WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


dezembro 2016
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031








Vai sobrar alguém limpo?

“Nego veementemente ter recebido compensações de empreiteiras”.”Todas as doações para a minha campanha foram lícitas e registradas”.

Estas frases já viraram rotina. Tão rotineiras quanto a institucionalização da propina neste nosso País desde os primórdios. Desde 1.500, com os pentes e espelhinhos presenteados, já de olho em coisas de valor infinitamente maior. Desde o antigo “guardinha de trânsito”. Desde as mais diversas repartições. Desde um monte de outras coisas, principalmente contratos de obras públicas de municípios, estados e também de alçada federal.
A praga da propina se espalhou e tomou proporções inimagináveis, a ponto de se negociar a famosa “comissão” ou “os dez por cento”  livre e abertamente em qualquer lugar ou circunstância; em mesas de gabinetes, escritórios, restaurantes de luxo e até botequins. Ouço falar da tal “comissãozinha” ou “agrado” desde que me entendo por gente. Virou costume, cultura ou sei lá o quê, incorporado ao sangue e enraizado na mente.
Os envolvidos do núcleo político, nas delações premiadas da Operação Lava Jato, encenam reações dramátizadas de estarrecimento e consideram estapafúrdias, absurdas e mentirosas as delações feitas por aqueles que juram, assumem e assinam lhes ter entregue ou mandado entregar dinheiro vivo não contabilizado em troca de benefícios ou favores escusos. Todos os políticos citados, sem exceção, se autodeclaram inocentes. Nada diferente do esperado.
No meio de toda essa sujeira bilionária, difícil sobrar alguém limpo.

Nilson Pessoa

2 respostas para “Vai sobrar alguém limpo?”

  • heraldo faskomy says:

    NAO. ERROS PODEM DURAR DECADAS, OLHE O PADRE QUE DEFENDIA SOBREHUMANOS, DIREITO SOH QUEM ANDA DIREITO.SE METEU COM MILITARES NOS DUROS DIAS DE CHUMBO. VIU NO QUE DEU.. ANARQUIA.. A HORA DE CONSERTAR ESSA BOSTHA CHEGOU. SENTA A PUA.

  • Alberto says:

    Letargia e procrastinação.
    Nessas palavras se conceituam a resolução (ou dificuldade de definição) da corrupção de menor a maior no Brasil. Exemplo local é a “privatização” dos cartórios que se arrasta. Dá pra entender por que Itabuna com tudo funcionando a meses?
    As vezes fica mais barato autenticar um documento na cidade vizinha que “dar o agrado” por aqui, nem que seja para estar limpo na consciência.

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia