Com anúncio feito em primeira mão pelo governador Rui Costa em suas redes sociais, a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) divulga o resultado final do processo de seleção para contratação dos seus novos músicos. O edital teve um total de 281 candidatos inscritos, que concorreram a vagas nos naipes de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, fagote e oboé, sendo selecionados 26 músicos.

Foto: Camila Souza/GOVBA

Deste total, 145 músicos foram pré-selecionados para participar das audições entre os dias 14 e 18 deste mês, em Salvador e em São Paulo. Na capital baiana, as audições foram realizadas no Teatro Castro Alves (TCA), sede da Osba. Na capital paulista o processo de avaliação dos candidatos aconteceu na Sala São Paulo, por meio de uma parceria firmada entre Osba e a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp).

O edital de seleção ofereceu oportunidades para preenchimento de 28 vagas, sendo 14 destas reservadas para violino (sendo 1 spalla, 1 chefe de naipe e 12 músicos de fila), 4 para viola (1 chefe de naipe e 3 músicos de fila), 6 para violoncelo (1 chefe de naipe e 5 músicos de fila), 2 para contrabaixo (1 chefe de naipe e 1 músico de fila), 1 fagote (chefe de naipe) e 1 oboé (chefe de naipe).

A banca de avaliação do processo seletivo foi formada pelo violoncelista e professor da Universidade de São Paulo (USP), Robert Suetholz; o violinista e professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Alexandre Casado; o maestro e diretor Artístico da Osba, Carlos Prazeres; e o chefe de Clarinetas da Osba e professor da Ufba, Pedro Robatto. Com a finalização desta seleção, a Associação Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA), instituição responsável pela gestão da Osba, iniciará o processo de recomposição do quadro funcional de músicos da orquestra.

A lista completa dos classificados, com os nomes dos suplentes e calendário de contratação, pode ser conferida no Blog da ATCA (www.atcabahia.blogspot.com) ou o site do TCA (www.tca.ba.gov.br).