WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


outubro 2016
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  






:: 7/out/2016 . 22:18

BUSQUE sua PAZ INTERIOR AQUI

PARA 08 10 2016

SÁBADO

SÁBADO

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE ESPECIAL.


1) FLASH DAS ELEIÇÕES 2016.
2) SEJA UM ARTISTA GLOBAL.
3) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA.

:: LEIA MAIS »

PSICOMUNDO  <>(III) PAREM O MUNDO QUE EU QUERO DESCER… AONDE?<>

O nosso país fenece as deformidades de tantas ações humanas, muita gente até desprotegidas da lei, e torna-se impossível entender por que faltam vagas, por exemplo, nos presídios, nas cadeias públicas, numa avalancha de estrondosa superlotação. Aqueles amontoados de seres humanos dividindo espaços imagináveis na sobrevivência do mundo dos crimes. Servidores despreparados e alvos fácies de corrupção. O pensamento é prender e deixar trancafiado e não se pensa em reeducar os presos, apenas largam os indivíduos lá.

No entanto, quando verificamos os ditames da lei sobre o sistema penal, ficamos sem entender por que acontecem tantas mazelas, tantas barbaridades, existindo até pessoas inocentes pagando por crime que não cometeram. Existem presos esquecidos nas cadeias públicas superlotadas, num esquema triste e mesquinho, sem nenhuma providência para sanar as causas criminais. Quantos processos em vários tribunais de Justiça no Brasil, estagnados e sem as devidas providencias para os justos julgamentos!

O art. 24 da Constituição Federal Brasileira optou pela denominação de “Direito Penitenciário” eliminando outras denominações como: “Direito da Execução Penal” ou “Direito Penal Executivo”. Dessa forma verificamos que o Direito Penitenciário é o conjunto de normas jurídicas que disciplinam o tratamento dos sentenciados, é disciplina normativa. “A construção sistemática do Direito Penitenciário deriva da unificação de normas do Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Administrativo, Direito do Trabalho e da contribuição das Ciências Criminológicas, sob os princípios de proteção do direito do preso, humanidade, legalidade, jurisdicionalidade da execução penal”. O sistema carcerário atual no Brasil realmente corrige e traz de volta o ser humano ao seu anterior estado de homem livre de suas máculas para nova vida de forma pacifica em nossa sociedade?

A vida de muitas pessoas é transformada com o decorrer das suas atividades adquiridas na primeira sociedade humana: a família. Por que são praticados tantos crimes no mundo, e passam despercebidos pelos juízes e promotores da paz? Assim, cabe uma análise porque surge movido por uma discussão banal. O inesperado autor do homicídio tinha um revólver e tomou uma medida aceita apenas no universo criminal. Não foi por morar na periferia, ser jovem e pobre que ele agiu dessa maneira, porque existem espetáculos criminosos praticados por homens que frequentaram boas escolas, e até se tornaram autoridades. Mas porque, muito provavelmente, se relaciona com pessoas que agem da mesma forma no mundo do crime, foi essa a educação e sua cultura na infância, tendo como modelo onde as normas de relacionamento entre seres humanos admitem o homicídio.

Então, este indivíduo não deve ser visto como alguém inserido numa organização criminosa, mas como alguém que vive em um ambiente em que é forte a cultura da justiça privada. A pessoa deve mostrar que não admite desaforos e, quando se sente ameaçada ou desafiada, deve se antecipar à própria morte, tentando matar para não ser morto. Em virtude dessa situação, os homicídios que parecem banais para os que observam de fora são considerados “aparentemente necessários” pelos seus autores. O que se podem imaginar até, que mesmo mortes decorrentes de brigas em bares, acontecem por conta desses valores. São explosões pessoais de medidas repentinas e não dão condições ao individuo retroceder os limites da sua capacidade de pensar acerca dos resultados dessas inconsequências iniciativas. PENSEM NISSO!!!

Eduardo Afonso – Ilhéus (BA) – (73) 8844-9147 – Whatsapp

01:

http://www.r2cpress.com.br/v1/2016/09/29/psicomundo-i-parem-o-mundo-que-eu-quero-descer-aonde/

02:

http://www.r2cpress.com.br/v1/2016/10/02/psicomundo-ii-parem-o-mundo-que-eu-quero-descer-aonde/

Santa Casa de Misericórdia de Itabuna

Diversão e Seminário na Semana da Criança no

Hospital Manoel Novaes

2015

2015

O Hospital Manoel Novaes promove entre 10 e 13 de outubro a Semana da Criança, ação direcionada para pacientes internados no Hospital Materno-infantil em comemoração ao Dia da Criança, marcado na quarta-feira (12). A programação consta de ações lúdicas e educativas voltadas para crianças internadas, além de um Seminário técnico com a temática Violência contra a criança e o adolescente.
De acordo com a programação, ainda na segunda-feira (10), entre as 15 e 17 horas, haverá contação de histórias; já na terça-feira, no mesmo horário, o cantor Jan Costa se apresenta cantando cantigas de roda, distribuição de brinquedos. As atividades destes dois dias são exclusivas para as crianças internadas, e acontecerão no hall do Pavilhão Wilson Maron.
Já na quinta-feira (13), entre as 14 e 17 horas, haverá o Seminário de Sensibilização sobre Violência Contra a Criança o Adolescente, no auditório do Hospital Manoel Novaes. Este evento específico terá como público alvo Enfermeiros, Assistentes Sociais e a Vigilância Epidemiológica.
O evento é uma realização do Hospital Manoel Novaes, mantido pela Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, com apoio dos amigos e voluntários.

Governo e comunidade LGBT se unem para construir políticas públicas

O Conselho Estadual LGBT e representantes de associações do segmento se reuniram com o governador Rui Costa e secretários estaduais na noite de quinta-feira (6), na Governadoria, em Salvador, para discutir as prioridades e as necessidades deste público na Bahia. Ações em áreas como saúde, segurança e justiça social estão sendo pensadas para garantir direitos específicos da comunidade LGBT.

By Carla Ornelas/GOVBA

By Carla Ornelas/GOVBA

“De acordo com os representantes dos movimentos, esta é a primeira vez que um Governo de Estado atende, em agenda, uma representação tão ampla de segmentos da comunidade LGBT. Então, tem esse caráter histórico e simbólico. Essa reunião representa o reconhecimento e a legitimidade que a Governadoria está de portas abertas para dialogar e se colocar na defesa deste público”, afirmou o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Geraldo Reis. Os titulares das pastas da Segurança Pública, Maurício Barbosa, da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e da Casa Civil, Bruno Dauster, também participaram do encontro.

:: LEIA MAIS »

Agrissênior Notícias – Nº 593 – 11 de outubro de 2016

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE NAS DUAS SETINHAS.

No GOTAS DE PAZ

Todo esforço é válido

Por muitas vezes lutamos por algo, mas por algum motivo que desconhecemos não saímos vitoriosos e logo falamos: – Tanto esforço para nada!

Nos engamos pesando assim, todo esforço é válido se nos esforçamos por algo é porque acreditávamos naquilo e se não deu certo é porque tudo tem o momento para acontecer e fica para nós o aprendizado do esforço e a experiência por ter tentado.

Todo esforço é válido porque colocamos nossa força, coragem e determinação em ação movimentamos a vida para frente, buscando sempre o aprimoramento das experiências já vividas para novas conquistas.

Portanto não desanime se colocou todo esforço na conquista de algo e não deu certo, porque nem tudo que queremos é o melhor para nós.

Não deixe jamais de continuar o seu esforço pelo que acredita,nada será em vão e toda recompensa virá em forma de aprendizado e conhecimento para a sua vida.

 https://www.gotasdepaz.com.br/todo-esforco-e-valido/

 

























WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia