WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus embasa secom bahia


outubro 2016
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  








Artigo Shi Mario sobre as pautas das ocupações

Talvez um dos erros que estão sendo cometidos nas ocupações e suas notas públicas é a ausência de detalhamento do impacto da PEC 241 na Saúde Pública e outros setores. Já existe algumas poucas notas dos trabalhadores do setor, porém ainda é muito pouco diante da gravidade da situação. A saúde é uma das maiores reclamações da população e restringir os argumentos aos impactos na educação talvez não demonstre o tamanho da gravidade da situação e o quanto ela vai impactar no dia-a-dia da população mais pobre e carente.
E em 20 anos, SUS pode deixar de receber mais de 400 bilhões de reais, com o crescimento e o envelhecimento da população, poderia trazer efeitos trágicos.
“trocando em miúdos”, muita gente vai morrer.
Ainda com respaldo na legislação implementada no governo anterior, o Orçamento da saúde ainda deve crescer em 2017 e será “congelado” em 2018 maior, a partir de 2019, a saúde começa a perder dinheiro, corrigido apenas pela inflação. Qualquer ganho de receita não será repassado à saúde conforme fomos alertados pelo Conselho Nacional de Saúde.
Segundo pesquisa do CNS: “até 2036, a mudança estabelecida pela PEC poderá fazer com que o SUS perca pouco mais de 430 bilhões de reais, projetando-se um crescimento do Produto Interno Bruto anual de 2% neste período e uma inflação de 4,5%. O valor da perda calculada por ele é próximo ao levantado por um estudo de dois pesquisadores do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que falam em 400 bilhões de reais.”.
A Associação Brasileira de Saúde Pública, criticou a PEC. Na carta eles denunciam o sucateamento do SUS, que é utilizado principalmente pela população de baixa renda que não tem plano de saúde.
Além da saúde, temos que contar o que a PEC fará nos outros setores, pois de acordo com o texto da proposta, o reajuste do salário mínimo só poderá ser feito com base na inflação – e não como era feito anteriormente comando a inflação ao valor proporcional ao crescimento do PIB. Isso afetará os salários que estão atrelados ao mínimo.

Paralelo a isto, o texto da PEC limita apenas as despesas primárias do governo, ou seja, não impõe restrições ao pagamento de juros e amortizações da dívida pública que, representa mais da metade do dinheiro do Brasil. E você sabe pra quem vai este dinheiro? Pra quem o Brasil (Nós Brasileiros) devemos tanto que o Governo sequer aceita uma apuração?
É preciso dissecar o processo de endividamento do País e buscar a verdadeira natureza dessa dívida pública que tem absorvido a parte mais relevante dos recursos nacionais, enquanto faltam recursos para o atendimento aos Direito Sociais básicos de milhões de brasileiros que vivem na pobreza e miséria, nisso a PEC não mexe, pois sabemos que grande parte destes são banqueiros e especuladores financeiros, grandes financiadores de campanhas dos que lá estão para supostamente nos representar.
Vale lembrar que uma auditoria cidadã, como a que está sendo proposta aqui pela organização Auditoria Cidadã (www.auditoriacidada.org.br), no Equador conseguiu emitir um relatório da dívida de lá que apontou uma série de graves indícios de ilegalidades e ilegitimidades e serviu para embasar o Presidente Rafael Correa para a anulação de 70% da dívida externa em títulos do país. Os recursos hoje estão sendo empregados em saúde, educação e outros investimentos reais me vez de ir pro bolso de alguns poucos que realmente mandam nosso Brasil.
É preciso crescer as lutas e as informações contante nas ocupações pelo Brasil, levar essas informações em todos os cantos para a população poder reagir a isto tudo que está acontecendo e que atingirá a todo mundo, principalmente os mais fragilizados e que tanto necessitam dos serviços públicos.
Viva xs guerreirxs deste Brasil, todo poder emana do povo, parabéns a todxs que estão ocupando e/ou planejando ocupar, aos que querem ajudar os já presentes, aos que doam e principalmente aos que já sabem a situação calamitosa que nos aguardam e faz de tudo para ocupar as redes sociais com os alertas à população.
Há braços de luta, viva a juventude Brasileira!
Abaixo links com as notas de várias entidades contrárias a PEC.
Conselho Federal de economia  contra a PEC 241.
 http://cofecon.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3382%3Acofecon-diz-nao-a-pec-241&catid=206%3Anotas-oficiais&Itemid=840
Economistas contra  a PEC 241
https://www.google.com.br/amp/amp.valor.com.br/politica/4740633/economistas-lancam-documento-com-criticas-pec-dos-gastos-publicos
MÉDICOS CONTRA A PEC 241
Sindicato dos médicos  do estado de SP contra  a PEC 241
http://www.viomundo.com.br/denuncias/medicos-de-sp-a-pec-241-diminuira-os-recursos-para-a-saude-publica-teremos-colapso-na-assistencia-a-saude-e-colapso-social.html
Dr. DRÁUZIO VARELLA CONTRA A PEC 241
 https://www.google.com.br/amp/www.pragmatismopolitico.com.br/2016/10/drauzio-varella-contra-pec-241.html/amp
 Médicos serão  atingidos pela PEC 241
 https://jornalggn.com.br/blog/ion-de-andrade/os-medicos-estao-entre-os-mais-prejudicados-pela-pec-241-por-ion-de-andrade
Associação  Brasileira de Saúde  Coletiva  (ABRASCO) contra a PEC 241
https://www.abrasco.org.br/site/2016/10/carta-aberta-abrasco-contra-a-pec-241-em-defesa-do-sus-dos-direitos-sociais-e-da-democracia/
Conselho  Regional de Medicina do  Estado do RJ (CREMERJ) contra  PEC 241
http://www.cremerj.org.br/informes/exibe/3257
Sociedade Brasileira de Pediatria contra  a PEC 241
http://www.sbp.com.br/saiu-na-imprensa/pec-241-matara-mais-do-que-a-corrupcao-afirma-diretor-da-sbp/
 Leandro Karnak contra a PEC 241
 https://youtu.be/kZE8z84nqxU
Ministério  Público  Federal contra a PEC 241
https://www.google.com.br/amp/g1.globo.com/politica/noticia/2016/10/tecnicos-da-pgr-dizem-que-pec-do-teto-de-gastos-e-inconstitucional.amp
Juízes  Federais contra  a PEC 241
https://www.papotv.com.br/posts/juizes-federais-dizem-nao-a-pec-241
OAB CONTRA A PEC 241
 http://brasileiros.com.br/2016/08/oab-se-une-a-movimentos-de-saude-e-envia-carta-a-temer-em-defesa-do-sus/
Defensoria Pública  Federal contra PEC 241
http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2016/10/10/interna_politica,812896/associacao-dos-defensores-publicos-federais-divulga-nota-de-repudio-a.shtml
Fiocruz contra  a PEC 241
http://portal.fiocruz.br/pt-br/content/fiocruz-divulga-carta-pec-241-e-os-impactos-sobre-direitos-sociais-saude-e-vida

1 resposta para “Artigo Shi Mario sobre as pautas das ocupações”

  • JORGE LUIZ ARAUJO DOS ANJOS says:

    O mais interessantes nos artigos escritos por jornalistas ou similares ligados a esquerda é o fato de criticarem e nunca tocarem na péssima contribuição que os governos petistas deram para a bagunça total em nossa economia.

    Alguns esquecem que proposta idêntica foi colocada durante a gestão desastrada de Dilma Roussef, o número de críticas e “analises” por parte de alguns foi praticamente zero. Agora querem dá uma de “João Sem Braço”.

    Recusam-se a enxergar a verdade ou terem um pouco de humildade para reconhecerem que algo tem que ser feito antes que o pior aconteça, coisa que não fizeram e nem aceitam que seja feito. São os esquerdistas “calamitosos” quando não são eles que estão fazendo o que deve ser feito.

    São os visionários de uma realidade que não foi alcançada em outros países e ainda sonham com essa realidade, que talvez seja viável em outras coordenadas do sistema galáctico.

    A única forma de agradar um esquerdista é não contradize-lo. Eles sempre se acham os detentores da sabedoria máxima e possuidores das soluções para a redenção das classes sofridas.

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia