A intenção é resgatar a competição que envolvia os jovens baianos e criar o clima olímpico para a Rio 2016

A volta da realização das Olimpíadas Estudantis, envolvendo as 1.370 escolas públicas estaduais da Bahia, está prestes a ser confirmada pelo Governo do Estado.

O tema foi pauta de reunião ocorrida na Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), nesta quarta-feira 21, presidida pelo secretário Álvaro Gomes. A competição, sucesso entre os alunos nas décadas de 60, 70 e 80, deverá acontecer em 2016.

As Olimpíadas Estudantis da Bahia será uma das ações do Governo do Estado, por meio da Setre, para criar o clima olímpico, visando os 10 jogos de futebol masculino e feminino dos Jogos Olímpicos Rio 2016, que serão  sediados em Salvador, entre os dias 14 e 17 de agosto”, destaca o titular da Setre.

Transversalidade – Para realização da competição escolar, nos 27 Territórios de Identidade do Estado, o governo baiano aposta na transversalidade e integração das secretarias de Educação e do Trabalho e Esporte.

“No formato alinhavado por um grupo técnico das duas secretarias estaduais, os jogos poderão servir como seletivas para os Jogos Escolares da Juventude, promovido anualmente pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB)”, acrescenta Álvaro Gomes.

As Olimpíadas Estudantis da Bahia eram disputadas no antigo Estádio Octávio Mangabeira. Agora, com a Arena Fonte Nova, o Governo do Estado vislumbra a oportunidade de resgatar e promover novamente a competição esportiva e dar continuidade à tradição.

Na época, jovens de todos os colégios estaduais competiam nas mais diversas modalidades esportivas. Na abertura das provas desfilavam uniformizados pela pista olímpica do estádio, ao som das bandas marciais de cada escola. As arquibancadas ficavam lotadas para prestigiar os estudantes.

Ascom Setre.