WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa embasa secom bahia secom bahia secom bahia


setembro 2015
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  






:: 17/set/2015 . 11:13

Recuperação da rede pluvial da Avenida Soares Lopes deverá ser concluída até o fim deste mês

O trabalho, que visa reduzir a ocorrência de alagamentos, se encontra concentrado nas proximidades do Centro de Convenções.

O trabalho de recuperação da rede de drenagem pluvial da Avenida Soares Lopes, principal cartão postal da cidade, segue em bom ritmo. A previsão da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra) é de que as intervenções sejam concluídas até o fim deste mês. Desenvolvidos no âmbito da Operação “Ilhéus em Ação”, os serviços já contribuem para melhorar o escoamento da águadas chuvas visando à redução significativa de novos alagamentos na região.

No momento, uma equipe da Seintra trabalha em um trecho situado nas proximidades do Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães. “No local, estamos executando a desobstrução da rede por meio da substituição das manilhas e da recomposição das caixas de passagem”, afirma o superintendente de Obras da Seintra, Derneval Furtunato.

O trabalho conta com o apoio de um carro jateador, que auxilia no processo de limpeza, e de um carro de sucção, instrumento que torna mais rápida a remoção de resíduos. “Com o passar dos anos, o lixo, a areia e as raízes das amendoeiras locais acabaram contribuindo para a obstrução de boa parte da rede”, ressalta o superintendente de Obras da Seintra. Segundo ele, a recuperação da rede de drenagem pluvial da Soares Lopes também evitará alagamentos na Avenida Vereador Marcus Paiva (antiga Avenida Bahia), situada no Bairro Cidade Nova.

Derneval Furtunato acrescenta, ainda, que a recuperação da rede pluvial será concluída em trecho localizado no final da Avenida Soares Lopes (sentido Catedral-Porto). “No local, provavelmente, executaremos o mesmo tipo de serviço realizado nos demais pontos”, completa.

Rede – O titular da Seintra, Isaac Albagli, lembra que a intervenção foi iniciada na rede secundária, para, depois, atingir a rede primária. “Essa rede vai das imediações da Unimed até o Porto. Já a segunda vai das proximidades da Unimed até a Catedral de São Sebastião”, informa.

Como parte do trabalho, Albagli destaca a implantação de uma nova rede de águas pluviais nas imediações do Cinema Santa Clara em substituição a antiga, que, por ter ficado muito tempo sem manutenção regular, acabou tornando-se obsoleta.De acordo com o secretário, a rede de drenagem pluvial velha foi danificada pelo lixo acumulado ao longo dos anos. “Esses detritos, somados a areia e a muitas raízes de plantas, acabaram obstruindo completamente a rede, realidade que vinha contribuindo para a ocorrência de frequentes alagamentos”, reitera.

Maramata realiza atividades com alunos do Colégio Padre Luís Palmeira, em Ilhéus

Os alunos recolheram lixo descartado na Praia da Maramata, produziram uma horta vertical para o próprio colégio, além de receberem orientações sobre preservação do meio ambiente

O Projeto Maramata nas Escolas, desenvolvido pela Universidade Livre do Mar e da Mata (Maramata), autarquia da Prefeitura de Ilhéus, realizou diversas atividades ambientais com alunos do 6° ano do Colégio Padre Luís Palmeira, nesta quarta-feira (16), no bairro Nova Brasília, zona sul da cidade.

Durante todo o dia, foram realizadas atividades como coleta de resíduos sólidos que foram descartados na Praia da Maramata, reconstrução da horta vertical no colégio, além de instruções e alertas sobre o cuidado com o meio ambiente. Os alunos também realizaram uma visita guiada ao Museu do Mar e da Capitania, mantido pela Maramata.

Segundo o professor Telynisson Pereira, o Teco, as formas de ensino estão mudando e buscar outros métodos de passar o conteúdo aos alunos é um desafio. “É o que chamamos de extra-muro, onde buscamos tirar os alunos das quatro paredes e colocá-los em contato com a prática, como pegar em minhocas, recolher o lixo, realmente colocar a mão na massa”, conta.

Para o presidente da Maramata, Frederico Andrade a proposta coincide com as ideias da universidade, que visam à sensibilização da sociedade. “Estamos sempre buscando ampliar horizontes, para podermos atingir o maior número possível de pessoas e atentá-las quanto às necessidades da preservação do meio ambiente”, comenta.

Nas escolas – Através do Projeto Maramata nas Escolas, a Universidade tem alcançado novos públicos, recebendo alunos no próprio campus bem como realizando visitas às escolas.

Para agendar uma visita, basta entrar em contato através do telefone (73) 3632-3698 ou pelos e-mails maramataios@gmail.com e maramatacomunicacao@gmail.com, informando horário, quantidade de pessoas e se há um tema específico a ser trabalhado. A Universidade funciona de segunda-feira à sexta-feira, das 08h30min às 17h30min, no bairro Nova Brasília.

ILHÉUS / 68ª CIPM

Para ler em tela cheia clique nas duas setinhas.

No GOTAS DE PAZ

Mágoa nos faz adoecer

Sempre que nos sentimos ofendidos ou feridos pelas atitudes daqueles que nos cercam, estamos criando espaço para guardar mágoa e ressentimento. Esses sentimentos que ficam guardados lá no fundo da alma, são como água parada, onde começa a juntar lodo nas profundezas.  A mágoa começa de uma forma sutil e se não retirarmos de nós esse sentimento, de imediato, logo ele criará raízes profundas, e, poderá vir a transformar-se em raiva e ódio. Esses sentimentos são tão pesados que atingem não só a parte emocional de uma pessoa, mas principalmente o espírito e acaba por trazer doenças no corpo físico.  A medicina hoje já aceita que muitas doenças têm origem no emocional das pessoas. São situações mal resolvidas que se transformam em doenças, as mais diversas. Por isso, nosso Mestre Jesus advertiu que perdoássemos não sete vezes, mas setenta vezes sete vezes, ou seja, infinitamente, porque Ele sabia quanto mal nos faz a falta do perdão. Assim, perdoemos porque os maiores beneficiados seremos nós mesmos. Perdoar é tirar um peso morto dos ombros. O perdão nos liberta nos tornando leves, tranquilos e saudáveis. Perdoemos sempre, assim como nosso Pai Celestial nos perdoa infinitamente.

GOTAS DE PAZ:

http://www.gotasdepaz.com.br/magoa-nos-faz-adoecer/?utm_source=17%2F09%2F2015&utm_medium=email&utm_campaign=17%2F09%2F2015





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia