NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Santa Casa de Misericórdia lamenta a realização da greve por parte dos trabalhadores, mas respeita a decisão. Registra que a instituição não se encontra em débito salarial com os funcionários, havendo o atraso de 3 dias do prazo legal para pagamento do Décimo Terceiro Salário, situação com solução de pagamento possível para as próximas horas e insistentemente anunciada em rodadas de negociação com representação sindical.

Assim sendo, o início do pagamento desta obrigação trabalhista se dará imediatamente após o Fundo Municipal de Saúde realizar o repasse do recurso à Santa Casa, transferido com atraso pelo Fundo Nacional de Saúde somente no último dia 21.

Ao mesmo tempo, a Provedoria desta instituição agradece a postura de compreensiva dos funcionários, o que está garantindo a manutenção da ordem nas três Unidades Hospitalares.

Eric Ettinger de Menezes Júnior

Provedor SCMI