CAPA
“Gigante dos Mares” aporta em Ilhéus e comandante recebe homenagens
Realizada em Ilhéus a última etapa do Programa Nutrir, Cuidar e Saber
Luta feminina de “O Gladiador” está entre as mais esperadas pelo público

***

“Gigante dos Mares” aporta em Ilhéus e comandante recebe homenagens

O transatlântico Fantasia, da MSC Cruzeiros, conhecido como o “Gigante dos Mares”, aportou nesta terça-feira (11) no Porto de Ilhéus pela primeira vez. Enquanto os cruzeiristas aproveitavam as belezas da cidade, rica e histórias e belezas naturais, o comandante Giuliano Bossi e a gerente de Operações da MSC, Márcia Leite, recepcionaram autoridades e convidados para comemorar a inclusão de Ilhéus no roteiro do maior transatlântico da companhia.
Para o comandante Guiliano Bossi, a inserção de Ilhéus no roteiro do Fantasia foi um sonho acalentado há mais de um ano e concretizado de forma bastante positiva no ano em que se comemora o Centenário do escritor Jorge Amado. “Apesar de ter nascido na Itália, meu coração pertence ao Brasil, meu espírito está na Bahia e minha alma e todo o meu ser se encontram nas ‘terras do sem fim’”, disse, numa alusão às histórias da região, contadas por Jorge Amado.
Profundo conhecedor da história regional, o comandante Guiliano Bossi revelou a importância do cacau no desenvolvimento de Ilhéus, inclusive para a implantação do porto, um dos vetores da economia, que se encontrava prejudicado depois do ataque da vassoura-de-bruxa aos cacauais baianos. “Agora, a MSC toma medidas no sentido de revigorar a economia ilheense através do turismo. Ainda mais agora no centenário de Jorge, que eu esperava revê-lo neste porto para oferecer-lhe o maior e mais bonito navio do mundo”, brincou.
Na opinião da diretora de operações Márcia Leite, a MSC se sente muito satisfeita e honrada em trazer para Ilhéus o Fantasia, superando desafios com os parceiros, a exemplo do prefeito Newton Lima, das autoridades portuárias, da praticagem e dos operadores de turismo, a exemplo de Alfredo Landim. “Todos contribuíram de forma magnífica e o que era um sonho do nosso comandante ser transformado em realidade”, ressaltou a diretora.
Representando o prefeito Newton Lima, o secretário da Segurança, Transporte e Trânsito, Clóvis Cunha, leu uma mensagem enviada pelo prefeito ao comandante Guiliano Bossi, na qual ressaltava o empenho do “italiano de alma ilheense” em promover Ilhéus em todo o mundo. “Esse nosso conterrâneo é o maior divulgador de nossa terra pelo mundo afora, contando as histórias de Jorge Amado, exaltando os seus personagens e mostrando o que temos de bom e belo para se ver, a exemplo de nossas praias, nossa comida típica e o povo acolhedor”, escreveu o prefeito.
Homenagens – Para o secretário Municipal do Turismo, Paulo Moreira, Ilhéus se sente feliz com as constantes vindas do comandante Bossi, agora com a alegria redobrada, com a chegada dele no maior e mais belo transatlântico da MSC Turismo. “São dois grandes parceiros que Ilhéus tem tido nos últimos anos: o comandante Guiliano Bossi e a diretora de operações Márcia Leite, que têm feito todo o esforço possível para ampliar a participação de nossa cidade no cenário turístico nacional”, agradeceu.
Para o diretor da agência de viagens Encantur, Alfredo Landim, chegou a hora de todos os segmentos do turismo ilheense começar a retribuir a parceria mantida com a MSC Cruzeiro, através da diretora Márcia Leite e do Comandante Guiliano Bossi. Esse reconhecimento foi feito através da troca de placas homenageando pelos serviços prestados ao turismo de Ilhéus.
Outra honraria prestada ao comandante Guiliano Bossi foi prestada pela Câmara Municipal de Ilhéus, conferindo-lhe o Título de Cidadão Ilheense, projeto de autoria do vereador Marcos Flávio Rhem da Silva. O Título de Cidadão foi entregue durante a solenidade por uma Comissão formada pelos vereadores Edivaldo Nascimento (presidente), Reynaldo Oliveira (vice-presidente), Valmir Freitas (primeiro-secretário), Tarcísio Paixão (segundo-secretário) e Jailson Nascimento.
Vinda do navio Fantasia foi
precedida de planejamento
Assim que tomou conhecimento de que o maior e mais bonito navio de passageiros da MSC, o Fantasia, que iria comandar, somente atracaria em 2012 nos portos de Salvador, Rio de Janeiro e Santos, Guiliano Bossi solicitou à diretora de Operações, Márcia Leite, uma reunião em Ilhéus, com a finalidade de viabilizar uma das paradas na cidade. Finalmente, em 2 fevereiro de 2012, o encontro foi realizado à bordo do navio Orchestra, com a presença do prefeito Newton Lima, autoridades portuárias e operadores de viagens.
Com capacidade para acomodar 4.400 turistas, o Fantasia mede 333 metros de comprimento, 73 metros de altura, dividido em 16 andares mais áreas de porões, possui uma tripulação formada por 1.400 pessoas e depende de um calado mínimo de 9,30m para atração. “Esses números são bastante significantes para a MSC Cruzeiros, que se preocupa com a infraestrutura e a logística de atendimento, no sentido de que os turistas aproveitem o máximo de cada cidade, inclusive Ilhéus”, ressaltou Márcia Leite.
À época, o prefeito Newton Lima ressaltou o interesse de Ilhéus em ampliar a participação no turismo de cruzeiro e para isso algumas iniciativas estão sendo realizadas, a exemplo da abertura de novos locais de visitação. “Junto com as operadores de turismo, estamos incentivando proprietários de fazendas a investir no turismo rural, bem como promovendo ações de conscientização junto aos empresários do ramo turísticos, como bares, restaurantes e hotéis. Outra ação que temos feito junto com outros parceiros é a capacitação de guias e motoristas de vans e táxis, para que prestem um serviço de qualidade ao turista”, ressaltou.
Guiliano Bossi – Nascido em Manorala (Aldeias Cinque Terre), no Norte da Itália, Guiliano Bossi iniciou sua carreira em 1963, aos 18 anos, e em 1965 desembarcou pela primeira vez no Brasil (Rio de Janeiro), integrando a equipe de um navio cargueiro. Em 1966, já como 3º Oficial, passou quatro meses no Porto de Salvador, ocasião em que conheceu, no Mercado Modelo, a “mamorixá” Rosa de Oxalá, que lhe mostrou as primeiras referências da cultura baiana, a exemplo do sincretismo religioso – candomblé e santos da Igreja Católica, além da gastronomia.
Rosa de Oxalá também presenteou Bossi com cinco livros do escritor Jorge Amado e, assim que leu os livros, se apaixonou pelo escritor e pela Bahia. Com a leitura, sobre a história dos frutos de ouro, a cidade de Ilhéus, a terra do cacau passou a ser a sua preferida. Com essa paixão repentina, adquiriu toda a obra de Jorge e passou a conviver com os seus personagens. “Quando venho a Ilhéus me encontro com Jorge Amado em sua casa, vou ao Vesúvio e vejo Gabriela e Nacib e ainda vou ao Bataclan me encontrar com Maria Machadão”, costuma dizer Bossi.
Em 1978 concluiu o exame de capitão de longo curso, integrando equipes de comando de navios de passageiros, dando a volta ao mundo por 18 vezes, sendo sete delas como comandante. Fala oito idiomas, inclusive chinês e português, este com fluência. Numas de suas viagens, ao conversar com os dois passageiros, disse que assim que chegasse a Salvador iria comer um acarajé. Foi quando um dos passageiros lhe perguntou: “Será que esse acarajé é semelhante àquele descrito em meu pai em seus livros?”. Foi quando Bossi retrucou: “Quem é seu pai”. “Jorge Amado”, respondeu. Bossi acabava de conhecer os dois filhos de Jorge Amado – Jorge e Paloma. Ironia do destino.
O encontro com os filhos de Jorge transformou-se num dos fatos mais marcantes do comandante Bossi, selando, assim, o seu amor por Ilhéus, cidade que ele considera tão bela e acolhedora. Em todos os seus pronunciamentos nos navios que comanda e que o destino é o Brasil costuma dizer: “Nasci na Itália, meu coração pertence ao Brasil, mas minha alma e todo o meu ser se encontram mesmos é nas ‘Terras do Sem Fim’”, conclui.

Realizada em Ilhéus a última etapa do Programa Nutrir, Cuidar e Saber

A Secretaria Municipal de Educação de Ilhéus, em parceria com a Fundação Nestlé, realizou na tarde desta quinta-feira (13), no auditório da Justiça Federal, a etapa final do Programa de Formação Nutrir, Cuidar e Saber, contando com a participação de professores, merendeiras e técnicos das secretarias de educação de Ilhéus, Gandu, Ibirapitanga, Ibirataia, Ubaitaba, Itacaré e Igrapiúna. O programa tem como objetivo capacitar professores, coordenadores, gestores pedagógicos e merendeiros para que adotem práticas e métodos visando o envolvimento da sociedade, o respeito ao meio ambiente, a valorização dos movimentos da infância e o incentivo à cultura local, através da alimentação, música, histórias e brinquedos.
A primeira etapa do curso foi realizada em maio desse ano com reflexões sobre o bem cuidar da criança, abordando temas como a relação entre a infância e a natureza, a criança e a escola. Já a segunda etapa foi realizada nos dias 30 e 31 de julho, no auditório do Centro de Estadual de Educação Profissional (CEEP), onde o foco principal foi a sensibilização para a importância da alimentação saudável, com discussões sobre a formação de hábitos alimentares, mudanças culturais na alimentação, origem da merenda e os cuidados na preparação e formação dos hábitos.
Nessa última etapa de formação do Programa Nestlé Faz Bem Cuidar, Nutrir e Saber, foram premiados alguns projetos pela Fundação Nestlé. Em Ilhéus a Escola Municipal Gisélia Soares foi premiada pelo desenvolvimento do Projeto “Minha Escola tem um nome”. De acordo com a coordenadora pedagógica Sandra Mabel, o projeto teve como objetivo o reconhecimento da identidade do colégio. A Escola Municipal Gisélia Soares tem um ano de fundação e o seu nome foi em homenagem à saudosa professora Gisélia Soares, que deixou sua marca de comprometimento, respeito e dedicação à educação pública. O projeto envolveu toda a comunidade, sensibilizando quanto a necessidade de cuidar do ambiente escolar.
A secretária de Educação, Lidiney Campos, destacou a importância dessa parceria com a Fundação Nestlé que proporcionou, de maneira dinâmica, novos conhecimentos. Na avaliação da secretária, cursos, formações e reflexões como estas contribuem decisivamente com a capacitação da comunidade escolar, trabalhando temas e assuntos do dia-a-dia, como nutrição, saúde, sustentabilidade ambiental e a importância da água, possibilitando as mudanças de hábitos e ampliando ainda mais o saber.

Luta feminina de “O Gladiador” está entre as mais esperadas pelo público

Para mostrar que lugar de mulher também é no ringue, as atletas Larissa Dias, de Itabuna, vai enfrentar a catarinense Carol Correia, da equipe Júnior Aguiar, de Joinville no MMA “O Gladiador II – Coragem à Prova”, que acontecerá no dia 15 de dezembro, às 19 horas, no Ginásio de Esportes Herval Soledade, em Ilhéus. O evento, que já é considerado como uma das maiores provas de artes marciais do interior da Bahia, terá ainda a participação de outros 18 lutadores, num verdadeiro show de técnica, habilidade e muita coragem. Os ingressos para assistir a luta custam R$ 25,00 e podem ser adquiridos nos seguintes pontos de venda autorizados: em Ilhéus, no Estande do Carioca, no Quarteirão Jorge Amado, centro da cidade, e em Itabuna, no Bicho Festeiro, na avenida Duque de Caxias, 118, centro
E a luta feminina está sendo aguardada com grande expectativa pelo público. A atleta regional Larissa Dias, de Itabuna, que já participou do Lions FC em uma competição de boxe e do Porto Fight, fará a sua primeira experiência de luta no MMA. Ela já possui uma pequena experiência na área e apesar de ter sido avisada há pouco tempo do evento, está treinando firme para representar bem a região e a equipe Kimura no duelo. Um detalhe é que Larissa Dias aceitou o desafio de substituir, de última hora, a atleta Beel Lisboa. Mas a vantagem é que ela está sendo preparada pelo campeão do último evento de MMA em Itabuna, Beto Ninja, um dos atletas desta modalidade mais conhecidos na região.
Já Carol Correia está sendo preparada nas modalidades Muay Thai e MMA com os professores Júnior e Juliana Aguiar e jiu-jitsu com professor Ricardo Ferreira. Sua preparação física está por conta do experiente João José Rosário. Segundo sua técnica, Juliana Aguiar, o foco está sendo maior na trocação, já que o Muay Thai é seu forte. Sem esquecer é claro a importância das outras modalidades. O certo é que a plateia pode esperar muito empenho, raça e determinação das lutadoras durante toda a luta.
Além da luta feminina, “O Gladiador II – Coragem à Prova” terá ainda os duelos entre os atletas Bello x Chapolim, Sérgio x Jairo, André x Buga, Wellber x Pitbull, Selva x Ewerton, Silvio Reis x Adilron, Gênesis x Kadu Tito, Sidarta x Axealan e Reinaldo x Pirata, estreantes e lutadores experientes de várias cidades do Brasil, reconhecidos a nível internacional. Realizado pela empresa Conceito Executivo, o MMA “O Gladiador II – Coragem à Prova”, conta com o apoio da Fundação Juscelino Kubitschek (JK), de São Paulo, Carlos Massarollo, ABAMM, Jacutinga Fight e da Prefeitura Municipal de Ilhéus, através da Superintendência de Esportes.
O evento também será enriquecido, entre outros aspectos, pela transmissão de algumas lutas pelo Canal Combate, o mais famoso canal de lutas do país. Tudo isso sem contar com o apoio de três ring girls (garota do ringue) durante as lutas. Outro diferencial e que dará um toque especial aos duelos será a estrutura que está sendo montada, onde o público poderá acompanhar as dez lutas programadas de forma confortável e com excelente visão, haja vista a proximidade do octógono com a arquibancada. Segundo Danilo Pinheiro, que dirige a organização do evento, O Gladiador II tem como principais finalidades divulgar o MMA para um maior público e também descobrir novos talentos da modalidade que, cada vez mais ganha novos praticantes nas academias da cidade.