Milhares de pessoas foram às ruas no bairro Comércio, em Salvador.
Missa campal celebrada por Dom Murilo Krieger abriu homenagens.

Egi Santana Do G1 BA

Imagem de Nossa Senhora da Conceição da Praia (Foto: Egi Santana/G1)Imagem de Nossa Senhora da Conceição da Praia (Foto: Egi Santana/G1)

Mesmo com a pequena chuva que caiu no bairro do Comércio, na Cidade Baixa, em Salvador, fiéis lotaram a basílica da Conceição da Praia e os arredores do templo religioso durante a manhã, em homenagem ao dia da padroeira da Bahia, comemorado neste sábado (8).

Um pouco antes da missa campal, que começou pouco depois das 9h, o arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger comentou sobre a festa e a fé dos baianos. “Eles vieram e, com muita disposição, independente do chuvisco. Eles vêm agradecer à mãe de Jesus, Maria, que nos aponta sempre para o caminho de Deus. Estamos aqui hoje para agradecer à nossa padroeira e para promover o bem, fazer o bem e colaborar para a criação de um mundo mais solidário”, disse.

Patrícia levou a filha para pedir ajuda em cura contra um câncer (Foto: Egi Santana/G1)
Patrícia levou a filha para pedir ajuda em cura
contra um câncer (Foto: Egi Santana/G1)

Na plateia, fiéis que anualmente comparecem às comemorações para a padroeira, como a advogada Maria Rita Bacelar, de 71 anos, que conversou com o G1 na festa de 2011 e este ano estava novamente prestando suas homenagens à santa. Havia ainda pessoas como Patrícia dos Santos Batista, que em lágrimas durante quase toda a missa, pedia à padroeira que ajudasse na cura de um câncer da filha Luana, de 16 anos. “Vimos aqui pedir que Nossa Senhora nos ajude no tratamento dessa doença, que ela ajude com o plano de saúde, que parou de tratar de minha filha, que nos ajude a vencer essa batalha”, disse.

Emocionada, Patrícia agradecia também pela vida, ao mesmo tempo que afirmava que “não há limite para a fé. Nós temos fé em Deus, em Nossa Senhora, e iremos vencer essa luta, com as graças do senhor”, pontuou.

Fieis rezam durante as celebrações na capital baiana (Foto: Egi Santana/G1)
Fieis rezam durante as celebrações na capital baiana (Foto: Egi Santana/G1)

Na mensagem, dom Murilo falou dos ensinamentos que a mãe de Jesus deixou para os católicos. “Nossa senhora nos ensina a mensagem, sobretudo, de louvor a Deus. E é esta a nossa missão aqui, e todos os dias durante nossa passagem nesta vida”, finalizou.

Festa lotou as ruas em frente à Igreja da Conceição da Praia, em Salvador (Foto: Egi Santana/G1)
Festa lotou as ruas em frente à Igreja da Conceição da Praia, em Salvador (Foto: Egi Santana/G1)

A missa campal terminou por volta das 10h45, quando regada por uma chuva de pétalas, a imagem de Nossa Senhora da Conceição da Praia seguiu rumo à procisão pelas ruas do bairro no Comércio, levando um grande número de fiéis que não se incomodaram com os pingos de chuva que ainda caiam na região.

Programação
Os devotos irão percorrer o Elevador Lacerda, o Mercado Modelo, a Associação Comercial da Bahia e o Porto de Salvador. Além da missa finalizada por volta das 10h45, as demais celebrações serão realizadas às 12h, 14h, 15h30 e 18h. Os festejos acontecem também nas paróquias dos bairros de Itapuã, Periperi e Tororó, que fizeram uma programação especial.

Comemoração à padroeira da Bahia em Salvador (Foto: Egi Santana/G1)Comemoração à padroeira da Bahia em Salvador (Foto: Egi Santana/G1)

História
Tombado pelo Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) desde 1938, a Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, localizada na Cidade Baixa, era uma pequena capela em 1549, ano em que foi construída por ordem do governador do Brasil Thomé de Souza. No século 20, em 1946, a igreja recebeu o título de Basílica Menor. Em 2010, o cardeal Dom Geraldo Majella Agnelo proclamou a igreja ao status de Santuário Mariano Arquidiocesano, ou melhor, “Coração Mariano da Arquidiocese”.

O dia 8 de dezembro foi oficializado como o dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia por ser a data em que foi proclamado o dogma da Conceição de Maria pelo Papa Pio IX, no ano de 1854, que confirmava que a concepção da mãe de Jesus havia sido sem pecado. A pedido dos participantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil Regional Nordeste III, o papa Paulo VI decretou Nossa Senhora da Conceição da Praia, a padroeira da Bahia.

Fieis cantaram durante a missa em Salvador (Foto: Egi Santana/G1)
Fieis cantaram durante a missa em Salvador (Foto: Egi Santana/G1)


G1 BA
http://g1.globo.com/bahia/noticia/2012/12/fieis-lotam-ruas-e-igreja-da-conceicao-em-homenagem-padroeira-da-bahia.html