WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa embasa secom bahia secom bahia secom bahia


setembro 2015
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  






:: 23/set/2015 . 19:19

Ilhéus acumula perdas de receitas com ICMS e FPM no segundo semestre

Em setembro, recursos do FPM apresentaram diminuição de 33%. A isso, soma-se o recuo das receitas adquiridas através do ICMS

Panorâmica de Ilhéus com a Catedral de São Sebastião em primeiro plano - Foto-Alfredo-Filho-Secom-Ilhéus

Panorâmica de Ilhéus com a Catedral de São Sebastião em primeiro plano – Foto-Alfredo-Filho-Secom-Ilhéus.

Os cofres públicos de Ilhéus acumulam, neste segundo semestre, perda de receitas provenientes de repasses externos, principalmente as que dizem respeito ao Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e, mais recentemente, ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Raimundo Ferreira, somente em setembro, a queda do FPM chegou a 33% em relação ao montante repassado no mês anterior.

As perdas com o Fundo, anunciadas pelo Tesouro Nacional, representam, em valores absolutos, prejuízo de R$ 1,3 milhão aos cofres municipais neste mês. A isso, soma-se a redução dos repasses do ICMS, que acumulam perda de 12% somente neste semestre.

O secretário da Fazenda explica que em julho, a diminuição do repasse do imposto chegou a 21,4%. Já em agosto, houve recuperação de apenas 9,6%, não suficiente para repor o prejuízo. Essas reduções são creditadas ao cenário de estabilidade econômica por que passa o Brasil, inclusive com recuo na arrecadação e aumento da dívida pública.

De acordo com o prefeito Jabes Ribeiro, diante desse quadro, que pode não se reverter em curto prazo, o município continuará mantendo esforços para pagar fornecedores e o funcionalismo em dia. “Mesmo com essas dificuldades, vamos manter o compromisso de continuar pagando a folha rigorosamente, respeitando cada trabalhador e suas famílias”.

Da mesma forma, Ribeiro lembra que é necessário continuar com o trabalho de aumento das receitas próprias, como forma de fazer frente às perdas, e conseguir manter a máquina pública funcionando, inclusive mantendo as obras e projetos em execução.


Secretaria de Comunicação Social – Secom.

SecultBA inscreve para colegiado de gestão participativa em Itabuna

Secretaria apresenta instância colegiada do território Litoral Sul durante a programação do Territórios Culturais em Diálogo, no dia 24 de setembro

A Secretaria de Cultura do estado da Bahia (SecultBA) abre inscrições para o colegiado de gestão participativa  do Centro de Cultura Adonias Filho, espaço cultural administrado pela Secretaria em Itabuna, território do Litoral Sul. A apresentação do colegiado será realizada durante o evento Territórios Culturais em Diálogos: Cidadania, Gestão e Espaços Culturais, na próxima quinta-feira, dia 24, no mesmo centro cultural. As inscrições podem ser feitas através de formulário eletrônico disponibilizado no site da SecultBA (www.cultura.ba.gov.br) até o dia 04 de outubro. As inscrições são gratuitas, assim como a participação no evento.

Os colegiados de gestão participativa são instâncias de controle social para acompanhamento da gestão dos centros de cultura. De caráter consultivo e opinativo, o colegiado tem entre os seus objetivos a função de apoiar e avaliar a gestão do espaço cultural, propor estratégias para a dinamização do mesmo e contribuir para tornar o Centro numa referência na produção e difusão cultural do seu território. Cada colegiado terá entre cinco e 30 membros, a depender da quantidade de inscritos no processo seletivo. Após as inscrições, serão eleitos os de maior representatividade cultural. A apresentação do colegiado de gestão participativa terá como base as instruções da Portaria 338/2014, que institui os Colegiados no âmbito dos Espaços Culturais da SecultBA.

:: LEIA MAIS »

Feira Baiana de Artesanato começa neste final de semana

A rampa do Farol da Barra, em Salvador, a partir deste final de semana (26 e 27), vai abrigar, quinzenalmente, tudo o que de melhor é produzido pelos artesãos baianos apoiados pelo Governo do Estado, através do extinto Instituto Mauá. Sessenta (60) barracas vão expor para comercialização, a preços justos e solidários, trabalhos feitos à mão, por dezenas de profissionais, na tradicional Feira Baiana de Artesanato (FBA).

A expectativa da Coordenação de Fomento ao Artesanato da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) é que até abril de 2016, turistas e o público local adquiram as mais diversas linguagens artesanais e culturais da Bahia na Feira Baiana de Artesanato (FBA). A FBA funciona sábado e domingo sempre das 11 às 18 horas.

Beneficiando centenas de artesãos

“A cada mês serão 120 artesãos expondo produtos para venda. No período de seis meses – prazo já previsto da realização do evento – serão beneficiados 720 artesãos direta e indiretamente, totalizando 2.880 pessoas”, anuncia a coordenadora Emília Almeida.

A FBA existe desde 2003 e no período entre 2007 e 2014, já beneficiou a 26.267 artesãos nos 267 eventos realizados, gerando uma receita de mais de R$ 6,6 milhões.

A Feira Baiana de Artesanato (FBA) é uma oportunidade para o público encontrar trabalhos diversificados em tecelagem, cerâmica, bordados, madeira, trançados, crochês, cestarias e outros. Entre as opções, peças como bolsas, brincos, pulseiras, colares, cintos e roupas.

 Ascom/Setre

Luiz Castro em: DECOLORES

Jesus é relevante hoje em dia?

Madonna tentou responder a pergunta de “Por que estou aqui?” tornando-se uma diva, confessando: “por muitos anos pensei que a fama, fortuna e a aprovação popular trariam felicidade. Mas um dia você acorda e percebe que não trazem… Eu ainda sentia que faltava algo… Eu queria saber o sentido da felicidade verdadeira e duradoura e como poderia encontrá-la”.[1]

Outros desistiram de encontrar sentido. Kurt Cobain, vocal da banda grunge de Seattle Nirvana, desesperou-se com a vida aos 27 anos e cometeu suicídio. O desenhista da era do Jazz Ralph Barton também pensava que a vida era sem sentido e deixou a seguinte nota de suicídio: “Eu tive algumas dificuldades, muitos amigos, grandes sucessos; Passei de esposa a esposa e de casa a casa, visitei muitos países do mundo, mas agora estou farto de inventar coisas para preencher 24 horas do dia.”[2]

Pascal, o grande filósofo francês acreditava que o vazio interior que todos sentimos somente pode ser preenchido por Deus. Ele declara que “há um vácuo no formato de Deus no coração de cada homem que somente Jesus pode preencher”.[3] Se Pascal estiver certo, esperaríamos que Jesus não somente respondesse às questões da nossa identidade e sentido da vida, mas também nos desse esperança de vida após a morte.

Pode haver sentido sem Deus? Não, de acordo com o ateu Bertrand Russell, que escreveu: “a menos que você aceite a existência de deus, a questão do sentido da vida é insignificante”.[4] Russell resignou-se por fim a “apodrecer” no túmulo. Em seu livro Porque não sou cristão, Russell refutou tudo o que Jesus disse sobre o sentido da vida, incluindo sua promessa de vida eterna.

Mas se Jesus de fato derrotou a morte como declarado pelas testemunhas, (veja “Jesus ressuscitou dos mortos?”) então somente ele poderia falar sobre o sentido da vida e responder à pergunta “para onde vamos?” A fim de entender como as palavras, vida e morte de Jesus podem estabelecer nossas identidades, dar sentido à nossa vida e proporcionar esperança no futuro, precisamos entender o que ele disse sobre Deus, sobre nós e sobre si mesmo.

Colaboração de Luiz Castro

Bacharel Administração de Empresa

No GOTAS DE PAZ

Deus me fortalece

“Tudo posso Naquele que me fortalece.” Este deve ser o nosso lema de vida.
Confiar nas forças divinas e ter certeza de que todas as atribulações serão resolvidas, cada uma a seu tempo. Não devemos nos desesperar e querer resolver tudo à nossa maneira e depois ficar lamentando porque as coisas não saíram como esperávamos. Temos que nos conscientizar de que na vida, nada acontece antes ou depois e, sim, no tempo certo.; no tempo do nosso merecimento; no tempo que Deus preparou para nós.
Isso não significa que devemos parar de lutar, absolutamente. Temos o dever de ir em busca do que queremos e batalhar para concretizar nossos planos, e não ficar esperando que as oportunidades batam à nossa porta.Devemos mostrar a Deus que somos merecedores da recompensa que Ele nos dará no tempo certo. (Rose Mori)

GOTAS DE PAZ:

http://www.gotasdepaz.com.br/deus-me-fortalece/





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia