WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom bahia


novembro 2016
D S T Q Q S S
« out   dez »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  






:: 11/nov/2016 . 20:59

ITABUNA / MUTIRÃO DO DIABÉTICO COM A CARRETA PRONTA

mutirao-carreta

URUÇUCA / Festa para a Padroeira

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE NAS DUAS SETINHAS.

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE.


1) VISITANDO PESSOAS ILUSTRES EM JUAZEIRO DO NORTE.
2) HOMENAGEM PARA UM AMIGO QUE SE VAI.
3) UM ILHEENSE DE DESTAQUE NA PESCARIA (FINAL).
4) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA.

:: LEIA MAIS »

Agrissênior Notícias – Nº 598 – 16 de novembro de 2016

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE NAS DUAS SETINHAS.

Bahia mantém investimentos e salários em dia, destaca levantamento nacional do G1

Mesmo enfrentando os efeitos da crise econômica e da queda nas transferências da União, a Bahia está entre os estados brasileiros com melhor desempenho na gestão de suas contas públicas, de acordo com painel nacional (https://goo.gl/MOVgZD) publicado pelo portal G1 nesta sexta-feira (11). O governo baiano e o do Mato Grosso do Sul são os únicos, no conjunto dos 27 estados do país, a apresentar desempenho satisfatório em todos os itens de um questionário reunindo sete efeitos negativos da crise econômica sobre as finanças estaduais.
De acordo com a tabela, a Bahia não cortou investimentos, não parou ou atrasou obras, não atrasou salários, não tem problemas de caixa para o pagamento do décimo terceiro salário, não atrasou o pagamento dos fornecedores, não decretou e nem avalia decretar calamidade no curto prazo.
“A Bahia não apresentou suspensão de obras, problemas de pagamento a fornecedores, nem atraso de salários aos servidores públicos. Além disso, já pagou 50% do 13° salário de 2016”, diz a reportagem. O Estado, entretanto, apresentou um déficit primário de R$ 65 milhões no primeiro semestre.
Ouvido pelo G1, o economista Paulo Dantas, ex-presidente do Conselho Federal de Economia, afirma que a diferença entre o déficit atual e o superávit primário de R$ 1 bilhão em 2015 é relevante e demonstra o impacto da crise nas finanças do Estado. “Apesar disso, a Bahia tem uma das finanças mais equilibradas e o estado ainda tem o que podemos chamar de boa situação fiscal”, diz o economista ao portal.
Ao comentar a reportagem, o secretário estadual da Fazenda, Manoel Vitório, ressalta que a estratégia do governo baiano para enfrentar a crise envolve a adoção, desde 2015, de medidas para a contenção de gastos e a ampliação das receitas próprias. “Temos agido com extrema cautela, sob a liderança do governador Rui Costa, para manter a operacionalização do Estado, preservando o papel do setor público como gerador de emprego e renda em um momento difícil para a economia, como acontece com os muitos empregos gerados pelas obras do metrô em Salvador”.
O secretário faz questão de ressaltar que o Estado não está a salvo dos efeitos da crise, que ainda não dá sinais de arrefecer. A regularidade no pagamento dos salários, por exemplo, tem sido um desafio, pois a Bahia deixou de receber em 2016, R$ 509,3 milhões do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

PEC? NÃO. MOVIMENTO NACIONAL

CENTRO – ILHÉUS – BAHIA

No GOTAS DE PAZ

Não é o Fim

Cada um de nós estamos aqui vivenciando erros e acertos, por muitas vezes pensamos : – É o fim não tem mais jeito, mas nos enganamos pensando assim, nem a morte nos separa daqueles que se vão porque bem sabemos que a nossa existência é eterna.

Quando passamos por algum momento muito difícil, não vemos a porta de saída e também achamos ser o fim, mas logo nos vem um caminho para superarmos.

Na vida nada que nos acontece é o fim, quando perdemos alguém que volta para a espiritualidade apenas estamos dando um até logo e quando vivenciamos uma dificuldade material ou emocional também recebemos a saída para superarmos, desde que a nossa fé esteja firme diante dos propósitos designados para nós, há sempre uma solução para os nossos males.

O fim nós é que determinamos em nosso íntimo, se vamos lutar ou parar, se vamos superar ou nos entregar, eis as questões que muitas vezes nos deixam atrapalhados e sem rumo, façamos sempre a escolha por continuar e superar que a ajuda chega.

Tenhamos a fé raciocinada, se fizermos  a nossa parte receberemos a ajuda de que necessitamos, a prece é um grande balsamo consolador de nossas dores, façamos a prece verdadeira nos entregando aos braços de Deus que com certeza estaremos abrindo infinitos caminhos para continuarmos a nossa caminhada.

www.gotasdepaz.com.br





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia