WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


dezembro 2015
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  






:: 20/dez/2015 . 18:46

Luiz Castro em: DECOLORES

O PATRIARCA DE JUAZEIRO

   I

Padre Cícero Romão Batista nasceu em Crato (Ceara) no dia 24 de marco de 1844. Aos seis anos de idade, começou a estudar. Um fato importante marcou a sua infância: o voto de castidade, feito aos 12 anos, influenciado pela leitura da vida de São Francisco de Sales. Em 1865, quando Cícero Romão Batista precisou ingressar no Seminário da Prainha em Fortaleza, só o fez graças à ajuda de seu padrinho de crisma, o Coronel Antonio Luiz Alves Pequeno. Padre Cícero foi ordenado e após sua ordenação retornou ao Crato. Em 1871 Padre Cícero visitou pela primeira vez o povoado de Juazeiro (então pertencente a Crato), e aí celebrou a tradicional Missa do Galo. O Padre visitante de 28 anos de idade, estatura baixa, pele branca, cabelos louros, olhos azuis penetrantes e voz modulado causou boa impressão aos habitantes do lugar. E a recíproca foi verdadeira. Por isso, decorridos alguns meses, exatamente em abril de 1872, lá estava de volta, com bagagem e família, para fixar residência definitiva em Juazeiro. Muitos livros afirmam que Padre Cícero resolveu fixar morada em Juazeiro devido a um sonho (ou visão) que teve, segundo o qual certa vez, ao anoitecer de um dia exaustivo, após ter passado horas a fio no confessionário do arraial, ele procurou descansar no quarto contíguo à sala de aulas da escolinha, onde improvisaram seu alojamento, quando caiu no sono e na visão que mudaria seu destino se revelou. Ele viu, conforme relatou aos amigos íntimos, Jesus Cristo e os doze apóstolos sentados à mesa, numa disposição que lembra a Última Ceia, de Leonardo da Vinci. De repente, adentra ao local uma multidão de pessoas carregando seus parcos pertences em pequenas trouxas, a exemplo dos retirantes nordestinos. Cristo, virando-se para os famintos, falou de sua decepção com a humanidade, mas disse estar disposto ainda a fazer um  último sacrifício para salvar  o mundo. Porém, se os homens não se arrependessem depressa, Ele acabaria com tudo de uma vez. Naquele momento Ele apontou para os pobres e, voltando-se inesperadamente ordenou: E você Padre Cícero, tome conta deles!  Uma vez instalado no lugarejo, formado por um pequeno aglomerado de casas de taipa e uma capelinha erigida pelo primeiro capelão Padre Pedro Ribeiro de Carvalho, em honra de Nossa Senhora das Dores Padroeira do lugar, ele tratou inicialmente de melhorar o aspecto da capelinha, adquirindo várias imagens com as esmolas dadas pelos fiéis. Depois, tocado pelo ardente desejo de conquistar o povo que lhe fora confiado por Deus, desenvolveu intenso trabalho pastoral com pregação, conselhos e visitas domiciliares, como nunca se tinha visto na Região. Dessa maneira, rapidamente ganhou a simpatia dos habitantes, passando a exercer grande liderança na comunidade.

Paralelamente, agindo com muita austeridade, cuidou de moralizar os costumes da população, acabando pessoalmente com os excessos de bebedeira e prostituição. Restaurada a harmonia, o povoado experimentou, então, os primeiros passos de crescimento, atraindo gente da vizinhança, curiosa  para conhecer o novo Capelão.

Continua na próxima edição.

 —

Colaboração de Luiz Castro

Bacharel  Administração de Empresa

ILHÉUS / 68 CIPM

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE NAS DUAS SETINHAS.

No GOTAS DE PAZ

Onde está a Felicidade?

Você se julga infeliz, sofre com isso.

Diz um poeta que a felicidade “existe, sim;
mas nós não a alcançamos, porque está sempre apenas onde a pomos,
e nunca a pomos onde nós estamos”.
Por que nunca “está” onde nós estamos?
Porque fazemos da felicidade uma coisa fora de nós.
Buscamos a felicidade nas pessoas, nas coisas exteriores.
Nunca busque a felicidade fora de você.
As pessoas mudam, as coisas materiais o ladrão rouba,
a traça rói, a ferrugem consome.
É feliz aquele que se liberta das coisas exteriores;
o que se desapega e vive mentalmente livre.
Não o que foge das pessoas e das coisas; mas,
o que vive com elas sem nenhuma ideia de dependência;
aquele que compreendeu e realiza o ensinamento do Mestre:
“Viva no mundo como se você não fosse dele”.
GOTAS DE PAZ:
http://www.gotasdepaz.com.br/onde-esta-a-felicidade-2/?utm_source=20%2F12%2F2015&utm_medium=email&utm_campaign=20%2F12%2F2015























WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia