WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa embasa secom bahia secom bahia secom bahia


março 2017
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  






:: 27/mar/2017 . 22:42

ALGUMAS DO DIA

Mercado financeiro volta a reduzir projeção para inflação em 2017

Pela terceira semana consecutiva, o mercado financeiro reduziu a projeção para a inflação em 2017. Agora, a aposta dos analistas é de que a inflação encerre o ano em 4,12%, isto é, dentro da meta perseguida pelo Banco Central, fixada em 4,5% (podendo variar 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo). Há uma semana, essa mesma projeção era de 4,15%. As informações fazem parte do Boletim Focus, uma publicação semanal que reúne as projeções de cerca de 100 analistas. O Banco Central é o responsável por coletar os dados e divulgá-los.

LEIA MAIS

Chuvas e secas levam dez cidades à situação de emergência

O Ministério da Integração Nacional reconheceu, nesta segunda-feira (27), situação de emergência em 10 municípios atingidos por desastres naturais. A medida permite que prefeituras acessem ações de apoio federal para socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas danificadas. As cidades de Feira Grande (AL), Tapiramutá (BA), Mirante (BA), Capela do Alto Alegre (BA), Urucuia (MG), Turmalina (MG) e Itabi (SE) integram a lista de localidades afetadas pelo extenso período de seca e estiagem. Já as cidades de Tucuruí (PA) e Buri (SP) receberam o reconhecimento por efeitos de enxurradas, e Manacapuru (AM), devido ao volume de lama de chuvas na região.

LEIA MAIS

Confiança do consumidor atinge maior nível desde dezembro de 2014

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), subiu 3,5 pontos em março. O indicador atingiu 85,3 pontos, em uma escala de zero a 200, o maior nível desde dezembro de 2014 (86,4). Essa é a terceira alta consecutiva do indicador, que subiu 4,8 pontos na comparação com março de 2016. A alta foi influenciada pelos aumentos da confiança no presente e do otimismo em relação ao futuro. O Índice de Expectativas, que avalia as opiniões dos consumidores em relação aos próximos meses, avançou 5,1 pontos e alcançou 95,7 pontos, o maior patamar desde fevereiro de 2014 (100,7).

LEIA MAIS

 Funarte recebe US$ 120 mil para fomento às artes cênicas

A Fundação Nacional de Artes (Funarte) vai receber o equivalente a US$ 120 mil do Ministério da Cultura para garantir a participação brasileira no Fundo de Ajuda para as Artes Cênicas Ibero-Americanas (Iberescena). Doze países participam do fundo: Brasil, Argentina, Colômbia, Chile, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, México, Panamá, Peru e Uruguai. Cada um deles contribui com uma cota em dinheiro que estimula a formação de novos públicos e amplia o mercado de trabalho dos profissionais por meio da cooperação técnica e financeira.

LEIA MAIS

Prefeito de Ilhéus decreta Estado de Emergência na SDS

Considerando que o processo de investigação denominado operação Citrus, do Ministério Público do Estado da Bahia (MP/BA), atingiu diversos fornecedores do Município, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, declarou Estado de Emergência administrativa no âmbito da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) até o dia 8 de maio de 2017 e suspendeu os contratos e pagamentos de todas as empresas envolvidas na operação.

Neste período, conforme o decreto, a SDS desempenhará funções essenciais ou necessárias à coletividade, não cessando o atendimento ao público, salvo se, por necessidade extrema, a Secretaria de Desenvolvimento Social funcione em expediente interno e atenda externamente apenas aos casos urgentes.

Os contratos suspensos são vinculados às empresas Marileide S. Silva de Ilhéus, Thayane L. Santos Magazzine (Me), Mariangela Santos Silva de Ilhéus (Epp), Andrade Multicompras, Global Compra Fácil Eireli (Epp), Andrade Sat Livraria e Papelaria Ltda (Epp) e Noeval Santana de Carvalho (Me), implicadas na investigação.

Em virtude da suspensão dos contratos, que forneciam bens à Prefeitura, e do andamento de processos licitatórios, o prefeito autorizou à Secretaria a promover contratações dos serviços e aquisições de bens com base no artigo 24, inciso IV, da Lei 8.666/93. Mário Alexandre ainda alterou o expediente na Secretaria de Administração, pelo período de vigor do Estado de Emergência, para funcionar das 8h30min às 12 horas e das 13h30min às 18 horas, a fim de dar andamento às licitações.

No Decreto, o prefeito de Ilhéus considera que as revelações trazidas pela investigação do MP “obriga a municipalidade a adotar medidas que preservem o erário público” e que “até a data de 21 de março do corrente ano, a presunção que se apresentava sobre as contratações, objeto da investigação, era de legalidade e moralidade vez que todas foram precedidas de processo administrativo licitatório”.

NOSSOS SINCEROS AGRADECIMENTOS

Campanha Março Laranja

Mês da Consciência da Doação de Medula Óssea.

Sucesso total nas cidades de Santo Antônio de Jesus dia 11

Ilhéus dia 18 encerrando em Itabuna dia 25.

Informamos à população a importância de ser um Doador de Medula Óssea.

Observamos o quanto o povo ainda não se conscientizou.

Mas​ também tivemos muitos que nos incentivaram e pudemos ouvir relatos de “doer na alma”.

Que Deus nos abençoe.

Neste sábado 25 lançamos a campanha UCT HEMOBA PARA O HOSPITAL REGIONAL DA COSTA DO CACAU. Pedimos que compartilhem o máximo para fazer com chegue ao Governador do estado da Bahia.

Obrigado a todos os voluntários e apoiadores.

VAMOS LÁ?

Em seis anos, Brasil desativou mais de 10 mil leitos pediátricos do SUS

Sociedade Brasileira de Pediatria 

Mais de 10 mil leitos de internação em pediatria clínica, aqueles destinados a crianças que precisam permanecer num hospital por mais de 24h horas – foram desativados na rede pública de saúde desde 2010. No fim daquele ano, o país dispunha de 48,3 mil deles para uso exclusivo do Sistema Único de Saúde (SUS). Em novembro do ano passado (último dado disponível), no entanto, o número baixou para 38,2 mil – uma queda de aproximadamente cinco leitos por dia. A análise é da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), que também identificou que 40% dos municípios brasileiros não possuem nenhum leito de internação na especialidade.

As informações apuradas junto ao Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde, preocupam os especialistas, mas não surpreendem quem cotidianamente sente na pele os dilemas das limitações do SUS. “A redução do número de leitos tem um impacto direto no atendimento, provocando atrasos no diagnóstico e no início do tratamento de uma população que vem aumentando bastante”, critica a presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Luciana Rodrigues Silva.

De acordo com ela, as doenças que prevalecem em crianças são sazonais e nos primeiros semestres de cada ano, geralmente, acentuam-se as viroses gastrointestinais. Estas, em muitos casos, demandam internações. Além disso, a presidente destaca que casos mais sérios de dengue, que afetam crianças e adolescentes, bem como o aumento na recorrência dos casos de alergias, infecções respiratórias e pneumonia também contribuem para o crescimento da demanda por internações.

Das 5.570 cidades do Brasil, 2.169 não possuem nenhum leito. Entre as que possuem pelo menos uma unidade de terapia intensiva infantil, um terço tem menos de cinco leitos em todo o território municipal e 66 deles contam com apenas um leito. A título de dimensionamento, vale citar que só a cidade de São Paulo (SP) tem leitos em quantidade equivalente a oferecida atualmente em mais de 780 municípios de pequeno porte.

ESTADOS E CAPITAIS – Em números absolutos, os estados das regiões Nordeste e Sudeste foram os que mais sofreram redução no período: 4.032 e 3.060 leitos a menos, respectivamente. Em escala, surgem as regiões Sul (-1.873 leitos), Centro-Oeste (-689) e Norte (-428).

São Paulo foi o estado que mais perdeu leitos de internação infantil entre 2010 e 2016. Neste intervalo de tempo, 1.109 leitos pediátricos foram desativados. Na outra ponta, apenas um estado apresentou número positivo no cálculo final de leitos SUS ativados e desativados nos últimos seis anos: Amapá, que saltou dos 180 leitos pediátricos existentes em 2010 para 230 no fim do ano passado (tabela I).

Entre as capitais, São Paulo lidera o ranking dos que mais perderam leitos na rede pública (-378), seguidos pelos fortalezenses (-364) e brasilienses (-150). Quatro capitais, apenas, conseguiram elevar a taxa de leitos, o que sugere que o grande impacto de queda tenha recaído sobre as demais cidades metropolitanas ou interioranas dos estados (tabela II).

Quem conta com um plano de saúde ou procura atendimento em unidades privadas também viu cair em 1.036 o número de leitos no mesmo período. Ao todo, 20 estados perderam leitos

O FÔLEGO DE HANS SCHAEPPI

É NÓIS. FÉ IN DEUS E PÉ NA TÁBUA





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia