Antes de abordarmos a razão pela qual São João é o padroeiro da Maçonaria, devemos nos lembrar que, as datas, em que se comemoram os dias consagrados aos dois santos homônimos:
– 24 de junho e 27 de dezembro que são também as datas solsticiais de invernos, no hemisfério sul(1) e hemisfério norte(2), respectivamente. Nas mesmas datas correspondem nos hemisférios opostos aos solstícios de verão.
Qual a razão disto?
Em sua marcha, em torno do sol, (a translação) a terra descrevendo uma elipse, ora ficará mais próxima, durante os Equinócios, ora mais afastada do Sol durante os solstícios.
O plano do equador terrestre e o plano da trajetória da terra, em seu movimento em redor do Sol quase nunca coincidem, havendo inclinação de um, em relação ao outro, até de vinte e três e meio graus (23,5°). Isso acontece porque a parte superior do eixo da terra está sempre apontado em direção a uma estrela de enorme brilho que fica ao norte, denominada de Estrela Polar.
Em consequência, de acordo com a posição da terra, ora o hemisfério norte, ora o hemisfério sul ficam mais expostos aos raios do Sol. Quando ocorre o verão. O hemisfério oposto resguadado da luz do Sol fica sobe efeito do Inverno. Essas mudanças se dão cada seis meses. (3)
Os dois solstícios ocorrem, em 21 de junho e 27 de dezembro. datas bem proximas aos dias santificados de que tratamos. E elas passaram a ser comemoradas conjuntamente, desde os tempos da Maçonaria Operativa.
É natural que daí surja a confusão que fazem, entre ambas. E por herança recebida dos membros das Organizações de Ofício que costumavam comemorar os solstícios.
Para os nossos antepassados, na Europa, era também normal se escolher um santo protetor para cada corporação de ofício ou grupos profissionais. Resultou assim, que os dois santos, São João Batista e São João Evangelhista fossem eleitos como os nossos padroeiros. Esse hábito atingiu à moderna maçonaria.
Atualmente, a grande maioria das Lojas Maçôncica costuma abrir os seus trabalhos fazendo clara referência a esse preceito, com a seguinte declaração:- “À glória do Grande Arquiteto do Universo e em honra a São João, nosso padroeiro…”.
Nossos Grão-Metres, os Mestres de Lojas ou Veneráveis Mestres costumas ser investidos, nos seus cargos, nos dias de São João Batista – 24 de junho. Na impossibilidade de ser nessa data, escolhe-se uma outra que seja bem próxima. Presta-se, assim, uma reverência a esse nosso padroeiro.
Lembramos, ainda, que, a primeira obediência maçônica moderna do mundo, foi fundada, em 24 de junho de 1717.
São João Batista é o precursor da Luz e com a prática da purificação, pela água, é considerado o profeta das iniciações, enquanto, São João Evangelista chamado de Apóstolo Virgem. foi o discípulo a quem Jesus Cristo mais amou. Ele, Pedro e Tiago formaram o trio de apostolos mais importante do cristianismo. Junto à Cruz, recebeu de seu agonizante Mestre a sua própira Mãe, para proteger. Ele foi o anunciador ou revelador da Luz, o guardião da doutrina e defensor do amor fraterno.


Fonte:
Dayan Serique
FAROL DO TAPAJÓS