secom bahia primeiro emprego prefeitura ilheus
Girando




Busca por Data
abril 2016
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Mês abr/2016

PSICOMUNDO <> IMPONDERÁVEIS OBSTÁCULOS EM BUSCA DA VERDADE ADMINISTRATIVA!!!

No município de “ILHÉUS” que amamos e vivemos, presenciamos cenas degradantes quando caminhamos todos os dias para o mesmo lugar: o desrespeito por nossa Terra e sua população! E só vamos encontrar um caminho que surja o respeito por nossa cidade, se os eleitores tomarem juízo do valor expressivo que ela merece. Olhar e banir definitivamente vários os políticos incautos e gananciosos. Principalmente aqueles que imaginam ainda na existência de pessoas que votaram neles, continuam perdidos e sem noção de que foram enganadas com ridículas promessas tacanhas e mentirosas. A maioria está muito bem, obrigado, os eleitores pasmados com tantas desigualdades sociais!

São momentos impressionantes a mudança radical do ser humano, traduzido por tantos acontecimentos perniciosos no Brasil e que não se pode nunca avaliar os trágicos desconfortos cheios de desconfiança que passa a nossa população. Sempre ouvimos pelas ruas comentários que o nosso Município não vem arrecadando bem seus tributos, muita inadimplência, o Governo do Estado não faz uma distribuição de benefícios financeiros à altura para os gastos com obras, as limpezas de ruas, bairros e distritos sempre deficientes. Esse é um assunto que requer transparência a ser demonstrada aos seus munícipes. Falar em eleição de forma geral ficou determinado aos eleitores um assunto bastante sério e de inteira responsabilidade para salvar Ilhéus e sua gente das garras das politicagens.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Garanta logo o seu RANGO !!!!!!!

FEIJOADA DOMINGO 01 05 2016

INSUPORTÁVEL

Moradores do entorno do lixão vizinho ao colégio CAIC, zona sul, Hernani Sá, não suportam mais os anos (décadas) de convivência com um problema de solução relativamente simples e barata, mas que sucessivas gestões municipais não demonstram vontade política para sanar de forma definitiva.

By Nilson Pessoa

By Nilson Pessoa

Os moradores não suportam mais os jeitinhos paliativos do poder público, de retirar toneladas de lixo duma vez e esperar, por meses, novas montanhas de lixo e entulho ressurgirem no local, para só então retirar novamente. É assim que se administra a saúde pública? É assim que se combate epidemia de dengue, zika e chicungunya? Cadê o muro do terreno? Cadê a urbanização do local?
Basta de descaso!

Nilson Pessoa

Hans Schaeppi em: H O T E L A R I A  E  T U R I S M O

Por Hans  Schaeppi

Hans Schaeppi

O FERIADINHO

    O esperado Feriadão de Tiradentes, acabou se tornando um Feriadinho de quase nada. Os 80% esperados pela Hotelaria, não passaram de 48%, em média, atingindo também o comércio, que esperava um movimento maior. Fato semelhante aconteceu com o Aleluia Festival, que apesar de reunir uma multidão de pessoas no horário dos shows, representou pouco para a hotelaria e o comércio. Será que os eventos foram bem divulgados nos polos emissores? Será que Ilhéus está bem divulgada lá fora? Quando se lê a meia-página dos jornais de Salvador e São Paulo, com destinos oferecidos por exemplo, pela CVC, Ilhéus não está entre as ofertas. Será que além de suas belezas naturais Ilhéus não necessita de mais atrações? E mais divulgação? Ou estaremos sofrendo os efeitos da crise? Em Fortaleza, o Feriado de Tiradentes caiu de 75,22% no ano passado, para 61,58% neste ano.

A TOCHA

    Foi acesa na semana passada na Grécia, a Tocha Olímpica destinada a promover os Jogos Olímpicos Rio 2016. Geovane Galo, bicampeão olímpico de vôlei, foi o primeiro brasileiro a começar o revezamento nacional, tendo recebido a tocha das mãos do atleta grego Elefthesius Petrunias na cidade de Olímpia, na Grécia, onde tudo começou. Ilhéus será uma das cidades escolhidas para serem percorridas pela Tocha Olímpica. Perguntamos: já existe o roteiro por onde o portador da tocha percorrerá durante sua vinda. Quais as avenidas, ruas, bairros e distritos? A maioria das cidades brasileiras que terão esse privilégio já têm esse roteiro pronto.

A SAÍDA DA CRISE

•| MATÉRIA COMPLETA »

“Faxina no Atelier” de Guilherme Albagli

Caros Amigos:

No jargão das artes visuais, “faxina de atelier” significa aquele momento quando a vontade de criar do artista suplanta a capacidade da comercialização ou armazenamento das suas obras.

01

01

Para um artista com outra atividade profissional isso pode ser mais frequente pois, embora ele possa criar muitas obras nos fins de semana, madrugadas férias ou feriados, fica muito difícil ele correr atrás das galerias e exposições coletivas ou individuais.

Assim, a partir do sábado dia  14 de maio, das 15h às 18h, estaremos abrindo o portão da minha casa-atelier, à Rua Afonso de Carvalho, 76, Pontal (entre “O Boticário” e o Posto de Saúde Herval Soledade, na Praça São João ) para visitas interessadas  (ou não) na aquisição de trabalhos de pintura, escultura, tapetes orientais, tudo a baixo custo, para desafogar a pequena casa e também contribuir numa pequena obra a ser iniciada nas vizinhanças.

02

02

As primeiras visitas terão sushis e champanhe; as demais, suco de laranja e canapés. O espaço de exposição é pequeno e só estarão nas paredes uma pequena parte dos trabalhos armazenados no terceiro andar, para outra eventual expo planejada para novembro/dezembro, em endereço mais acessível, no centro da cidade.

Quase todas as obras agora expostas são mais baratas que um tênis de fabricação nacional.

Guilherme

No GOTAS DE PAZ

Aprendendo com a dor

Aprendendocomador

GP

Na vida temos duas possibilidades de aprendizado para nos tornarmos melhores como seres espirituais que somos: pelo amor ou pela dor. Infelizmente a maioria ignora os chamados da vida, e acaba mesmo que de  forma inconsciente escolhendo o caminho da dor para aprender alguma coisa.

A dor nos ensina que o orgulho não nos leva a nada, e aí passaremos por situações que nos mostrarão que o caminho certo é o da humildade.  O egoísmo também nos leva ao caminho da dor e nos ensinará que vivemos dentro de um contexto e que fazemos parte do Universo. A dor nos mostrará que precisamos uns dos outros. Podemos ter todo o ouro do mundo, mas se não tivermos alguém que nos ame, que compartilhe conosco dos nossos sonhos, das nossas desventuras, que nos dê forças nos momentos difíceis, de que adianta todo o tesouro em nosso poder?

A dor é o caminho das pedras, que nos levará ao caminho da verdade, onde o mundo das ilusões será desfeito e teremos de nos confrontar com a realidade.

Por isso, antes que a dor bata à sua porta procure olhar para si para aprender a conhecer-se e com humildade descobrir o que precisa ser modificado em você. Façamos a famosa reforma íntima, a que todos nós estamos destinados.

E lembremos de que Deus, nosso Pai está ao nosso lado, nos amparando, nos auxiliando, para chegarmos ao mundo onde só a paz, a alegria e a fraternidade serão nossas companheiras.

 —
http://www.gotasdepaz.com.br/aprendendo-com-a-dor-2/

 

NOTÍCAS DA AVEP

EM CIMA DO LANCE

NA 8ª RODADA ERISVAN VENCE CRISPA; MARCONI, PAULO GOIS

01

01

02

02

03

03

04

04

Pela 8ª rodada de “babas de praia” da Associação de Veterano de Esporte Praiano – AVEP, as equipes vencedoras foram as comandadas pelos capitães Marconi(Campo Grimaldo), ganhando da do Capitão Paulo Gois do Bradesco pelo placar de 4 a 2, e  Erisvan(Campo Martial), abatendo a do Capitão Crispa da Galera do Fla por 3 a 1. Marcaram a favor da do Cap. Marconi: Zezinho da Baixa Fria(3) e o próprio Marconi. Do Cap. Paulo Gois: Melgaço e Paulo Melo. Conferiram para a do Cap. Erisvan: Ralio, Tabosa e Erisvan, o próprio da patente; e Crispa da Galera do Fla para o seu time. Os jogos como de costume foram realizados na praia da Av. Soares Lopes(imediação Tenda Teatro P. de Ilhéus). Dia/ horário: domingo(24) pela manhã.

Nilson Gonsalves  (Campo Grimaldo) e Roni Von Pereira  marcaram as partidas sem maiores reclamos por parte dos participantes. Ambos pertencem a Liga Ilheense de Futebol. Prof. Jorge Reis e Icaro receberam Cartão Amarelo; Luís Humberto, o Azul

Equipes Campo Grimaldo

•| MATÉRIA COMPLETA »

SÁBADO? DEIXE O RANGO COM A GENTE

30 04 2016

30 04 2016

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE


1) TRISTE BRASIL!
2) PESSOAS AMIGAS QUE ACOMPANHARAM A TRAJETÓRIA DE JOSÉ LEITE NOS ÚLTIMOS 50 ANOS (4).
3) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA.
•| MATÉRIA COMPLETA »

Inaugurada em Ilhéus a nova sede dos conselhos municipais de educação

Além da Uncme (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação), o espaço também abrigará os conselhos de Educação, de Alimentação Escolar e de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb

O vice-prefeito de Ilhéus, Carlos Machado (Cacá), representando o prefeito, Jabes Ribeiro, inaugurou na manhã desta sexta-feira, 29, a nova sede dos conselhos municipais ligados ao setor educacional. Localizada na avenida Itabuna, 551, o espaço abrigará os conselhos municipais de Educação, de Alimentação Escolar e de Acompanhamento e Controle Social (Cacs) do Fundeb (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica). A nova sede, que possui três salas, auditório, área de convivência, cozinha e banheiro, entre outros, também reservará espaço para a Uncme (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação).

Além de Cacá, do secretário municipal de Relações Institucionais, Frederico Vesper, professores, conselheiros, técnicos governamentais e diversas lideranças comunitárias, a inauguração do espaço também foi prestigiada pelos representantes das entidades que passarão a funcionar na nova sede, como a presidente da Uncme, Gilvânia Nascimento, o presidente do Conselho Municipal de Educação, Odilon Neto, a presidente de Acompanhamento e Controle Social (Cacs) do Fundeb, Enilda Mendonça, e a vice-presidente do Conselho Municipal de Alimentação Escolar, Nilza Lima.

Durante seu pronunciamento, o vice-prefeito Carlos Machado destacou que, com a inauguração do novo equipamento, o governo municipal dá um passo significativo para fortalecer o controle social na área educacional. Além disso, ele adiantou que, dentro de pouco tempo, os conselhos municipais de educação passarão a usufruir de um espaço próprio. “A reforma e adaptação desta sede já possui uma relevância muito grande para que estes conselhos possam se reunir e atender de forma digna a nossa comunidade. No entanto, já estamos providenciando uma área própria, que fica localizada no Malhado, onde funcionavam os juizados especiais em Ilhéus”, afirmou.

Por sua vez, a presidente da Uncme, professora Gilvânia Nascimento, que também é membro do Fórum Municipal de Educação, classificou a entrega da nova sede como extremamente importante para o trabalho de controle social no município, uma vez que, na visão dela, a mesma vai abrigar três instâncias fundamentais para o processo de garantia do direito à educação. “Mas não apenas por isso. É importante ressaltar que, neste espaço, também teremos uma sala onde vai estar a Uncme, haja vista que Ilhéus representa nacionalmente os conselhos municipais de educação do Brasil. Além disso, ele vai permitir uma maior participação popular nas nossas reuniões e encontros”, comentou a representante da Uncme, entidade que trabalha com 4.178 conselhos, no Brasil, e 387, no Estado da Bahia.

Pelourinho e Bonfim receberão o calor da Tocha Olímpica em Salvador

Símbolo dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Tocha vai transportar a chama em um revezamento por mais de 300 cidades brasileiras.

29.06.16. Reunião Olimpíadas. Foto Guilherme Silva

29.06.16. Reunião Olimpíadas. Foto Guilherme Silva

A Tocha Olímpica – que chega ao Brasil nesta terça-feira 3 – e visitará Salvador dia 24, vai percorrer, na capital baiana, três roteiros já definidos. Primeiro do Pelourinho ao Bonfim; segundo pela faixa litorânea, com saída da Avenida Paralela; e a terceira e última etapa, do Dique do Tororó ao Farol da Barra.

A informação foi apresentada nesta sexta-feira 29, durante reunião realizada na Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e presidida pelo chefe de gabinete da Setre, Jorge Wilton.

Encontro contou com a presença de técnicos da Coordenação dos Grandes Eventos Esportivos do Ministério do Esporte, dentre eles Ubirajara Araújo Filho que apresentou os consultores Sheila Aparecida e Rafael Severo contratados por intermédio da Unesco para atuar nas Cidades do Futebol.

CELEBRAÇÃO

Símbolo dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Tocha vai transportar a chama em um revezamento por mais de 300 cidades brasileiras. Na Bahia ela será conduzida por 27 cidades, incluindo Salvador. As chamadas ‘Cidades-Celebração’, onde a tocha pernoitará na Bahia tambem já são conhecidas: Porto Seguro, Vitória da Conquista, Ilhéus, Valença, Salvador, Senhor do Bonfim e Paulo Afonso.

A entrada da Tocha Olímpica na Bahia será dia 19 pelo Sul do Estado, a partir da cidade de Teixeira de Freitas. A última parada está marcada para o dia 27 de maio, em Paulo Afonso.

Neste período, entre os dias 19 e 27 de maio, os cuidados serão muitos, especialmente com a segurança, conforme avaliou o tenente coronel PM Marcos Oliveira que destacou preocupação com a transição da Tocha Olímpica nas fronteiras com os estados do Espírito Santo, Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

MENSAGEM

O objeto traz a mensagem de paz, união e amizade do maior evento esportivo do planeta e apresenta detalhes e elementos de brasilidade, assim como referências às riquezas naturais e culturais do Brasil. Produzida com alumínio reciclado, resina e acabamento acetinado, a Tocha Olímpica pesa entre 1kg e 1,5kg e mede 63,5cm de altura quando fechada, e 69cm quando aberta.

Professores e alunos fazem ato de protesto contra a situação crítica do Instituto Municipal do Pontal

Professores, pais e alunos do Instituto Municipal do Pontal (IMP) realizaram na manhã desta sexta-feira um ato de protesto para denunciar o descaso com a educação em Ilhéus e também pela situação que se encontra esta unidade escolar, principalmente com relação a inexistência de funcionários para a função de serviços gerais e da absoluta falta de condições de funcionamento da unidade escolar. Com faixas, cartazes e palavras de ordens, os integrantes do movimento cobraram do governo municipal solução imediata para o problema, já que a escola não tem a mínima condição de continuar funcionando.

PROTESTO PONTAL.

PROTESTO PONTAL.

Os professores e alunos informaram que não existem servidores para limpar a escola e que por conta disso o lixo se acumula, causando danos à saúde dos trabalhadores e alunos. Segundo eles, a Secretaria Municipal de Educação já foi informada por diversas vezes, através de ofícios, sobre a situação, mas até o momento não tomou providências, alegando que não há servidores para deslocar para a IMP. Enquanto isso, a situação vai se agravando.
IME_PONTAL

IME_PONTAL

Cansados de cobrar uma solução e sem resposta por parte do governo municipal, os professores se reuniram com a APPI/APLB-Sindicato para que se unisse nessa luta em defesa da educação. Como resultado ficou decidida uma série de ações e movimentos que serão realizados até que o problema seja de fato resolvido. A APPI/APLB-Sindicato já elaborou um relatório contendo fotos e depoimentos, que será encaminhado ao Ministério Público do Estado da Bahia para que sejam tomadas as devidas providências.

Como se não bastasse a falta de servidor, a escola ainda enfrenta outros problemas, como bebedouros enferrujados, os armários já sem condições de uso e as cadeiras quebradas foram amontoadas em salas, pátios e corredores. A estrutura do prédio também está comprometida. Os banheiros estão danificados, o piso e a escada estragados, azulejos arrancados e buracos em vários locais, expondo os trabalhadores e alunos a constantes riscos de acidentes.

Agrissênior Notícias – Nº 570 – 03 de maio de 2016

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE NAS DUAS SETINHAS.

COISAS DA GLOBALIZAÇÃO

Senhor… Sinhô… Siô… CEO.
CEO, pra quem ainda não se acostumou, é a sigla, em inglês, de Chief  Executive Officer. Traduzindo para o português, seria o Diretor Executivo da empresa, ou seja, o chefão. A sigla vem sendo cada vez mais utilizada, agora não só não por multinacionais que atuam no mercado brasileiro, mas também por empresas tupiniquins que tentam surfar na onda da globalização, ora por competência, ora por mera viagem na maionese mesmo.
O curioso é que a sigla CEO se pronuncia, em inglês, “siô” (poderia ser “CÉO”, mas até os diabos das siglas têm que ter a pronúncia importada).
Contudo, como há mal que vem para o bem, aqui no Brasil ficou tudo mais fácil. Qualquer peão já sabe que o CEO da firma é ninguém menos que o “Senhor”, o “Sinhô”, o “Siô”, enfim: o patrão…

Nilson Pessoa

No GOTAS DE PAZ

Com Deus tudo podemos

ComDeustudopodemos

GP

Ainda que a dor, o desalento e a tristeza batam à sua porta, não se deixe abater. Confie. Olhe ao redor e veja a mão de Deus em tudo o que há de belo e perfeito no mundo. Olhe para o céu azul,  veja o sol, as estrelas, o oceano, a vegetação com seus variados tons de verde, as flores de infinitas cores e formas. Veja os pássaros que cantam fazendo festa, tornando o ambiente mais alegre. Tudo tão perfeito. Se Deus se preocupa em cuidar de cada detalhe da Terra, imagine como age em relação a um filho amado. Deus ama infinitamente e incondicionalmente a cada um de nós.  Ele nos quer alegres, felizes e confiantes. Deus nos criou para sermos felizes e não para vivermos numa eterna tristeza e melancolia. E mais: Com Deus tudo podemos, pois para Ele não existe a palavra “impossível”. Confie. Ainda que haja o mal, este é passageiro, pois foi criado pelo homem. Só permanecerá aquilo que Deus criou, ou seja, o bem e o amor fraterno. Então vamos levantar a cabeça e seguir em frente, pois Deus está ao nosso lado e com Ele chegaremos ao mundo dos bem aventurados.

http://www.gotasdepaz.com.br/com-deus-tudo-podemos/

 

Luiz Ferreira da Silva em: SÉRIE CEPLAC REVIVIDA

SÉRIE CEPLAC REVIVIDA

Luiz Ferreira da Silva, 79

Pesquisador aposentado

[email protected]

 

INFORMATIVO III

 TRIBUTO À ANTIGA CEPLAC, INSTITUIÇÃO AGRÍCOLA ÚNICA

 O livro deve estar saindo da gráfica (Scortecci Editora/SP) lá para o dia 13 de maio. Eis o Capítulo 1- A CEPLAC que nos formou – dentre os 15 já informados neste espaço, para dar uma isdeia ao futuro leitor.

A partir de junho, estará à venda. Estamos oraganizando o lançamento em Itabuna, provavelmente no Hotel Tarik Fontes na segunsda semana de julho.  (Maceió, 28 de abril de 2016).

__________________________________________________________________

LUIZ FERREIRA

Capítulo I

 A CEPLAC que nos formou

A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira – CEPLAC, constitui-se (dentre os poucos) num dos mais exitosos programas de recuperação e implementação agrícola, sem precedentes no ecossistema dos Trópicos Úmidos, mercê de sua estruturação integrada de pesquisa, assistência técnica e educação rural, merecendo destaques internacionais, sobretudo através do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA, que publicou um livro sobre o seu modelo, além de servir de inspiração à fundação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA.

Foi criada em 1957, vinculada ao Ministério da Fazenda, com recursos do Fundo dos Ágios, com dois objetivos básicos: restabelecer o equilíbrio financeiro dos cacauicultores, abalados por sucessivas crises de declínio da produção, instabilidade de preços e incapacidade do Estado da Bahia em aportar recursos, e em longo prazo, recuperar a lavoura cacaueira pela via da modernização dos métodos de produção agrícola. (5)

De imediato, verificou-se que o simples fato de compor as dívidas dos produtores ou lhes prestar assistência técnica sem o devido conhecimento tecnológico e sem dispor de pessoal especializado, não contribuiriam para solucionar os problemas do cacau e, tampouco, da região, uma vez que os problemas da lavoura eram também de natureza estrutural. Foi, em razão dessa conclusão, que a CEPLAC evoluiu para uma organização de desenvolvimento agrícola regional, contemplando diversos aspectos do sistema produtivo e da infraestrutura, possibilitando recuperar a lavoura, dar um novo ânimo ao Sul da Bahia, formar excelente grupo de profissionais, expandir o cultivo na Bahia, implantando uma nova cacauicultura assentada em fortes diretrizes econômicas, sociais e ecológicos.

Sua missão atual e futura, passou ser a de gerar, adaptar e disseminar Ciência & Tecnologia fomentadoras, reguladoras e certificadoras da sustentabilidade dos seguimentos agroflorestal, agroindustrial, e agropecuário das regiões produtoras de cacau dostrópicos úmidas Tal missão foi de alta relevância estratégica para a conservação da biodiversidade dos ecossistemas úmidos – Mata Atlântica e Amazônica – no que diz respeito a mitigação da taxa de extinção, proteção de espécies, patente genética, e princípios ativos de plantas. Além disso, tal missão também se preocupa com a inserção da dimensão humana e social como elementos relevantes a diversidade eco social. (4)

Para executar essa tarefa, a CEPLAC contava com um quadro funcional integrado por profissionais motivados através de salários dignos e um plano de careira que estimulava o aprendizado e a produtividade. Assim sendo, a política de recursos humanos da Instituição estimulava os servidores a participarem de cursos de especialização, mestrado e doutorado, o que possibilitava a formação um quadro de pessoal altamente treinado e capaz.

É importante ressaltar que muito contribuiu para o êxito das ações ceplaqueanas, a sua autonomia financeira e administrativa e a disponibilidade de recursos que, até 1990, eram oriundos de uma taxa de exportação de amêndoas e derivados de cacau, inicialmente, em 1962, fixada em 15%, e, mais tarde, em 1972, equalizada em 10%. Essa institucionalidade organizacional foi fundamental à sua eficiência e eficácia, atestando que o segredo da proficiência seja do poder público ou do poder privado, está nas condições que forem facultadas ao seu corpo funcional, tais como: treinamentos, salários condignos, recursos de apoio, bases físicas operacionais e estímulo à ascensão profissional.

Todavia, no momento em que o Governo Federal resolveu incorporar o orçamento da CEPLAC ao orçamento fiscal da União a partir de 1980 (Decreto Lei 1755 de 31/02/79), surgiram as barreiras operacionais que passaram a se constituir em entraves relevantes, dificultando a agilidade da organização, com prejuízos incalculáveis para as regiões assistidas pela CEPLAC.

Para ler SÉRIE CEPLAC REVIVIDA Nº 01 CLIQUE AQUI

Para ler SÉRIE CEPLAC REVIVIDA Nº 02 CLIQUE AQUI

Mesmo com suspensão do Dia D, vacina contra gripe continua disponível em Ilhéus

Imunização segue sendo feita nas unidades de saúde para o grupo considerado prioritário

Vacinação continua sendo oferecida nos postos de Ilhéus - Foto Gidelzo Silva Secom Ilhéus

Vacinação continua sendo oferecida nos postos de Ilhéus – Foto Gidelzo Silva Secom Ilhéus

A Secretaria de Saúde (Sesau) de Ilhéus, seguindo orientação constante em informe técnico da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), decidiu suspender o Dia D de vacinação contra a gripe, que seria realizado neste sábado, dia 30, em mais de vinte pontos do município. De acordo com o chefe do setor de Vigilância da Sesau, Antônio Firmo, apesar da suspensão da data, as doses continuarão disponíveis ao grupo prioritário.

A orientação da Sesab se deve, segundo o informe, ao fracionamento do envio das doses pelo Ministério da Saúde. Desde o dia 18, quando foi iniciada a campanha de imunização contra a gripe (que engloba proteção contra o vírus H1N1), somente 51% das vacinas foi enviada ao município. Por isso, reforça o comunicado, não há garantias de que o estoque disponível fosse suficiente para vacinar em todos os pontos da cidade no dia D.

Com a suspensão, o prazo de vigência da campanha em Ilhéus será encerrado em 20 de maio, quando devem ser vacinados, prioritariamente, idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menos de 5 anos, trabalhadores da saúde, grávidas e mulheres até 45 dias após o parto, indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, presos, funcionários do sistema prisional e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas.

Dose – O chefe da Vigilância em Saúde da Sesau de Ilhéus, Antonio Firmo, salienta que a vacina contra gripe é feita em dose única, descartando a necessidade de reforço. “Além disso, a imunização garante proteção contra três vírus, o da gripe, o H1N1 e a influenza B”, explica Firmo.

Postos – Estão sendo aplicadas vacinas em Olivença (manhã); PSF Nossa Senhora da Vitória (diurno); Posto Herval Soledade no Pontal (matutino); PSF Ilhéus II (matutino); CAE III – antiga Fundação SESP (diurno); PSF da Conquista (vespertino); Posto do Sarah (diurno); Posto do Iguape (vespertino); Posto do CSU (diurno); PSF Vilela I (vespertino); Posto Dr. Euller no Vilela (diurno); Posto do Banco da Vitória (vespertino); PSF do Salobrinho (diurno); PSF do Basílio (diurno); PSF do Hernani Sá (matutino e noturno).

IPAC apoia Comando da Polícia Militar em Salvador e interior do estado

IPAC_PM_BY Jefferson Vieira

IPAC_PM_BY Jefferson Vieira

O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) está desenvolvendo uma parceria para apoiar as estratégias de atuação do Comando Geral da Polícia Militar (PM) na capital e interior do estado. O IPAC detém imóveis em Salvador, Lençóis e Cachoeira que podem ser disponibilizados para a PM instalar corporações, postos avançados e sistemas de monitoramento de segurança. “Além disso, desejamos incluir a restauração do prédio da sede da PM, o Quartel dos Aflitos, em um grande projeto de reforma do complexo arquitetônico-histórico do Passeio Público, Palácio da Aclamação e o quartel, via Lei Rouanet”, adianta o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira.

O comandante geral da PM/Ba, o coronel PM Anselmo Brandão, já realizou três reuniões com o diretor e a equipe técnica do IPAC. Duas ocorreram na sede do comando da PM, nos Aflitos. No último dia 20 (abril/2016), o comandante Anselmo visitou a sede do IPAC, no Solar Mirante do Saldanha, no Centro Histórico de Salvador (CHS). “O encontro entre IPAC e PM é importante para firmar parcerias, preservar o patrimônio do estado e otimizar o uso de imóveis, estreitando os laços entre as duas instituições”, ressalta o coronel PM Anselmo Brandão. Na visita, estiveram presentes ainda o comandante do 18º Batalhão PM, tenente coronel Valter Menezes, e o capitão PM Davi Nazário.

