São imensas as fórmulas para exprimir fortes sentimentos de alegrias ao falar de Deus que habitar sempre na vida de todos os seres humanos. Precisamos ser despertados pela felicidade que proporciona as práticas do bem, sentindo as transformações que adicionam as pessoas que estão amparadas pelos Seus desígnios. Torna-se verdadeiramente difícil um relato fiel a Seu respeito, pois mergulhando na presente confiança em Jesus Cristo que é inesperadamente a criatura mais inovadora e criadora de tantos momentos radiantes no mundo, verifica-se uma linda janela aberta e a Sua visão é a panorâmica da paz, da harmonia, é um amanhecer novo onde todos estão presentes, é a soma da calma, do silêncio, é o absoluto símbolo da grandeza universal da magnitude humana.

É bom contar as proezas da Sua infinita paz, amizade e proteção ao estender-nos as mãos generosas, sem nenhum esforço sobre-humano como dos homens! O Ser Supremo que comanda o nosso Universo nos oferece segurança e os ombros de Pai num gesto de carinho; nos deixa sentir as intensas vibrações das alegrias que saem espontaneamente de dentro das nossas boas expressões de amor! Ele nos faz voltar a ser criança que têm a noção exata do belo! Seu amor é como o nascer do sol, lança seus brilhantes raios sem que ninguém peça, e à noite se recolhe deixando que as estrelas iluminem o céu!

Envolve-nos de maneira cálida, de mansinho, e de repente nos torna cúmplices de Suas maravilhosas paixões e jamais podemos ficar inteiramente afastados da fragrância inalada da imensidão do Seu afeto! Efetua o milagre da descoberta do nosso eu, muitas vezes por nós esquecido, nos acordando e mostrando que após um entardecer, nascerá um novo dia oferecendo outra história em nossa existência! Pede-nos para pensar na ajuda mútua que devemos aos nossos semelhantes, lembrando que existe uma imensidão de pesados sacrifícios, assegurando-nos, pede a nossa compreensão afirmando que tudo é passageiro; contudo, sinalizando que mesmo diante desses fatos podemos ser felizes. Induz a esperança e fé nas descobertas de luzes iluminando os caminhos de todos nós, e muitas vezes assinalando que às vezes as coisas se tornam amargas quando carregamos em nossos corações duras e ásperas recordações!

Tudo nos faz acreditar num Pai Supremo do Seu jeito, mostrando o entusiasmo de nos acordar para lutar na certeza de grandes vitórias. Suas nobres qualidades nos impulsionam que devemos extrair o máximo das pequenas coisas, cultivando o aprendizado da humildade transparente, nos proporcionando deixar que as pessoas saibam que somos estimados e precisamos delas. Nos locais que passamos somos alertados de todos os perigos. São transformados os nossos momentos difíceis em oportunidades para encontrar a felicidade, dizendo pacientemente que devemos sempre pensar e esperar pelo melhor. Somos informados para não usar as mazelas da inveja, e que sejamos entusiastas com os sucessos alheios.

Relata que devemos ocupar nosso tempo, crescendo, desenvolvendo nossa habilidade e talento em beneficio de bons empreendimentos, pois só assim não teremos tempo para destruir os outros. Incute que devemos sempre não amontoar fracassos e sim acumular boas e saudáveis experiências. Aproveitar tudo que nos faça acreditar que está ao nosso alcance e podemos tirar proveitos dos problemas que surgem sem não nos abatermos com eles, e assim encontraremos nossos reais objetivos.

Tua vigilância nos fala da existência de muitas pessoas que nos magoam e sugere para perdoar sempre os seres humanos insensatos e materialistas! Pede o amadurecimento e a grandeza de espírito diante dos aborrecimentos, e, sobretudo, ignorar a raiva; ser forte para vencer decisivamente o medo, permitindo que a presença dos momentos felizes permaneça inteiramente no meio de nós em todos instantes. Não esquecer que a gente começa a ser feliz quando é capaz de rir de nós mesmos, e corrigir os nossos petulantes atos!

A ignorância desses fatos vão nos proporcionar somente uma felicidade falsa e perigosa. A inabalável paz nasce do conhecimento que derrota a ignorância sobre a verdade e dos temores da presença da infelicidade diante de nós. E nada vale ser astucioso, pois usar espertezas visando exibições pessoais, usar a inteligência para enganar os outros, não valoriza nenhum acontecimento humano, é apenas uma má iniciativa que deixam as pessoas que agem dessa forma em condições desprezíveis e sozinhas no Universo. A lógica fundamental da grandeza humana prende-se ao fato de agradecer todos os dias o que somos e o que devemos sempre ser com perfeição e qualidade. No teatro da vida as peças de maiores valores humanos é o amor e a caridade. PENSEM NISSO!!!

Eduardo Afonso – Ilhéus-Bahia – 73-8844-9147

88ª PARTE:

http://www.r2cpress.com.br/v1/2017/01/28/psicomundo-paz-pela-compreensao-88a-parte/