WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus embasa secom bahia


Maio 2017
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  






:: 6/maio/2017 . 21:35

VERGONHA

A última vez que vi um 5×0 no Mário Pessoa foi há cerca de 50 anos quando o Colo Colo venceu o Ipiranga na estréia da primeira divisão do campeonato baiano!
Neste sábado vi um time acéfalo de um clube acéfalo que não respeita nem a obrigatoriedade de meia para idosos e estudantes. Enquanto o time servia de sparring para o Jequié treinar, vi dirigente na portaria às risadas em conversa com autoridade municipal. Para que observar o time em campo se o negócio é apenas um negócio, não importando a dor do torcedor apaixonado e perplexo; para que respeitar a história auriceleste? Ao término da partida os derrotados queriam briga porque não ganharam na bola em casa e não vi o comandante em campo para evitar mais essa vergonha; já tinha ido para o vestiário o que os jogadores demoraram de fazer não sei se com algum receio: ficaram no círculo central longe da triste e humilhada torcida. GOD SAVE THE TIGER.

Josemildo Linhares da Silva

AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS – Nº 619 – 09 DE MAIO DE 2017

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE NAS DUAS SETINHAS.

Diálogo entre um Profano e um Maçom.

Principais mitos que circulam entre o repertório banal de muitas pessoas não esclarecidas.

P – Eu sei que você é Maçom .. tantas coisas sobre você são falados. Eu gostaria de fazer algumas perguntas, mas acho que você não está autorizado a responder.

M – Pelo contrário, pergunte-me!

P – Estou surpreso! Eu entendi que os maçons são obrigados a discrição total.

M – Isso se refere a assuntos internos da Ordem, como em qualquer outra associação.

P – Então vamos começar, que fins persegue a Maçonaria?

M – Nós trabalhamos para o enobrecimento da humanidade e nós queremos contribuir para a Liberdade, a Igualdade e a Fraternidade, além da Tolerância. Não é mais uma utopia mas sim, espalhar cada vez mais o respeito em todo o mundo.

P – Você diz “trabalhar” … Que tipo de trabalho é esse?

M – O Trabalho é em nossa própria Consciência como um estímulo ao desenvolvimento Moral e Intelectual, fazendo que nossas lojas permitam a verdadeira Amizade entre as pessoas e incentivar qualquer trabalho ou ideias, tanto a nível teórico e prático que irá beneficiar os membros da instituição e também toda a Sociedade vinculada.

P – De acordo com você (Maçom), onde estão os fundamentos da verdadeira Moralidade?

:: LEIA MAIS »

ALFREDO AMORIM DA SILVEIRA EM MOMENTO DE DESCONTRAÇÃO

Hans Schaeppi em: H O T E L A R I A  E  T U R I S M O

Por Hans  Schaeppi

Hans Schaeppi

19º FESTIVAL DE CORAÇÕES

     “Mãe não merece apenas um dia do mês; merece o mês todo”. Como vem fazendo todos os anos, o Chocolate Caseiro Ilhéus comemora o Mês das Mães, durante todo este mês de maio, realizando a décima nona edição do seu Festival de Corações. A Primeira Fábrica de Chocolate Artesanal do Nordeste do Brasil, que neste ano completa 32 anos de inaugurada e atividades ininterruptas, coloca em promoção durante este mês, toda a sua Linha de Corações de chocolate, com mais de 10  tipos de corações, considerando-se formatos, recheios e embalagens. É o presente ideal para mães, noivas, namoradas e amigas, por ser o coração o símbolo do amor. O 19º

Festival de Corações está com descontos especiais em todas as suas tradicionais lojas de Ilhéus: Fábrica no Distrito Industrial ; Aeroporto de Ilhéus-Jorge Amado; e na  Praça D. Eduardo, em frente à Catedral. A Linha de seus tradicionais Licores também estará em promoção, para comemorar a data.

MÊS DA DANÇA

:: LEIA MAIS »

Luiz Castro em: DECOLORES

PERSONAGENS FOLCLÓRICAS ILHEENSES

Entre as décadas de 60 a 80 existiram em nossa cidade diversas figuras humanas por demais conhecidas pela comunidade. Todos elas foram respeitadas e receberam tratamento humano  da sociedade.

CADINHO – Vivia a caminhar pelas ruas do centro da cidade, sempre trajando uma calça caque, com a barba a fazer, tinha um tic  tic nos olhos, não era de tomar banho e normalmente fazia suas necessidades fisiológicas nas calças. Costumava estar presente nos enterros e quando lhe diziam “Olha a vela” ele se retirava do recinto. Apesar de viver desta maneira por ser “especial”, sua família procurava  cuidar de sua aparência…

PÓ DE ARROZ – Era um senhor de meia estatura, branco, cabelos grisalhos gostava de portar um bocapiu (bolsa grande), usava bengala para se defender de quem o zombava, freqüentava as ruas do centro da cidade e já tinha sua clientela de pedir ajuda alimentícia e financeira. Certa vez ao passar por uma residência para pegar sua alimentação, a dona da casa pediu para que ele varresse o passeio para   depois  receber a alimentação. Não concordando com o pedido bracejou : “Já está querendo me explorar”…

BURACO

:: LEIA MAIS »

No GOTAS DE PAZ

Segurança

Seja você, de um tempo e adquira maturidade.

As vezes a gente só preenche os espaços vazios com um pouco de nós mesmos.

Te desejo paz interior, luz e calma na alma.

Te desejo dias de coisas boas, que a vida de intua,  apenas sorria e coloque brilho no seu olhar pois o melhor de tudo é que a sua vida Deus com muita certeza já abençoou.

Tenha segurança, pois quem está com Deus tem tudo

Paz e Luz.

www.gotasdepaz.com.br





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia