Girando




Busca por Data
março 2014
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Mês mar/2014

Luiz Castro em: DECOLORES

NAVEGANDO PELA INTERNET

Encontrei esse pequeno artigo que dá a idéia do que possa ser um bom político. E achei interessantíssimo. Na realidade é exatamente o que acontece em nossa cidade, no nosso país. O bom político é aquele cara simpático, que come galinha pé duro la no interior, que bebe cachaça no bar com o Zezinho, com Raimundinho, com os inhos todos…É aquele que vai lá naquela comunidade e com cara de taxo sai pelas mesinhas e distribui aquela simpatia dissimulada pra aquela pessoinha simples que desiludida da vida e quando tal cara de pau dando um sorriso dissimulado acredita no infeliz. Isso parece anedota, mas é a mais pura verdade. Esses espertinhos se aproveitam da pobreza, da necessidade, da falta de instrução desse povo pra ludibriar e tentar dar o golpe comprando os votos desses pobres de diversas formas.

Fico indignado com esses caras de pau que tem por ai. Pessoas que não se pode dar a menor possibilidade que já sabemos qual será o resultado. Gente precisamos deixar de ser bobos. Até quando vamos permitir que infelizes com essas qualidades norteiem nosso futuro? Dizemos que estamos mais rigorosos em nossas escolhas, mas não posso concordar que isso esteja acontecendo de fato. Ainda falta muito. É verdade que as pessoas já estão mais esclarecidas, mas mesmo, assim se deixam comprar com facilidade.

•| MATÉRIA COMPLETA »

JORGE VIEIRA / CEPLAC EM 30 ARTIGOS (XX)

                      REALIZAÇÕES E HISTÓRIA DA CEPLAC – 1957 – 2014.   

 2001 – AS REAÇÕES À IDEIA DE UNIÃO CEPLAC + UESC

                       Desde 1971 tenho escrito pela necessidade de uma Universidade na região sul baiano.  Universidade para a sociedade, para a Bahia e para  o  Brasil.

                        Com o lançamento do meu livro “Idéias e idealismo no mundo do Cacau” e as entrevistas com políticos e autoridades baianas, com cacauicultores, profissionais, professores e líderes regionais, este tema foi abordado.  Troca de experiências, de apoio e entusiasmo e também de reações contrárias. Nenhuma destas manifestações negativas diminuiu meu otimismo e minha convicção sobre a melhor solução institucional para os dois órgãos, “notadamente”  baianos.

                        Por algum tempo fiquei a meditar nas oposições e nos aspectos de risco e dúvidas para a concretização ideológica, especialmente neste país de incertezas e gestões políticas interesseiras.  Finalmente cheguei a uma análise bem realista.

1 – Bom número dos questionamentos, afetando a aceitação da idéia referia-se

a problemas pessoais de funcionários preocupados com sua situação funcional- servidor federal, estadual ou o que seremos? – aliada à insatisfação sobre o atual salário vergonhoso pago pelo  Ministério da  Agricultura.  E o medo de um desmantelamento institucional, podendo ocorrer transferências para qualquer parte do Brasil, à semelhança de um cenário do “apartar da boiada”. Ainda mais, o receio da perda da posição, do cargo, do DAS que hoje é mais necessário que a formação e experiência tecnológica, intelectual e cultural; a autodefesa dos dirigentes na manutenção dos seus cargos.

                        A resposta a todos estes pontos está na proposta de manutenção do status de servidor público federal, atendendo a legislação existente até sua aposentadoria; em nenhum momento se propõe prejuízo econômico. Quanto ao lado técnico, a oportunidade será de um ganho substancial pois  o ambiente de trabalho será a  Universidade – centro de estudos e pesquisas em diferentes ramos da ciência; local de discussões livres no contingente humano mais intelectualizado da região. Haverá progresso mesmo que por “osmose”.

                        2 – A reação contrária dos companheiros do tempo áureo da Ceplac devido ao sentimento arraigado de amor à instituição que foi sua escola e de maior tempo de vida profissional.  Organização que lhe prestigiava, que reconhecia seu trabalho, por mais humilde que fosse que lhe dava orgulho em pertencer ao seu quadro de funcionários. Saudosismo justo e belo. Só depois de algumas recordações e questionado sobre o presente e o futuro, eles começam a aceitar a necessidade de mudanças e alterações do modelo organizacional, sem a perda dos princípios de honestidade, seriedade, entusiasmo e sentimento para com os problemas da sociedade sulbaiana, em especial dos cacauicultores.  Neste momento, temos mais adeptos à ideia, talvez não muito fervorosos, mas conscientes de que esta é a melhor solução.

•| MATÉRIA COMPLETA »

ILHÉUS / Manifestação / Farmácias Independentes

 FOTOS R2CPRESS. LIBERADAS DESDE QUE  CITADA A FONTE.

FOTOS R2CPRESS. LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE.

manifesto farmácias independentes

Prefeitura de Canavieiras

Canavieiras presente na rede de inovação do turismo

Fernando Volpi e diretores no evento de turismo.

Fernando Volpi e diretores no evento de turismo.

A Prefeitura de Canavieiras enviou três representantes da Secretaria do Turismo e Esportes para participar do Seminário Rede de Inovação em Gestão de Turismo. O evento, que foi realizado em Salvador durante dois dias, contou com a participação do secretário Fernando Volpi e as diretoras Ana Cristina e Aline Souza.

Segundo o secretário Fernando Volpi, no encontro, gestores públicos e privados participaram de um curso de atualização e aperfeiçoamento, com ênfase para a inovação, empregando metodologia já comprovada e não meramente experimental. “Hoje, municípios como Canavieiras que tem grande parte do seu Produto Interno Bruto (PIB), tem que estar focado na qualificação desta atividade”, ressalta.

•| MATÉRIA COMPLETA »

MAÇONARIA ENLUTADA

Falecimento

Falecimento

Lamentamos informar, com pesar, o falecimento da Sra. Alice, na cidade de Itauçu-Goiás, mãe do nosso Sapientíssimo Ir. Eurípedes Barbosa Nunes, Grão-Mestre Geral Adjunto do Grande Oriente do Brasil. O velório está acontecendo na Funerária Felix e o sepultamento será às 15 horas desta segunda-feira, naquela cidade. O Grão-Mestre Geral do GOB, Marcos José da Silva, em nome de todos os Secretários-Gerais do Grande Oriente e também dos maçons de todo o Brasil, vem por meio desta expor todo o sentimento pela perda. Rogando ao GADU, conforto e consolo ao nosso querido irmão Barbosa Nunes e demais familiares.

Informações: https://www.facebook.com/MaconariaNoticias

COMUNICADO 

Foto: ASCOM

O Grão-Mestre Estadual da Bahia, Silvio Souza Cardim, em nome de todos os Maçons da Bahia, solidariza-se com o Ir.’. Eurípedes Barbosa Nunes – Grão-Mestre Geral Adjunto do GOB pela partida da sua Srª Mãe, D. Alice, para o Oriente Eterno e presta solidariedade à família.

L.S. ASCOM / GOEB

JÓJO VENCE OUTRA VEZ EM FERNANDO DE NORONHA

Por: Píupa Amaral – Juiz credenciado pela ISA (International Surfing Association)

Na foto, Jójo comemorando o primeiro título municipal no Guarujá Foto Silvia Winik.

Na foto, Jójo comemorando o primeiro título municipal no Guarujá Foto Silvia Winik.


Depois de vencer a etapa de abertura do Circuito Pernambucano na última sexta, 28, na Cacimba do Padre em Fernando de Noronha o ilheense Jojó de Olivença volta a subir no pódio.

Desta vez o baiano garantiu três primeiros lugares na segunda etapa do Circuito Brasileiro Master em Noronha realizado no último final de semana 29 e 30 de março.

Na categoria Grand Master (acima de 40 anos), Jojó eliminou nada mais nada menos que um dos favoritos e colecionador de troféus, o paraibano Fabio Gouveia (PB), Caia Souza (FN) e Roni Ronaldo (SC) conquistaram o terceiro e quarto lugar respectivamente.

Na categoria Kahuna (acima dos 45 anos), surfou muito e voltou a vencer não dando chance para Claudio Marroquim (PB), Armando Maciel (SC) e Cardoso Junior (CE).

Na categoria especial Jojó mostrou que estava em conexão com as ondas e voltou a brilhar vencendo pela segunda vez consecutiva o ilustre Fabio Gouveia (4º).

Outro ilheense que representou muito bem a Bahia, mas infelizmente não encontrou as ondas foi, Marcelo Alves, (4º) na Master e (7º) na Grand Master.

A terceira etapa que inicialmente estava prevista para Itacaré foi transferia para Praia de Batuba em Olivença. Competindo em casa os atletas ilheenses terão todo o apoio da torcida nos dias 20 e 21 de abril.

Você não pode perder!

Parabéns e Boa Sorte a todos!

NOTA DE PESAR

A Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia – Amurc e o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável (CDS) do Litoral Sul, em nome do presidente Lenildo Santana, vem por meio desta, manifestar as sinceras condolências aos familiares e amigos do ex-prefeito de Itaju do Colônia, Gerson Varjão, que faleceu na madrugada desta segunda-feira (31), em Itabuna.

O planejamento familiar

Luís Eugênio Sanábio e Souza*

Mãe, mestra e perita em humanidade, a Igreja Católica considera que por razões justas, os esposos podem querer espaçar os nascimentos de seus filhos. Devem, porém, verificar se tal desejo não procede do egoísmo, e se está de acordo com a justa generosidade de uma paternidade responsável. A Igreja também considera que um justo planejamento familiar não deve ser ilimitado e radical a ponto de tornar impossível a procriação. Deve-se sempre respeitar o aspecto procriativo do casamento. Não é justo resolver a questão do planejamento familiar a partir de uma mentalidade meramente utilitarista, pragmatista e nem hedonista.

A fecundidade do amor conjugal é uma dimensão profunda e natural da vida matrimonial. O filho não vem de fora acrescentar-se ao amor mútuo dos esposos; surge no próprio âmago dessa doação mútua, da qual é fruto e realização. Chamados a dar a vida, os esposos participam do poder criador e da paternidade de Deus (Gênesis 1,28). O amor conjugal tende naturalmente a ser fecundo e essa fecundidade deve ser acolhida como um dom benéfico para a vida do casal e não como um peso a ser descartado a partir de uma mentalidade contraceptiva que nasce do egoísmo ou do medo. O dom da fecundidade é um dom de Deus. Assim, “usufruir do dom do amor conjugal, respeitando as leis do processo generativo, significa reconhecer-se não árbritos das fontes da vida humana, mas tão somente administradores dos desígnios estabelecidos pelo Criador. De fato, assim como o homem não tem um domínio ilimitado sobre o próprio corpo em geral, também o não tem, com particular razão, sobre as suas faculdades geradoras enquanto tais, por motivo da sua ordenação intrínseca para suscitar a vida, da qual Deus é princípio” (Papa Paulo VI).

•| MATÉRIA COMPLETA »

DEMARCAÇÃO: TUPINAMBÁ DE OLIVENÇA, UMA ETNIA FABRICADA PELA FUNAI – 4ª PARTE.

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE ONDE ESTÃO AS 4 SETINHAS )LADO DIREITO).


Edgard Siqueira

MENSAGEM DA SEMANA

Caros amigos e amigas,

LEIA

Leia mais!

Aproveite seu tempo.

Não deixe que a ociosidade alimente pensamentos negativos, porque estará perdendo um tempo precioso que não voltará mais.

Leia mais!

A boa leitura alimenta o cérebro e controla as emoções.

O livro é um amigo discreto que não se impõe a ninguém, e só fala conosco quando temos vontade de conversar com ele.

Leia mais, e faça do livro seu melhor amigo! (C.Torres Pastorino)

Que todos tenham uma semana de PAZ e LUZ, repleta de SAÚDE e a BENÇÃO misericordiosa de DEUS, que é um Pai de infinita bondade e amor.

ZÉCARLOS JUNIOR

NETO OLIVEIRA em: Insuperável Walt Disney…

E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar…

Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.

Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.

Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.

Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.

Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.

Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de as superar.

Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido. Deixei de me importar com quem ganha ou perde. Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer.

Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim deixar de subir. Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de”amigo”.

Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, “o amor é uma filosofia de vida”.

Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser uma tênue luz no presente.

Aprendi que de nada serve ser luz se não iluminar o caminho dos demais.

Naquele dia, decidi trocar tantas coisas… Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade.

E desde aquele dia já não durmo para descansar… simplesmente durmo para sonhar.

Walt Disney

Agrissênior Notícias – Nº 469 – 02 de abril de 2014

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE ONDE ESTÃO AS 4 SETINHAS (LADO DIREITO).

ITABUNA / Loja Maçônica 28 de Julho – Iniciação

Neste sábado, 29, aconteceu na Loja Maçônica 28 de Julho cerimônia de Iniciação.
Os Iniciados foram:
Nardo Caetano Bonfim Alves (Policial Militar)
Nélio Manoel dos Santos (Auditor Fiscal)
Octacílio Souza Neto (Gerente de Contas)
Otávio Cesar de Carvalho Alves (Professor).

O Venerável Mestre da Loja 28 de Julho, o médico José Rebouças conduziu os trabalhos contando com o apoio e presenças de Veneráveis de Lojas de cidades circunvizinhas. Irmãos Maçons participaram ativamente dos rituais. Viu-se um conjunto de ações que culminaram com o brilhantismo todo especial destacando-se a ritualística uma das características mais marcantes daquela Loja.

No salão de festas, no final da Cerimônia, foi servido o jantar quanto aconteceu a entrega de flores, brindes e participação direta de familiares de maçons e dos novos iniciados.

Indiscutivelmente, um belíssimo momento da Irmandade.

Fotos by R2CPRESS – AGÊNCIA DE NOTÍCIAS.

VEJA FOTOS CLICANDO AQUI E DEPOIS NA SETA PARA AVANÇAR.

MULHERES (BAIANAS) NO PODER

Durval Pereira da França Filho

Durval Filho - diretor da Biblioteca Afrânio Peixoto - Foto Walmir Rosário.

Durval Filho – diretor da Biblioteca Afrânio Peixoto – Foto Walmir Rosário.

No contexto das discriminações existentes entre os seres humanos, é possível que uma das mais antigas seja contra as mulheres. Desde priscas eras, porém, a luta pelos direitos da mulher tem sido uma constante, seja através de correntes filosóficas, seja por meio de segmentos religiosos, como o cristianismo primitivo, por exemplo.

Os movimentos em defesa dos direitos iguais para homens e mulheres, que começaram de forma tímida no final do século XIX, a partir das décadas de 1960/1970 ganharam forças capazes de impactar as sociedades ocidentais. Essas forças foram se tornando mais efetivas, tanto no campo da cultura como no campo do direito, principalmente com relação aos direitos políticos (votar e ser votado), direito à autonomia, direitos trabalhistas etc.

Na constituinte da República (1890-1891), um projeto favorável ao voto feminino foi derrotado pelos positivistas que consideravam a atividade política desonrosa para a mulher. Contudo, a História do Brasil está repleta de ações de mulheres que se destacaram pela resistência a toda e qualquer forma de opressão.

Para efeito das nossas considerações, colocamos em evidência mulheres baianas, a começar com Maria Felipa de Oliveira, escrava da ilha de Itaparica, no Recôncavo Baiano, mulher guerreira, em todas as acepções do termo, que liderou os baianos em lutas decisivas pela independência, em 1823.

De igual maneira, a abadessa Joana Angélica de Jesus (1761-1822) e Maria Quitéria de Jesus Medeiros (1792-1853): a primeira, de Salvador, tornou-se a protomártir da independência; a segunda, de Feira de Santana, foi a primeira mulher brasileira a integrar uma unidade militar no país. Embora muitas mulheres baianas tenham lutado pela independência do Brasil, essas três entraram para a história como símbolos da luta que culminou no Dois de Julho.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Bem feito rsrsrsrsr


Enviado por Marcelo Ribeiro.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ... 19 20 21 Próximas