Na próxima terça-feira, dia 25, das 8 às 16 horas, nas proximidades da Praça J. J. Seabra, em frente à Câmara de Vereadores, centro da cidade, mulheres a partir dos 40 anos terão a oportunidade de realizar exames gratuitos de prevenção ou de diagnóstico precoce do câncer de mama. Promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Ilhéus, o evento integra a Campanha Outubro Rosa, iniciativa que marca, em vários pontos do planeta, a luta contra a doença.

Outubro Rosa-foto Gidelzo Silva

Outubro Rosa-foto Gidelzo Silva

O titular da Sesau, Antônio Ocké, lembra que as mulheres que possuem histórico familiar de câncer de mama devem iniciar um trabalho de controle, por meio da realização de ultrassonografias, a partir dos 20 anos de idade. “É importante reforçar ainda o fato de que o evento do dia 25 constituirá o ponto alto das nossas atividades ligadas à Campanha Outubro Rosa. Entretanto, exames semelhantes já estão à disposição do público alvo nas unidades de saúde”, afirma.

Bárbara Christian, coordenadora do Departamento de Atenção Básica de Ilhéus, informa que, durante o dia 25, dezenas de profissionais estarão disponibilizando uma série de serviços e atividades. Entre eles, triagem (classificação de risco das mulheres), exame clínico das mamas (rastreamento feito por enfermeiras), exame clinico das mamas (casos suspeitos aferidos por mastologistas), orientação nutricional (alimentos que previnem o câncer) e serviços estéticos variados, como limpeza de pele, maquiagem e corte de cabelo.

A campanha Outubro Rosa surgiu em 1990, nos Estados Unidos da América. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza a luta contra o câncer de mama, sempre com a finalidade de estimular uma maior participação da população, das empresas e das entidades.

Prevenção – A prevenção do câncer de mama pode ser dividida em primária e secundária: a primeira envolve a adoção de hábitos saudáveis e a segunda diz respeito a realização de exames de rastreamento visando diagnosticar o câncer em estágio precoce.
De acordo com especialistas, o câncer de mama é a causa mais frequente de morte por esse tipo de doença nas mulheres, embora existam meios de detecção precoce que apresentam boa eficiência, a exemplo do exame clínico, do autoexame e da mamografia.

A enfermeira Bárbara Christian lembra que não existe uma causa única para o câncer de mama, que é mais comum em mulheres (apenas 1% dos casos são diagnosticados em homens) e tem na idade um dos mais importantes fatores de risco para a doença. “Além disso, vale ressaltar que cerca de quatros em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos. Outro dado importante é que o câncer de mama de caráter hereditário corresponde a apenas 5% a 10% das ocorrências”, diz a coordenadora de Atenção Básica de Ilhéus.