Jorge Amado e a avenida Dois de Julho. A primeira ponte estaiada da Bahia vai melhorar o trânsito de Ilhéus, facilitando o acesso à orla, desafogando o centro e embelezando a região. O investimento previsto é de R$ 120 milhões e inclui, além da ponte, o sistema viário de acessos, indenizações, estudos ambientais e projeto. De acordo com o governador, a ponte ficará pronta entre setembro e outubro de 2014.

Ainda em Ilhéus o governador Jaques Wagner anunciou a licitação para a recuperação de diversas estradas regionais, melhorando os acessos a vários municípios do Sul da Bahia. Na lista das estradas beneficiadas estão os trechos da BA-647 que ligam Aiquara ao entroncamento da BR-330 e Barro Preto ao entroncamento da BR-415 (Itapé); da BA-120, que ligam Itaju do Colônia a Itapé, e Gongoji ao entroncamento da BR-330, passando por Ubatã; e ainda da BA-654, que liga Itacaré a Taboquinhas. Outra rodovia que deve ser recuperada é a BR-415, que liga o sudoeste do estado à Costa do Cacau. As estradas têm um período máximo de 10 meses para a construção.

Galeria do Teatro expõe telas de Jane Hilda e Marlove Quadros a partir de segunda-feira

Será aberta às 18 horas da próxima segunda-feira (3 de dezembro), na galeria do Teatro Municipal de Ilhéus (TMI), a exposição “Bahia de Jorge e outros Amados Mundos”, da artista plástica Jane Hilda Badaró. O trabalho conta com a participação especial da artista plástica Marlove Quadros e de vinte (20) alunos do Colégio Estadual Paulo Américo de Oliveira. O vernissage será marcado também pelas participações do escritor e jornalista Daniel Thame, com autógrafos de seu livro mais recente “Jorge 100 anos Amado – um tributo ao eterno Menino Grapiúna”, e do cantor e compositor Jan Costa, que fará um show voz e violão.
Segundo Jane Hilda, a exposição “Bahia de Jorge e outros Amados Mundos” fecha o ciclo dos trabalhos desenvolvidos em 2012, quando promoveu diversas mostras na cidade de Ilhéus, entre elas uma série de telas pintadas em homenagem ao centenário do escritor baiano. Neste contexto, prossegue a artista plástica, foi possível participar, também, como expositora, no Salão Internacional de Arte Contemporânea, no Carrousel Du Louvre, em Paris, sob a chancela do Ministério da Cultura do Brasil, através do programa de Intercâmbio e Difusão Cultural.
Em contrapartida pelo subsídio recebido do Minc, Jane Hilda promoveu, em novembro último, o workshop “O Despertar dos Dons” na casa de Cultura Jorge Amado, juntamente com a artista plástica, professora de arte e arteterapeuta, Marlove Quadros. “Tivemos um dia de vivências, com projeção de vídeos mostrando importantes obras da história da arte, além de visita à casa Jorge Amado e momentos de criação artística. Os trabalhos produzidos no workshop farão parte desta exposição. É uma maneira de abrir os horizontes e mostrar um novo mundo para esses jovens. Eles estão muito felizes com a experiência”, diz Marlove.
O escritor e jornalista Daniel Thame, que lançou seu mais recente livro de contos, “Jorge 100 anos Amado – tributo a um eterno Menino Grapiúna”, durante o Festival Amar Amado, também estará presente, autografando seus livros. Para ele, essa fusão de manifestações artísticas é importante, especialmente para despertar nos jovens o gosto pela cultura. “E é gratificante celebrar Jorge Amado nessa cidade mítica, onde ele deu os primeiros passos na literatura”, acrescenta. Em outubro, Daniel Thame foi um dos convidados da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) em que abordou a obra de Jorge Amado, ao lado da historiadora norte-americana, Mary Ahn Mahony. O evento, que tem entrada franca e acontecerá ao som do violão e de bela cantoria de Jan Costa, tem apoio cultural do Ministério da Cultura (Minc), Fundação Cultural de Ilhéus e Colégio Estadual Paulo Américo.