SEGURANÇA

•| MATÉRIA COMPLETA »

Financiamento de bancos públicos para o turismo praticamente dobrou

Nos dois primeiros meses de 2016 as instituições financeiras emprestaram R$ 1,31 bilhão para empresas do setor de viagens. O valor de fevereiro foi 93% maior que o de janeiro
Por Carolina Valadares

Nos dois primeiros meses de 2016 as instituições financeiras emprestaram R$ 1,31 bilhão para empresas do setor de viagens. O valor de fevereiro foi 93% maior que o de janeiro

BÚZIOS. FOTO CRÉDITO DIVULGAÇÃO

BÚZIOS. FOTO CRÉDITO DIVULGAÇÃO

Por Carolina Valadares

Os empréstimos feitos pelas instituições financeiras para o setor de turismo quase dobraram entre janeiro e fevereiro de 2016, segundo boletim do Departamento de Ordenamento do Turismo, do Ministério do Turismo. Os valores aumentaram de R$ 447 milhões de janeiro para R$ 864,2 milhões em fevereiro, totalizando R$ 1,311 bilhão, nesses dois primeiros meses do ano.

“O Ministério do Turismo trabalha na interlocução com os bancos públicos para ampliar e melhorar as condições das linhas de crédito oferecidas pelos bancos públicos para o setor. Elas favorecem o fortalecimento da atividade turística por meio do apoio a inovação e adequação da infraestrutura às necessidades do consumidor”, explica o ministro do Turismo, Alessandro Teixeira.

O Banco do Brasil ofereceu a maior parte dos financiamentos – R$ 814,37 milhões nos dois primeiros meses do ano, o que corresponde a 62% dos valores. A Caixa Econômica Federal aparece em segundo lugar com R$ 459 milhões (35%) e o Banco do Nordeste aparece em terceiro, com R$ 24,55 milhões em empréstimos. O Banco da Amazônia, por sua vez, forneceu R$ 13,95 milhões.

O valor de fevereiro deste ano foi 4% superior ao registrado no mesmo mês de 2015, quando os bancos públicos financiaram R$ 830,7 milhões. Além do financiamento para as empresas turísticas, o Ministério do Turismo articula com os bancos empréstimos para o consumidor final, por meio de cartões de crédito de turismo, que podem ser usados em hotéis, companhias aéreas, locadoras de veículos, restaurantes, bares e parques temáticos. A Caixa Econômica, por exemplo, nos dois primeiros meses do ano, disponibilizou para uso do consumidor final R$ 2,6 bilhões em cartões de crédito.

TURISMO

TURISMO

Ilhéus inaugura Casa dos Conselhos da Educação nesta sexta-feira, 29

Espaço vai abrigar órgãos deliberativos e consultivos vinculados à área da educação no município

Fachada da Casa dos Conselhos da Educação de Ilhéus  - Foto Alfredo Filho Secom Ilhéus

Fachada da Casa dos Conselhos da Educação de Ilhéus – Foto Alfredo Filho Secom Ilhéus

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), inaugura nesta sexta-feira, às 10h, a Casa dos Conselhos, espaço localizado na Avenida Itabuna, nº 551, no qual funcionarão os conselhos locais de Educação, do Fundo Nacional da Educação Básica (Fundeb), de Alimentação Escolar e a União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme).

De acordo com a titular da Seduc, Marlúcia Mendes, a Casa dos Conselhos é uma exigência do Ministério da Educação e vai permitir que esses órgãos deliberativos possam desempenhar suas atividades de forma mais confortável e podendo contar com uma infraestrutura que sirva de referência aos conselheiros visando o atendimento ao cidadão.

O espaço que será inaugurado conta com sala de reuniões, recepção, computadores e climatização. Foi criado e será mantido com recursos oriundos dos cofres municipais. “Os conselhos vinculados à educação jogam papel importante nesse setor, pois são responsáveis pela fiscalização das verbas educacionais, da alimentação que é ofertada aos estudantes, discute o calendário letivo, entre outras ações. Por isso, estamos entregando essa Casa para abriga-los”, salienta a secretária Marlúcia Mendes.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Próximas