WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hospital ilheus secom bahia embasa sesab bahia


Abril 2014
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  








Momento importante para reflexão.

O Aleluia, praticamente, está sendo encerrado. A multidão acorreu e atendeu ao chamamento dos promotores do evento. Noites iluminadas e concorridas deram o tom do feito. O povo gosta de festa, de agitação e do futuqueiro que um acontecimento desses gera. Falou-se muito em negócios, parcerias, convênios etc. Legal.

O investimento para o ALELUIA ILHÉUS não deve ter sido nada pequeno. Montar uma estrutura dessas com artistas renomados gera custos. Os parceiros assumiram sozinhos ou a Prefeitura participou, também, desembolsando recursos?

A cidade está necessitando de melhoramentos, cuidados, zelo, infraestrutura básica, saúde, educação e atendimento ao cidadão nos quesitos básicos?

Os parceiros se contribuíssem com ajuda no sentido de recuperar ruas, iluminação, encostas e etc queimaria o filme da marca se ela for colocada no pé do morro que desaba sempre que chove?

O prefeito terá coragem de promover novo chamamento para, junto com a sociedade, prestar contas e dizer que não tem recursos para nada?

Os servidores municipais – em todas as áreas e categorias – ficaram satisfeitos com a realização do Aleluia Ilhéus em detrimento da melhoria das condições, por exemplo, de trabalho?

O morador que está vendo sua casa ruir, o morro deslizar, as crianças sem assistências, aprovaram a mega estrutura montada?

Ainda existe risco de morte com desabamento enquanto os gestores posam para fotografia ao lado de estrelas que receberam ALTAS SOMAS por alguns minutos de palco?

Um pai/mãe que está na porta de um hospital conveniado com a prefeitura, com um filho nos braços, implorando atendimento vê com “bons olhos” esse evento cujo retorno é incerto e, enquanto as luzes piscam, o filho morre por falta de atendimento?

Terá o ALELUIA ILHÉUS um retorno financeiro para o município e esse montante será informado para a sociedade a mesma que escuta que o município/prefeitura está com a “cuia na mão”?.

É preciso, senhores administradores, ter responsabilidade e esta passa por transparência. Ela vai ser MOSTRADA na sua TOTALIDADE?.

Vamos aguardar a prestação de contas QUE DEVE SER FEITA MESMO porque esse evento ESTÁ recheado de interrogações…

Querendo, caro leitor, faça sua reflexão.

Fraternal abraço e fiquem com DEUS (Sempre!).

Rabat.

7 respostas para “Momento importante para reflexão.”

  • Edgard says:

    Comandante Rabat,
    O chamamento para reflexão deste naipe denota a sua IMPARCIALIDADE, instigando-a ao livre arbítrio para fazer JUSTOS questionamentos, que pela tradição, não serão respondidos.
    A palavra critica que traduz a realização deste evento se chama PRIORIDADE. É claro que uma CIDADE TURÍSTICA (sic) como a nossa, precisa realizar eventos que atraiam multidões para azeitar a indústria do turismo e aquecer os negócios. Agora, atrair pessoas com a Cidade no estado lastimável em que se encontra, é uma rajada de metralhadora contra os verdadeiros interesses que se pretende almejar. No momento, o VISITANTE tem algum motivo para sair falando BEM da nossa Cidade? Claro que não, ao contrario, o que não falta é do que reclamar, o do que sair falando MAL, fazendo uma PROPAGANDA NEGATIVA, deixando de atrair novos visitantes.
    Temos dito, aqui tem a cultura de querer colocar o telhado antes do alicerce. Pela falta de recursos, contraditoriamente afirmada, como você, defendemos que seja por OBRIGAÇÃO, realizado aquilo que é básico e essencial. Por exemplo: ILHÉUS, necessariamente tem de ser uma CIDADE LIMPA, ILUMINADA, RUAS CONSERVADAS e SEGURA. Infelizmente, nada disso é priorizado.
    Esta é a questão, a FALTA DE PRIORIDADE. Enquanto isso, há muito somos enganados com a expectativa da realização de PROJETOS transformadores, que com o passar do tempo, se tornaram UTÓPICOS.
    Com tranquilidade, sem partidarismo, podemos afirmar; ILHÉUS não é apenas uma CIDADE DECADENTE, é uma CIDADE ABANDONADA, SEM PRIORIDADES.
    Mas Comandante, não vamos desistir. Vamos continuar perseverando na busca de dias melhores. Afinal, DEUS na sua infinita BONDADE foi tão generoso com os ILHEENSES ao conceber esta LINDA CIDADE.

  • JOSÉ REZENDE MENDONÇA says:

    Meu grande ACIR

    Fico mais uma vez muito feliz com seu texto muito lúcido e oportuno. Você sempre nos premia com textos de que nos levam a indagações muitos profundadas. Tudo isso,só pode nos levar a uma cidadania mais completa.

    Sem mesmo ter visto este seu momento de reflexão, antes de escrever o texto para sua publicação no R2cPress, logo em seguida,passo agora deixar bem claro, foi tudo mera coincidência de opinião adversa e nunca para tentar responder a sua reflexão, mesmo porque sou um cidadão muito cauteloso com estas coisas.

    Mas, por outro lado entendo que os leitores agora, poderão ver duas reflexões, de dois amigos/irmãos/colegas, que lutam por uma ILHÉUS, mais digna em todos os sentidos, e com transparência mil. Por isso mesmo, que acho que nossos textos se completam e esperamos que os nossos leitores entendam, que queremos o melhor para esta cidade, e que estes eventos são necessários sim, mas com toda cautela sugerida por você, e para isso vamos continuar escrevendo aqui e cobrando o que está errado, ao nosso ver.

    Um forte abraço
    Rezende

  • Meus caros e amados amigos RABAT e REZENDE,

    Esta boa discussão de dois cidadãos envolvidos com os problemas da cidade,é muito salutar e nos leva a refletir pelos dois lados da questão.

    No primeiro lado, achei oportuna a realização do evento aleluia Ilhéus, no seu segundo ano e bem melhor que o primeiro. Muito embora ainda não saibamos o que os empresários e comerciantes acharam do resultado final. Uma certeza é que o povo gostou e também os visitantes.

    Temos que fazer de um tudo para conseguir inserir o roteiro do turismo para nossa cidade, claro que precisa de estruturação, parcerias e investimentos de divulgação, veja o exemplo que o Instituto Cabruca deu ao levar para o Programa Esquenta da Rede Globo aquela bela reportagem sobre a região cacaueira, seu produto CACAU, num programa de altíssima audiência nacional.

    No segundo lado, aceito a convocação para uma reflexão, principalmente pelos graves problemas que a cidade enfrenta e que até o momento, após 16 meses de mandato, o nosso alcaide e sua equipe não conseguiram realizar muita coisa – falta de recursos, dificuldades em conseguir investimentos em curto prazo, herança dos 8 anos e um discurso repetitivo de obras que dependem unicamente de recursos federais/estaduais.

    O meu discurso é outro e todos já conhecem. Que venham novos eventos, novos projetos para o turismo, mas QUE PELO MENOS O BÁSICO SEJA FEITO, saúde, educação, limpeza pública, ruas esburacadas e tudo o mais que a nossa população cansa de cobrar, e principalmente os leigos que têm a coragem de usar o R2CPRESS para expressar suas opiniões.

    Chega de discursos que dependem da boa vontade política de pessoas que não tem nenhum interesse em ajudar o desenvolvimento da nossa sofrida cidade, vamos ser realistas, deixar de lado o mundo imaginário e passar a enfrentar o MUNDO REAL, que está aí e precisa que algo seja feito.

    Não podemos ver as coisas só por um lado, sempre do outro lado existe alguma coisa que precisa ser revista e aprofundada.

    Finalizando esta minha intromissão, deixo aqui um pequeno recado e que é muito importante para mim: GOSTO DEMAIS DE VOCÊS DOIS.

    ZÉCARLOS JUNIOR

  • Marão says:

    Grande Rabat,

    Acredito que essa é a reflexão também da maioria dos ilheenses.

    forte abraço.

  • Glauber Fonseca says:

    Desculpa, na verdade eu já começo a acreditar que, infelizmente, a maioria dos ilheenses não reflitam em p.nenhuma!!!

  • Ninna says:

    Isso me faz lembrar a política do pão e circo! Só que aqui falta pão, mas o circo!… senhoras e senhores com vocês Fábio Junior, Zélia Duncan, Nando Reis, André Valadão e muitos outros. Picadeiro de luxo esse hein!. Aos indignados como eu, a quem recorrer? Claro, a câmara dos vereadores ou… chorar na cama que é lugar quente!

    É assim o Grande Circo Ilhéus – Aleluia e misericórdia

  • Sóstenes says:

    Um vento de uma Grande beleza e importancia…nem parece que foi aqui!!mas passou e continuamos carentes de pequenaa coisas na Nossa Cidade!!!imaginem as grandes necessidades…nunca serão resolvidas com esta turma ai…e pior se estiverem deixando as contas para os próximos pagarem!!!

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia