Sucesso de público e de bons negócios, o 9º Festival Internacional do Chocolate e Cacau – Chocolat Bahia 2017, encerrado neste domingo, em Ilhéus, consolida o evento com um dos mais importantes da Bahia e põe Ilhéus, definitivamente, no roteiro de chocolates de origem do mundo, na avaliação do prefeito Mário Alexandre. Para o vice-governador João Leão, a cidade, muito em breve, será uma respeitada exportadora de chocolates finos. “Esse é o objetivo. É isso que está nascendo, que está começando”, disse, ao visitar, no sábado, ao lado do prefeito, os estandes montados no circuito do Centro de Convenções de Ilhéus.

Festival do Chocolate é sucesso – Secom Clodoaldo Ribeiro

Também presente ao festival, o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, destacou o compromisso de fortalecer a cadeia produtiva da região. “Nós temos que investir em agroindústria, em comercialização, e o festival revela isso”, reconheceu. Para o deputado federal Paulo Magalhães, que visitou o festival no sábado, o festival representa o retrato da prosperidade, de uma região que esteve combalida com uma praga mas que vem vencendo com trabalho e com pesquisa. Outra presença de destaque no evento foi a da deputada estadual Ângela Sousa. A parlamentar definiu o resultado do evento como sendo fruto de um novo tempo vivenciado pela cidade. “Com é bom ver as pessoas acreditando, chocolateiros da região e de fora investindo e o Centro de Convenções lotado”, comemorou.

Formatação – Para além do festival, a oficialização do Projeto Estrada do Cacau e do Chocolate representa uma outra importante conquista para o projeto que reúne gastronomia e história. O Secretário de Turismo do Estado, José Alves destaca que a rodovia Ilhéus-Uruçuca vai ser totalmente ambientada fazendo com que o visitante permaneça mais tempo na cidade. “Porque ele vai começar a conhecer a estrutura dessa estrada, sejam as fazendas, fábricas de chocolate, que já estão implantadas e que vão ser implantadas novas… tem a parte do Rio do Braço, que é um local onde foi filmada a novela Renascer. Então é um cenário vivo que nós estamos formatando como um produto turístico”, assegura.

A previsão é de que a estrada temática – que será a primeira da Bahia – seja implantada até o mês de agosto. “Vamos ter portais de entrada. Todo esse trecho da rodovia vai ser trabalhado na parte de sinalização, serão requalificadas as fazendas para poder oferecer aos turistas uma experiência positiva, desde a produção do cacau à colheita, a otimização da amêndoa até chegar no produto final que é o nosso chocolate de origem”, completa o secretário municipal de Turismo e Esporte, Roberto Lobão.